20 Internautas contam suas histórias de trabalhos que prometiam ser bons, mas foram o oposto disso

Gente
há 11 meses

Para algumas pessoas, o ambiente de trabalho pode ser bastante amigável e acolhedor, tornando os funcionários da firma quase uma família. Para outros, contudo, pode ser hostil e difícil, fazendo com que trabalhar com determinadas pessoas seja um verdadeiro teste de paciência. Esse é o caso de alguns estagiários, que decidiram contar cada detalhe por trás de suas rotinas profissionais. Será que você se identificaria com algum deles? Confira!

  • Meu estágio tinha horário “flexível”, mas com o tempo, os superiores começaram a cobrar reunião fora do horário de trabalho, sem motivos emergenciais, e até mesmo hora extra no final de semana. No fim, estava trabalhando mais de 44 horas semanais no período de experiência e ganhando menos de R$ 900. Eis que um dia, o chefe apareceu na empresa para uma reunião e pediram para que falássemos da experiência na firma, a fim de discutir o que estávamos achando do serviço. Então questionei o porquê disso, e pus a “boca no trombone”, com ênfase na comunicação deles, que era péssima. Ficou um silêncio absoluto, até que o chefe disse: “Nós queremos elevar nossos funcionários no mais alto nível, pegando pesado mesmo”. Então, um dia depois, recebi uma mensagem que estava sendo demitido. Por sorte, não dependia daquele dinheiro, pois não aceito esse tipo de abuso. © ceidilha / Reddit
  • Depois de me formar como chef, tive uma entrevista para estagiar na cozinha de um hotel famoso. Conversei com o patrão por cerca de 20 minutos em seu escritório, e ele parecia muito arrogante, mas não liguei para isso, pois o salário era decente e era o que eu precisava no momento. Quando eu estava saindo do escritório, me virei para sair pela sala de jantar (pelo caminho que eu tinha entrado) que estava fechada no momento, e ele me disse: “Não, não por aí, passe pela cozinha, você não é bom o suficiente para passar pela sala de jantar”. Fiquei tão surpreso com o que ele disse que apenas fiz o que ele pediu sem dizer uma palavra. © gkemball / Reddit
  • Trabalhei numa farmácia durante 35 dias. A minha função era de “caixa”, mas o chefe queria que eu limpasse, organizasse, ajudasse a balconista e ainda recepcionasse as mercadorias. Isso trabalhando 6 dias por semana, durante 8 horas e sendo obrigado a fazer hora extra à noite, às vezes tendo que sair 24h do local e tendo que estar às 8h da manhã do dia seguinte na firma, já que os turnos eram diurnos e noturnos aleatoriamente, e não recebia adicionais por isso. E ainda me falavam que era assim mesmo, e eu tinha que aceitar. Eis que um dia fui demitido porque o dono “não gostava do jeito que eu trabalhava”. Mas, sorte que me demitiram, pois já estava pronto para sair. © xdependent / Reddit
  • Estava procurando um estágio, nos anos 90, enquanto estava na faculdade. Então, encontrei um anúncio no jornal que parecia ser um trabalho de escritório fazendo ligações de vendas e decidi respondê-lo. Fiz uma entrevista por telefone e fui chamado para ir lá pessoalmente. Ao chegar no local, no que seria o meu “primeiro dia”, ou a segunda parte da entrevista, notei que um rapaz, que deveria ser um funcionário, convocou algumas pessoas para uma reunião com alguém que deveria ser o chefe. Sortudo como sou, fui escolhido, e fui também conduzido à sala. Mas, me espantei quando vi outras 50 pessoas no local. Só pensava: “Não posso ser dispensado sem nem ser contratado efetivamente”. Estávamos todos um pouco confusos sobre o que estava acontecendo. Até que “o chefe” apareceu e disse algo como: “Vocês foram selecionados para uma grande oportunidade”. Bem, a oportunidade era participar de um esquema de pirâmide. Eu e mais da metade da sala nos levantamos e saímos. © webz45 / Reddit
  • Fui convocada para uma entrevista e, no local, os entrevistadores (diga-se de passagem, pessoas de nível gerencial) simplesmente começaram a discutir uns com os outros na minha frente, no meio da dinâmica. Então achei que, se essa era a sintonia no setor superior, com toda a certeza eu não gostaria de ser um funcionário. Agradeci no final e disse que não era para mim. © Auto_Fac / Reddit
  • Eu fui estagiário em um laboratório, onde a empresa contratou eu e mais duas pessoas para emitir laudos de análises para uma empresa famosa. Trabalhávamos cerca de 8 a 9 horas por dia (incluindo sábados), porque tínhamos prazos rigorosos para entregar esses laudos. Quando os terminamos, descobrimos que o laboratório havia sido suspenso pela empresa em questão para a qual prestava serviço e, como nosso trabalho era só aquele, fomos demitidos. © VED89 / Reddit
