12 Coincidências que de tão estranhas parecem inexplicáveis

Curiosidades
há 11 meses

Às vezes acontecem coisas tão estranhas que realmente fica muito difícil de acreditar, mesmo diante das evidências. Assumimos que fenômenos semelhantes são mais típicos de filmes de fantasia ou ficção científica. Neste caso em particular, compilamos uma série de sugestivas “coincidências” ocorridas ao longo da história recente que deixam qualquer um perplexo. Confira!

1. O visionário Verne

Uma das obras mais conhecidas de Júlio Verne, Da Terra à Lua, publicada em 1865, apresenta um canhão chamado “Columbiad” que dispara um projétil tripulado por humanos, direcionado à Selene (mito grego que personificava a Lua). Curiosamente, 104 anos depois, o módulo da espaçonave Apollo XI que completou a missão à Lua seria chamado de “Columbia”.

O nome Columbia foi sugerido pela primeira vez a Michael Collins por Julian Scheer, um assistente de relações-públicas da NASA. Ele mencionou o nome sem pensar muito, durante uma conversa ao telefone, dizendo que “alguns de nós, estiveram dando voltas pela Columbia”. Embora a princípio o nome parecesse um pouco “exagerado” para Collins, ele finalmente assim batizou o módulo, pois não conseguia pensar uma opção melhor. Além disso, seus colegas de tripulação Buzz Aldrin e Neil Armstrong não tinham outras sugestões. Então, Collins percebeu a semelhança do nome com Columbiad, o canhão inventado por Verne.

2. Uma incrível semelhança

O famoso piloto Enzo Anselmo Ferrari, fundador da equipe de corrida Scuderia Ferrari Grand Prix e mais tarde da marca Ferrari, morreu em 14 de agosto de 1988, após ter dedicado toda a sua vida aos automóveis.

Dois meses depois, em 15 de outubro, nasceu na Alemanha Mesut Özil, hoje jogador meio-campista de futebol que poderia se passar por um gêmeo idêntico de Enzo Ferrari. A semelhança é de fato surpreendente e, além disso, a coincidência nas datas muito marcante.

3. A história do Titanic escrita em um romance

O naufrágio do Titanic foi um dos acontecimentos históricos que chocou a humanidade, impossível ser previsto ou mesmo imaginado, pois desde a sua construção se dizia ser impossível naufragar.

No entanto, vários anos antes, em 1898, o escritor Morgan Robertson publicou um romance chamado Futilidade, ou o Naufrágio de Titan. O autor narrou o episódio ocorrido após o naufrágio de um transatlântico chamado “Titan”, que colidiu com um iceberg. As semelhanças foram extremamente surpreendentes.

4. A coincidência Händel-Hendrix

O compositor Georg Friedrich Händel, um dos gênios musicais dos séculos XVII e XVIII, morou na 25 Brook Street, no bairro Mayfair, em Londres. Nessa mesma rua, no número 23, residiu outro gênio da música, mas do século XX, Jimi Hendrix. O primeiro viveu ali até 1759; o segundo, no final da década de 1960. Além disso, o som de seus sobrenomes é muito parecido. Hoje, funciona um museu nessa casa.

5. O livro perdido de Anthony Hopkins

Antes de se tornar um grande ator de Hollywood, Anthony Hopkins aceitou o papel em A Garota de Petrovka. Comprometido com seu trabalho, buscou um exemplar original do romance, escrito por George Feifer, para interpretar seu personagem com maior fidelidade. Para surpresa do ator, não conseguiu encontrar uma cópia do livro em lugar algum.

No entanto, um dia, enquanto caminhava por Londres, notou um livro abandonado em um banco no parque. Coincidentemente, de todos os livros perdidos no mundo, esse era precisamente o romance de Feifer.

Todavia, a história não terminou aí, pois o ator conheceu o próprio George Feifer durante as filmagens. O autor comentou não ter um exemplar de seu próprio livro, pois o emprestou a um amigo que o perdeu, em Londres. Então, Hopkins pegou sua cópia e mostrou ao escritor: claro que era a mesma.

6. O reencontro de gêmeos

Em 1979, dois gêmeos de 39 anos se reencontraram após serem separados com três semanas de vida. No entanto, o reencontro foi cheio de surpresas: os dois se chamavam Jim (nomes dados por seus pais adotivos), e ambos adoravam matemática e carpintaria e eram policiais em suas cidades.

