10 Atitudes de pais tóxicos que arruínam, sem notar, a vida dos filhos

Psicologia
há 4 anos

Especialistas podem ajudar a ver a diferença entre filhos ingratos e vítimas de uma educação tóxica. Por exemplo, o psicólogo clínico Seth Meyers e o professor Preston Ni, em seus artigos, falam sobre pais que, com seu comportamento, arruínam a vida de seus filhos. Mas a criação de filhos é um trabalho árduo e não faz sentido culpar os pais por "não serem ideais". Com esse critério, poderíamos dizer que os super-heróis "salvam o mundo de uma maneira pouco filosófica". A linha entre erros parentais e dano direto pode ser muito tênue. Esta matéria se concentrará em pessoas que prejudicam moralmente seus filhos. Continue lendo para descobrir como reconhecê-las e se proteger.

Um pai tóxico coloca tarefas contraditórias diante da criança. Elas constituem um desafio mais sério à lógica do que a ordem de fechar a boca e tomar a sopa. O Incrível.club propõe descobrir que ordens não podem ser cumpridas sem danos à psique.

1. Tenha medo de mim - me ame

Muitas vezes, pais tóxicos dão ataques emocionais de formas inesperadas: cuidado, rigor, luta contra as birras. Nessas famílias, pelo som das chaves e pela microvibração dos passos, as crianças entendem com que humor o pai voltou para casa. Suas vidas passam entre sessões de lavagem cerebral.

Pais tóxicos ficam ofendidos quando suas tentativas de infligir um bem são percebidas com cautela. Nesses casos, eles recorrem ao seu monólogo favorito: "Todas as crianças são normais, mas de você é inútil esperar gentileza ou afeição".

2. Compreende os problemas dos adultos - continua sendo uma criança

Em famílias tóxicas, os pais culpam seus filhos por suas decisões. Por exemplo, a criança pode pensar que, devido ao seu mau comportamento, o pai precisa acalmar os nervos com uma "bebida forte".

Mais tarde, a criança se torna cúmplice involuntário dos dramas dos adultos. O adolescente ouve as queixas dos pais, digerindo detalhes desnecessários. Tem que se adaptar à "difícil situação familiar", colocar-se no lugar dos pais, ajudar, consolar. Infelizmente, o acúmulo de obrigações não inclui o direito à própria opinião.

3. Seja o melhor - não esqueça que você é um inútil

Os pais narcisistas esperam da criança apenas os melhores resultados. No entanto, as vitórias são dadas como certas. Se você conseguiu: não fez mais do que a sua obrigação. Se falhou: receba sua dose de humilhação. Os comentários dos pais na infância arruínam a vida. A pessoa cresce com a sensação de que nunca foi suficientemente boa para seus pais.

4. Pode se abrir comigo - não se surpreenda com uma "punhalada pelas costas"

Os pais tóxicos literalmente pulverizam as confissões de seus filhos por todos os meios possíveis. Na maioria das vezes, gerando no filho / filha o sentimento de culpa. Posteriormente, as informações obtidas são utilizadas contra o interlocutor. Existem vários cenários:

  • Os detalhes da vida pessoal do filho / filha serão conhecidos por outras pessoas: parentes, vizinhos e, por vezes, vendedores do mercado local.
  • O pai terá uma desculpa para reprovar ou fazer comentários sarcásticos: "Se você é tão bom, então por que... (insira os fatos confessados)?"

5. Você é mau - nem se atreva a ser melhor

Quanto mais baixa a autoestima da criança, mais fácil será fazê-la dançar ao ritmo da família. Os pais tóxicos falarão entusiasticamente sobre os erros e fracassos de seu filho ou filha. Muitas vezes, a ênfase está na aparência, já que é um ponto fraco de fácil acesso. Se não houver "defeitos" óbvios, os inventados serão usados.

As tentativas da criança de se livrar dos complexos serão sabotadas. Porque bons resultados aumentam a autoestima. Pais tóxicos não precisam de uma criança "melhorada" que demonstre força de vontade, mas de um "saco de pancadas" para apanhar sem responder.

6. Desenvolva-se - elimine seus planos para o futuro

A criança é obrigada a dar informações sobre o seu progresso. Ao mesmo tempo, as formas de atingir os objetivos são ignoradas. Por exemplo, tem que avançar na carreira profissional, mas ser o trabalhador auxiliar da mãe. Ou gerar laços úteis sem sair da cozinha.