  • Também já fui estagiária, só que na época eu tinha 18 anos e nunca tinha trabalhado. O estágio, no fim, acabou sendo um “freelancer” mal pago, no qual eu fiz um projeto inteirinho sozinha, e quando ele foi entregue, fui demitida. O problema é que depois os chefes me chamaram novamente para a empresa e minha família me animou a voltar. Pois bem, lá fui eu outra vez. Fiz outro projeto e fui “chutada” novamente. Nunca mais! © Aptekaf*** / Reddit
  • Na época em que eu fazia estágio, trabalhava muito mais que os funcionários efetivados e não era recebia “nenhum valor” na função que fazia. Todos tratavam o meu trabalho como um “qualquer um faz”. Agora, tive a carteira assinada e entrou outra pessoa na área de estágio, no meu antigo posto, e todos os dias eu vejo que estão notando a diferença do trabalho que “todo mundo pode fazer”, para o trabalho que eu fazia com muita dedicação e qualidade. Muitas pessoas tratam os estagiários como inferiores e caem em cima deles e por, muitas vezes, ser o primeiro emprego da pessoa, ela acaba não ligando para os abusos cometidos no trabalho. © smitih / Reddit
  • Quando fiz estágio, em 1999, tive a incumbência de trocar as lâmpadas fluorescentes da empresa. Eu deixava as que foram trocadas encostadas na parede e estava tudo bem, tudo seguindo o seu fluxo. Até que, de repente, só ouço uma delas escorrendo e eu penso: “Tranquilo, no chão tem carpete!” Mas cara, quando ela caiu no chão, deu um estouro que eu nunca tinha visto antes. Tive que limpar tudo com a moça da limpeza, tadinha... © ricardo_varjao / Reddit
  • Comecei um trabalho temporário para um arquiteto paisagista. Quando cheguei ao local, ele pediu para cavar um buraco na terra rochosa, provavelmente para alocar uma planta. Pedi uma pá, mas ele não tinha uma. Então pedi uma enxada, mas ele também não tinha uma. Então simplesmente disse que eu deveria cavar o buraco com as minhas próprias mãos e se dirigiu para outro lugar, deixando-me sozinho. Eu até cavei um pouco, mas depois desisti e fui embora. Se o trabalho especificasse que eu precisava levar minhas próprias ferramentas, eu teria levado, mas não, eu não ia trabalhar para alguém que esperava que as pessoas cavassem o solo com as próprias mãos. © csudebate / Reddit
  • Eu era estagiário na área de Direito. Meu chefe me mandou protocolar um carrinho cheio de processos com outro estagiário. Para terem ideia, a altura dos papéis ia até mais ou menos nossos ombros. Nunca tinha visto tanto protocolo. Então pegamos um táxi e fomos em direção ao escritório. O problema é que, o motorista errou a rua e nos deixou no outro lado da avenida. No local, todos que passavam olhavam para nós estupefatos com o tamanho da pilha no carrinho. Quando fomos atravessar, só me veio um pensamento breve: “Imagina se esse carrinho tomba aqui no meio” e, bem, foi um pensamento horrível para ser ter naquele momento, pois bem na mesma hora, o cordão do carrinho desceu e soltou uma roda. Resultado: a pilha de papéis caiu e cobriu a avenida inteira, de ponta a ponta. E, com isso, literalmente trancamos a rua... não tinha como nenhum carro passar, em meio ao nosso desespero. Nisso, o sinal abriu e fechou duas vezes e todos os carros e ônibus buzinavam freneticamente. Só conseguimos tirar todos os papéis depois que três motoristas foram nos ajudar a empurrá-los para um canto, e um deles ainda nos falou: “Meu Deus! Ainda bem que não sou vocês!” e, mesmo assim, bloqueamos uma das vias até conseguir empilhar tudo na calçada. Depois de tudo isso, na hora de protocolar, estava tudo misturado, por isso, fizemos tudo errado. Relatos da minha vida de estagiário. © MeusDedosDoem / Reddit
  • Eu trabalhava como estagiário em uma loja de artesanato como caixa, mas saí da firma quando mudei de cidade. Acabei voltando alguns anos depois para garantir uma renda extra, mas dessa vez no departamento que vendia molduras. Durante a entrevista, disse que não gostaria de trabalhar integralmente como caixa, e eles prometeram que eu seria uma espécie de “caixa reserva”. Não cumpriram com o acordo, então dei desconto a todos que vieram ao meu caixa durante as 6 horas em que estive lá. © Katy-L-Wood / Reddit
  • No primeiro dia de trabalho, no depósito de uma das maiores empresas de tecnologia do planeta, os gerentes explicaram a todos como funciona uma pausa de 15 minutos no local. Isso é, caminhar até a “sala de descanso” leva 2 minutos e meio, o mesmo vale para a volta. Então, em tese, você teria somente 10 minutos para voltar à sua estação de serviço. Pois bem, levei 2 minutos e meio para caminhar até meu carro e fiz “uma pausa” para sempre. © timefaysal / Reddit