Mais curioso ainda foi que suas esposas se chamavam Linda, eles se divorciaram e tornaram a se casar com mulheres chamadas Betty. Seus filhos foram batizados de James Allan e James Alan.

7. O curioso caso de Eleanor Rigby

John Lennon e Paul McCartney se conheceram na Igreja São Pedro, em Woolton, em 1957. Essa amizade mudou a história da música, pois, mais tarde, formariam Os Beatles. Curiosamente, no mesmo local em que se encontraram, a poucos metros de distância, estava o túmulo de uma mulher chamada Eleanor Rigby.

Nove anos depois, Paul McCartney escreveu a canção “Eleanor Rigby”. Segundo os dados, o músico batizou seu personagem com o nome da atriz Eleanor Bron, e o de uma loja em Bristol chamada Rigby & Evens Ltd. Mais tarde, o artista disse que talvez o túmulo tivesse algo a ver com o nome de sua música, embora não diretamente.

8. Stephen Hawking e os números

ASSOCIATED PRESS / East News

Sabemos que o tempo é relativo e que coincidências podem existir, mas o que dizer sobre o dia da morte de Stephen Hawking, ocorrido em uma data muito significativa: 14 de março, aniversário de 139 anos de Einstein e dia em que se comemora o Pi.

9. A sorte de uma comissária de bordo

Não resta dúvida de que quando a sorte lhe sorri, o faz de maneira misteriosa. A jovem enfermeira Violet Jessop começou a trabalhar na tripulação do navio olímpico que colidiu com outro. Felizmente, não houve mortes e, apesar dos danos, o transatlântico conseguiu retornar ao porto sem naufragar.

Um ano depois, Jessop foi transferida para o Titanic, que atingiu o iceberg, em 1912; ela sobreviveu ao embarcar no bote salva-vidas 16 e lhe pediram para cuidar de um bebê.

No entanto, a vida lhe impôs outra prova quando embarcou no Britannic e houve uma explosão inesperada. Sobrevivente mais uma vez. Ela morreu aos 83 anos de uma doença cardíaca.

10. O aniversário de Mark Twain

Como sabemos, o cometa Halley passa pela Terra a cada 76 anos e podemos vê-lo. Em 1835, um dos anos em que esse fenômeno ocorreu, nasceu o famoso Mark Twain. No entanto, em algum momento, o escritor previu que sua morte seria no mesmo ano em que o cometa passaria novamente.

“Isso será decidido pelo Todo-Poderoso, sem dúvida, mas aqui temos dois fenômenos. Chegamos juntos e devemos sair juntos”, disse. O mais surpreendente é que ele não estava errado, pois morreu um dia após o cometa atingir seu ponto mais próximo da Terra.

11. A mulher que foi retratada duas vezes pelo Google Maps

A popularidade do Google Maps está em ascensão e prevê cada vez mais coincidências que podem ocorrer nas ruas. Embora já conheçamos algumas imagens marcantes que o aplicativo nos forneceu, sem dúvida a de Leanne Cartwright se destaca.

A chamada “viajante do tempo” foi registrada no mesmo local, na mesma pose e uma bolsa, com dez anos de diferença. No entanto, ela não sabia até seu marido procurar a primeira imagem e depois encontrar a segunda.

12. O México e seus terremotos

O México é um país famoso por seus costumes, sua magia e seu folclore, mas, nos últimos 100 anos de sua história, ocorreram fenômenos telúricos que vão além da explicação científica.

Em 19 de setembro de 1985, a Cidade do México acordou com um dos terremotos mais fortes de todos os tempos. Desde então, nada foi o mesmo e todos os anos é realizada uma grande simulação para evitar catástrofes.

O interessante é que nos anos 2017 e 2022, poucos minutos após os exercícios, ocorreram terremotos, ambos superiores a 7 graus na escala Richter, o que os torna muito perigosos. Sem dúvida, para os mexicanos, 19 de setembro é uma data difícil de esquecer.

Que coisas já aconteceram com você e que considera não serem simples coincidências? Conte para a gente nos comentários!

Imagem de capa Unknown author / Wikimedia, Public Domain / Creative Commons, AA/ABACA / Abaca / East News

Comentários

Receber notificações

Materia muito interessante!!! Por favor façam mais matérias assim!!! 😃

-
-
Resposta

Artigos relacionados