Um pai narcisista se alegra do bem-estar de seu filho por dois motivos:

  • O sucesso das crianças pode ser usado para causar inveja nos outros.
  • Filhos bem-sucedidos fornecem acesso a uma vida melhor.

Existem também outras razões. A criança é informada sobre os cenários idealizados para lembrá-lo periodicamente a distância entre ele e o precioso alvo. A classificação de "insuficiente" permanecerá no inconsciente da criança para sempre.

Muitas vezes, a vida coloca uma escolha diante de pais tóxicos. O que é melhor, perder o controle sobre a criança, recebendo mais benefícios para a família, ou vice-versa? Muito provavelmente, eles não desistam do controle.

7. Siga minhas instruções - culpe a si mesmo pelos maus resultados

Pais narcisistas se comportam com a criança como se ela lhes pertencesse. Eles participam ativamente do planejamento de sua vida, reagindo negativamente a qualquer tipo de objeção. As consequências do controle sufocante não são levadas em conta. Se algo der errado, a falha está no "executor".

"Não importa qual é a decisão certa, se a sua ou a minha, o importante é que não seja a sua", esta é a filosofia principal de um pai tóxico.

8. Vá - não me deixe

Em famílias normais, o desejo de um filho adulto de se separar é percebido como algo natural. Para pais tóxicos, a separação de crianças é como o lançamento de uma sonda a Marte: é um evento real, mas que raramente acontece.

O filho permanece dentro do campo de visão dos pais, mas, regularmente, as proibições e limites parentais são aumentados. A participação total no conselho familiar também é proibida.

O que um pai tóxico realmente quer? Que seu filho adulto fique ao seu lado, mas que seja calmo e obediente.

9. Aceite minha ajuda - pare de me "pressionar"

Os pais oferecem algum tipo de ajuda, que pode ser facilmente dispensada. Uma rejeição disso causa ofensa. Pela cabeça do filho, passa o seguinte: "Meus pais provavelmente querem se sentir úteis". A ajuda é aceita e apreciada, alguma colaboração é fornecida em troca (não estamos falando de filhos parasitas). Final feliz? Não virá, porque os pais tóxicos distorcerão o enredo desta história. Segundo eles, a escravidão vitalícia será o pagamento apropriado para um pote de geleia caseira.

As crianças se tornam reféns morais duplos:

  • Ao tentar recusar ajuda dos pais. É errado virar as costas quando as pessoas próximas estão tentando ajudar.
  • Tendo recebido a qualificação de "eterno devedor". Os pais trabalharam muito duro: por acaso é muito difícil ajudá-los? Até mesmo se "ajuda" significar "venha urgentemente às 9h da manhã de um sábado para pegar o balde de maçãs, que vão apodrecer".

10. Confie em mim - esteja sempre alerta

Privacidade? Espaço pessoal? Pff... De acordo com os pais tóxicos, você está pronunciando erroneamente as palavras "revisão" e "controle".

É moralmente difícil limitar o acesso ao território pessoal: os pais vão acusá-lo de não confiar neles. Viver separadamente não irá salvá-lo: o molho de chaves dado "apenas no caso de..." será usado mais do que você pensa. Após cada revisão em sua casa, você terá que se justificar. O que, por exemplo, faz aquela xícara suja em cima da mesa? Por que você gastou tanto dinheiro com essa bobagem?

Como se comportar com pais tóxicos?

Fugir de relações tóxicas é difícil. Mesmo para filhos adultos, que moram sozinhos. No entanto, os especialistas dão uma série de conselhos universais que permitem proteger limites pessoais sem ir tão longe a ponto de queimar as pontes. Para começar, você precisa aceitar alguns fatos importantes:

  • Não é possível mudar o passado.
  • As relações tóxicas se assemelham a doenças crônicas: é improvável que elas possam ser "curadas", então o objetivo principal é evitar exacerbações.

As recomendações dos psicólogos baseiam-se no entendimento de que uma pessoa tem direitos e desejos dos quais não deveria se envergonhar:

  • Viver separadamente e de acordo com as próprias regras.
  • Não participar da solução dos pequenos problemas cotidianos dos familiares.
  • Restringir o acesso ao seu território pessoal.
  • Acumular experiência, ignorando o "Eu sei melhor o que fazer" dos pais.
  • Gerenciar seus próprios recursos: tempo, energia, salário.
  • Não sacrificar interesses pessoais pelo momentâneo "ter que" dos pais.

É importante lembrar que esses direitos são válidos para ambas as partes. Você não pode se afastar de seus pais e, ao mesmo tempo, achar que eles têm a obrigação de ajudá-lo de qualquer forma.