  • Uma vez, me inscrevi para um emprego de telemarketing e consegui a vaga. Eu não sabia o que exatamente tinha que fazer. Depois de uma hora, descobri que era uma inconveniência terrível... ligávamos repetidamente para as pessoas enquanto elas jantavam, tentando vender coisas que elas não queriam. E líamos um “roteiro” péssimo do que deveria ser dito enquanto sentávamos numa sala cinza totalmente “sem vida”. Pedi desculpas ao gerente e disse que não era uma boa opção para mim. Bem, ele pareceu compreensivo. © mirageofstars / Reddit
  • Tive uma entrevista para trabalhar em uma empresa do segmento de alarmes. No dia seguinte, o gerente me ligou para o meu “primeiro dia de estágio”, mas eu não deveria ir direto ao escritório, primeiro nos encontraríamos em um restaurante, pois eles gostavam de conhecer melhor os funcionários durante o almoço. Pois bem, passado isso, fui ao escritório no dia seguinte e outro funcionário me abordou dizendo: “Você deve ser o novo estagiário! O gerente o descreveu como ’Menino bonito’”. Na mesma conversa, descobri que ninguém nunca havia sido convidado para um almoço “íntimo”. Me demiti no mesmo dia! © Scandal929 / Reddit
  • Consegui o que deveria ser um “estágio de prestígio” na área da política, que vinha com um certificado de segurança e tudo. Pois bem, na entrevista, descobri que o “estágio de meio período” era, na verdade, de 40 a 60 horas, não remunerado e que nenhum estagiário que havia trabalhado para a organização alcançava realmente uma vantagem para outros cargos federais. Deveríamos facilitar reuniões com chefes de estado, coordenar conferências e ajudar alguns funcionários a redigir trabalhos de pesquisa publicados (sem ser creditado por isso). Eu saí fora! Não sou louco! © HeyItsTheShanster / Reddit
  • Fui contratada para ser garçonete, que ganha menos que todos os outros funcionários por hora, devido às gorjetas. Durante todo o turno, eles me fizeram lavar a louça que chegava à pia, mas me pagaram o salário normal para o meu cargo. Saí de lá, e descobri que depois de alguns meses, o restaurante foi investigado por várias atividades fraudulentas. © Yellowchaitea / Reddit
  • Fiz uma entrevista para “estagiário de marketing profissional” e consegui o emprego imediatamente. Tive a impressão de que eu seria assistente do homem por quem fui entrevistado. Quando apareci no meu primeiro dia, a mesma sala de espera em que eu estava no dia anterior estava empanturrada de gente. Pois bem, rapidamente descobri que éramos todos contratados e que eu sairia na rua para vender produtos de porta em porta. Passei o dia inteiro dentro de um Starbucks me candidatando a outros empregos e fui para casa. Recebi o pagamento do dia e nunca mais voltei. © unelune / Reddit
  • Cheguei de camisa e gravata, no meu primeiro dia como estagiário, e o gerente me olhou da cabeça aos pés dizendo que meus sapatos eram “inaceitáveis”, porque eles não eram sapatos sociais com cadarços, mas somente “sapatos sociais”. Bom, era um trabalho de salário mínimo distribuindo panfletos. © AndresD***Fingers / Reddit
  • Meu esposo tem uma estagiária que, aparentemente, decidiu fazer o “dever de casa” no meio do dia útil de trabalho. Quando o chefe perguntou o que ela estava fazendo, ela respondeu: “Achei que poderia fazer o dever de casa se ficasse sem nada para fazer”. Eles gentilmente explicaram a ela que ela poderia pedir mais trabalho, e que não estavam pagando para ela fazer o dever de casa. Ele contou ainda que o estagiário do último ano foi pego gastando todo o seu tempo atualizando a Wikipédia. Ninguém conseguia entender por que alguém iria brincar... na Wikipédia! O vencedor, porém, foi há dois anos, quando o estagiário adormeceu em meio a uma reunião de equipe. Todos pararam até ele acordar. Então ele levou uma bronca, mas cerca de 10 minutos depois adormeceu novamente. Bom, aquele rapaz não sobreviveu até o fim do verão. © potatoisafruit / Reddit

Agora, imagine ter uma carga horária estipulada pela empresa por contrato, e na hora de ir embora, a firma exigir que você fique até mais tarde fazendo serviço extra, como lavar as calçadas, por exemplo? Foi o que aconteceu com outra internauta, que sem pensar duas vezes, questionou seu chefe qual a razão por trás disso, já que ela não ganhava nada a mais pela “hora extra”. Que saber o que ele respondeu e conhecer ainda, outras histórias de deixar abismado? Clique aqui!

Imagem de capa ceidilha / Reddit

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados