Adotei o bebê da ex-mulher do meu marido para que ele não crescesse no orfanato

Crianças
há 5 meses

Christie Werts, 48 ​​anos, de Ohio, recentemente deu muito o que falar. Ela fez algo que provavelmente nem toda mulher faria: adotou o filho da ex-esposa de seu marido. As motivações para o seu gesto foram o amor e sua experiência pessoal na infância.

Christie não hesitou em adotar quando chegou o momento certo

Christie Werts, 48, conheceu seu marido, Wesley, há cinco anos. O casal uniu suas duas famílias, incluindo os filhos de Christie, Megan e Vance, e os de Wesley, Austin e Dakota.

Um dia, eles receberam uma triste notícia: o falecimento da ex-mulher de Wesley e mãe de Austin e Dakota. O casal imediatamente tomou uma grande decisão e deu as boas-vindas ao bebê recém-nascido, Levi, em sua amorosa família.

Christie e Wesley concluíram a adoção legal de Levi em janeiro de 2023. Atualmente, estão criando o garoto como se fosse filho deles.

Ela disse: “Quando soube do Levi, sem hesitar, afirmei que deveríamos adotá-lo”.

Christie teve uma infância difícil e não queria o mesmo para Levi

Christie revelou: “Eu também fui uma criança adotada e, apesar de ter tido uma ótima experiência na maior parte do tempo, não queria que ele fosse para um orfanato. Meu marido não falava com frequência com a família da mãe biológica que teve Levi em uma segunda-feira e veio a falecer na sexta.”

E acrescentou: “Na época, morávamos em outro estado, então vendemos nossa casa em Ohio e alugamos uma no Texas porque precisávamos primeiro ter a tutela do bebê para depois adotá-lo oficialmente. Foi o que fizemos, e o processo levou 16 meses”.

Também explicou: “Embora minha experiência em um orfanato tenha sido, de maneira geral, a melhor possível, eu sabia que o meu amor por meus enteados era suficiente para garantir que ficassem com o meio-irmão e, claro, não queria que Levi acabasse no sistema de assistência social para adoção.”

“Adoro crianças e muito rapidamente me afeiçoei aos meus enteados. Claro que também me apaixonei à primeira vista por meus filhos biológicos, só que dessa vez era diferente. Eu iria encontrar um bebê com o qual não tinha nenhuma relação e estava preocupada com as circunstâncias, que elas pudessem atrapalhar esse ’amor imediato’. Mas ele roubou meu coração e acabei também sentindo a mesma necessidade intensa de protegê-lo”, declarou a mãe adotiva.

E aqui temos mais uma história comovente sobre um homem solteiro que adotou uma criança doente e formou um verdadeiro campeão olímpico.

Comentários

Receber notificações

Alguém pode me explicar o que houve com a outra filha, Dakota? O texto diz: "o falecimento da ex-mulher de Wesley e mãe de Austin e Dakota. O casal imediatamente tomou uma grande decisão e deu as boas-vindas ao bebê recém-nascido, Levi, em sua amorosa família", o que me faz pensar que não adotaram nem acolheram Dakota... Onde ela está? É adulta? Foi adotada também? Foi para outra família?

-
-
Resposta

Artigos relacionados