Ficaremos felizes se você caracterizar as situações listadas nesta matéria com a palavra "bobagem". Nesse caso, é motivo para agradecer a seus pais por serem normais e bons. Mas, se as histórias tocaram a sua alma, compartilhe sua experiência. Você conseguiu resistir à pressão de pais tóxicos?

Ilustrador Marat Nugumanov exclusivo para Incrível.club

Comentários

Receber notificações

Muita gente acha q só pq a pessoa é adulta ela n pode ser toxica com sua propria familia

-
1
Resposta

ser tóxico nao se resume a idade , mas sim em ações ! um adulto de 50 anos pode ser tão toxico como um jovem de 16, tóxidade para com próximo é voce o constranger/maltratar/e o afetar emocionalmente, de modo que afeta na qualidade de vida e saude da pessoa

-
-
Resposta
há 2 anos
Este comentário simplesmente não pode ficar aqui sozinho, coitado!
há 2 anos
Meu Deus do céu, Karen. Por que você apagou este comentário?

Em famílias tóxicas, os pais culpam seus filhos por suas decisões.. Isso é um verdadeiro inferno!

6
1
Resposta
há 3 anos
Sério! Ninguém tem muito tempo para isso.

Nossa minha mae tem uma dificuldade muito grande em aceitar q ela e toxica. Alias, essa e uma das características de pessoas toxicas ne

5
1
Resposta

Tenho 16 anos e passo isso diariamente com meus pais, é algo muito dificil de lidar mesmo :/

pq n é facil simplismente virar as costas para os pais e ignorar

5
-
Resposta

Oi, Nataliaa, se eu puder te dar um conselho, tenta ir pra terapia o mais cedo possível. Comportamentos desse tipo destroem a auto-estima de uma pessoa e isso impacta todo o resto da sua vida. Entender que cê não tem culpa de nada, entender que você não precisa agradar ninguém para ser você mesma, é super importante na sua vida pessoal e profissional. Tenha certeza que você já é perfeita do jeito que você é.

2
-
Resposta
há 3 anos
Este comentário foi comido por um guaxinim.

Tenho 16 anos , e muito difícil lidar cm pessoas tóxicas, principalmente se algumas dessas pessoas são seus pais, principalmente se essa pessoa for sua mãe, é muito difícil viver em um ambiente q nn tras paz, literalmente ninguém me entende nem me apoia no que eu qro sempre sou a errada em tudo.

1
-
Resposta

Amo meus pais, somos próximos.

Mas quando morava com eles eu não tinha vida própria, era uma extensão da vida deles.Eles estavam em toda casa ,onde ia encontrava-os no caminho (cidade pequena ).

Para ter privacidade só com chave no quarto. Nunca recebi ninguém em casa, só queria ficar em paz no quarto pra ler,pensar na vida.

Ver tv em paz na sala?Só hoje na minha casa,onde tenho companhia apenas do marido e do gato e cachorro.

5
-
Resposta

minha mãe escondeu a chave e ainda eu fui numa psiquiatra ela me passo uns remedios e minha mãe me força eu a beber bem eu não quero e ainda ela nem liga pra so sabe falar mal de mim pros outros eu to andando mal , ela até me mando ir na igreja com ela, vive reclamando e tbm nao deixa eu sair pq fala que nao sei de nada so coisas negativas de mim bem o que faço Liane ?

5
-
Resposta
há 4 anos
Este comentário está escondido em um lugar bem protegido.
há 3 anos
Este comentário era lindo demais, só que em outro lugar.

tomou a decisão certa! se não tem liberdade busque por ela e a conquiste sempre que tiver a chance :)

1
-
Resposta

Já não sou mais criança/adolescente. Pelo menos, penso que não, pois já tenho 26 anos. Porém, minha mãe me trata como tal. Meu pai faleceu quando eu tinha 14 anos, e desde então, tudo, exatamente tudo tem sido mais dificil. Meu convívio com minha mãe desde que me entendo por gente, que sei que não é dos bons. E hoje, ainda vivo com ela, sou recém-formada em Engenharia Civil, excelente curso, porém nosso mercado de trabalho está escasso, mas tudo irá melhorar. Logo, assim que conclui, ainda na noite da minha colação de grau, ela (mãe) se vira pra mim e diz: " Paguei 5 anos em vão, pra você ficar dentro de casa.". O que eu tenho a dizer sobre este artigo, ela se enquadra em todas as características. Eu peço a Deus todos os dias por um trabalho. Quero sair de casa, ter minha vida. Aprender a andar sem que ela mande nos meus passos. Pra todo mundo ela diz que não presto, mas me quer dentro de casa a disposição dela e dos meus irmãos. Eu tenho que largar tudo que é meu, para abraçar as obrigações dos outros. Eu to num nível de esgotamento mental, altissímo.

4
1
Resposta
há 2 anos
Este comentário foi apagado. A festa acabou. Todo mundo pra casa!

Pegue qualquer emprego q conseguires mesmo não sendo da sua área por enquanto e vá morar em outra cidade!! Foi o que fiz!

5
-
Resposta

Minha mãe foi bastante tóxica! Fico muito triste em olhar para trás e lembrar de toda essa conduta tóxica ☹️ com a minha filha procuro agir de forma totalmente oposta, estou sempre me policiando.

1
-
Resposta

Eu tenho medo de fracassar - fruto dessa relação com o meu pai. Toda a minha família paterna é abusiva, não existem exceções. Minha mãe, que tem uma família normal, mas vive há 23 anos um relacionamento super abusivo com meu pai (todos os dias ela sofre abuso psicológico e, muitas vezes, verbal).

Me sinto muito estúpida por não conseguir defendê-la, meu irmão adolescente também está crescendo de uma maneira problemática e eu não consigo fazer nada sobre isso.

Me sinto muito pressionada, principalmente porque sou o modelo de filha perfeita, a família toda espera que eu os salvem, de alguma forma. Não vejo a hora de sair desse ambiente pra poder errar, pra poder tomar as minhas próprias decisões e ser, finalmente, livre e humana.

4
-
Resposta

Comigo é exatamente o mesmo!!! Sério, a única diferença é que a família da minha mãe mora do outro lado do país e eles não se veem faz mais de 20 anos. Porém me identifico com tudo o que você disse.

1
-
Resposta
há 3 anos
E por acaso havia algum comentário aqui?
há 3 anos
Algo muito doido aconteceu aqui... Mas, foi mal. Não posso contar porque é segredo.

primeiramente, voce não tem culpa de sua mãe viver em um relaciomento abusivo nem de seu irmão e voce estarem sendo vitmas desse caos, isso são escolhas! sua mãe esta com este ogro por escolha, mesmo sofrendo ela não age, tambem são escolhas, chegue nela e fale que isso esta te afetando, mostre que ela não deveria aceitar esse tipo de situação (não tenha medo) esse é o primeiro passo, em seguida converse com o seu irmão, fale pra ele estar com voce nessa para que os dois juntos possam reverter essa situação, e se mesmo fazendo tudo isso e não adiantar, chegue no ogro que maltrata sua mãe e peça pra parar, não tenha medo dele não, se ele te bater ou te xingar, sabe oque voce faz? liga pra policia, se voce preferir não fazer essas coisas te dou uma solução mais simples, filme escondido os abusos e os xingamentos verbais, e ligue anonimamente no numero 180 , esse é o numero de defesa da mulher vitma de abuso domestico, o principal é - não deixe isso como esta!

-
-
Resposta

eu hoje tenho 43 anos sou casada tenho dois filhos , eu sei que não é fácil, casei a primeira vez pra fugir dessa situação , me divorciei depois de 7 anos ,minha infância e a minha adolescência inteira fui pressionada por pais abusivos , não só emocionalmente mas a agressão física também levei muitas surras , já não aguentava mais a pressão. aos 30 anos casei de novo e tive 2 filhos , que são os presentes mais lindos da minha vida, um marido maravilhoso. E hoje eu ajudo outras pessoas a saírem de relacionamentos abusivos.

4
-
Resposta

isso ai angelica, admiro sua resiliência em ter prosseguido a vida mesmo depois de tantos abusos, seja forte hoje e sempre.

-
-
Resposta

Acho que q ao invés de ter PAIS tóxicos, eu tenho uma FAMÍLIA tóxica

1
-
Resposta

Fala Talitha tenho 22 anos,me chamo André,passo pelo mesmo problema,me chama no whats conversar melhor 975284144

1
-
Resposta

Cara manu serio, Meus pais São mô toxicos cmg ,so pq eu erro em algo super bobo meus pais tiram tudo de mim e tbm eles sao mto emplicantes se desse pra ter outros pais eu teria

1
-
Resposta

Minha mae falar assim comigo um dia que ela morrer ela vai ver😭😭😭😭😭 eu pesso uma coisa ela e ela falar que eu não to mais na idade 😭😭😭 eu fico toda ferida por dentro mas parece que ela nãp percebe ela sempre falar que o meu pai nao tem dinheiro por causa de mim 😭😭😭 us so é muito triste ja faz um ano que o meu pai ta desempregado e isso fere muito ela deixa meu coraçao parte meu coraçao

Me deixa algumas sujestoes por favor 😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭

2
-
Resposta

Minha vida também esta na merda pois eu tenho depressão mais mesmo assim tenho que aguentar mina Mãe que e toxica não respeita minha privacidade mas devemos ser forte :3

1
-
Resposta

os pais podem ser os mais horriveis, mas graça ao incrivel poder de (escolha) nós temos o aval de sermos diferentes...desejo força e resiliencia para voce

1
-
Resposta

Eu achava normal apanhar o tanto que eu apanhava, depois que eu cresci eu vi o quanto isso me afetou e o quanto eu não merecia. Sempre fui boazinha, nunca dei trabalho com nada, tirava boas notas e nem me importava com namoradinho (nunca tive e nem quero) mesmo assim era culpada por tudo e levava surra. Por conta disso cresci super acuada, medrosa e muito solitária.

-
-
Resposta

Mas o que mais me deixa incomodada é o fato da minha mãe me tratar mal na frente dos outros, alem das palavras ruins, ela até me batia ao ponto de gente ter que intervir e eu morria de vergonha.

Eu gosto dela sim, mas queria ter tido uma mãe mais carinhosa como a minha prima tem. A forma como a gente é tratado na infância influencia muito na nossa vida adulta.

-
-
Resposta

oi Elena, infelizmente sua mãe não bate bem da cabeça, pode ter sido a criação dela, ou alguma frustração durante a vida, ficar remoendo seu passado pelas coisas de ruim que lhe aconteceu, só te fara caminhar para trás, mesmo ainda tendo feridas, apenas reconstrua sua vida e tente seguir de cabeça erguida, forte sabendo que mesmo depois de tudo isso você se mantem de pé, esta viva e pode viver sua vida do modo que desejar, se for menor de 18 anos tente conversar de modo mais serio com sua mãe e peça (PARE DE ME MALTRATAR) se mesmo assim ela persistir , peça ajuda para alguem que confie ( não tenha medo) e se ela te bater sem motivo algum, ligue pra policia e faça essa mulher parar de uma vez, uma coisa é repreender o filho, outra coisa é maltratar, negligencia é crime e voce tem que se defender mesmo sendo sua mãe, desejo força para voce

-
-
Resposta

Não aguento mais tenho 15 anos e minha mãe me trata como se eu fosse uma criança moro em apartamento e ela fica me controlando,pra eu poder jogar bola ela fica falando um monte de coisa me sinto muito preso

1
-
Resposta

não mostre pra sua mãe que isso te afeta, faça o oposto, mostre maturidade e converse com ela como homem, ja que você se considera adulto, peça mais liberdade e compreensão mas se desrespeitar ou destrata-la estará sendo o garoto de 15 anos que você é

-
-
Resposta

Minha mãe é tóxica e ainda agressiva, tenho 19 anos e vou sair de casa escondida e vou ir morar com meu namorado no Rio de Janeiro, eu não tô aguentando mais ela, sabe eu nem sei quem eu sou direito eu só fico no meu quarto pq ela não me deixa sair, ela que toma minhas decisões e quando eu quero tomar a decisão e não for à que ela quer acontece alguma coisa de ruim comigo, meu pai separou dela pq ela batia nele, não deixava ele ir nas festas de família, ela é possessiva, ela tbm casou obrigada pq tava grávida de mim, são tantas coisas,eu as vezes me sinto muito mal eu só queria não existir, meu namorado tem me ajudado tanto mesmo de longe é isso 🥺

-
1
Resposta

dizer para você apenas (fique bem/te desejo sorte) não seria um conselho válido para te ajudar mel, eu tambem passo pela mesma situação chata que você, mas no meu caso eu passo isso desde pequenina (problemas e traumas emocionais) que carrego até hoje, não justifico a atitude de sua mãe, mas creio que ela faça isso por tbm ter questões pscicologicas em desordem, talvez um medo de ser abandonada, tente conversar seriamente com ela sobre sua frustração, mas se não adiantar suas tentativas, apenas saia de sua casa e vá viver sua vida, isso se você puder se sustentar por conta própria, porque se for sair e depender de namorado você terá o maior arrependimento de sua vida! independente das dores, não esqueça da sua mãe, mesmo sendo ruim, ela ainda te colocou ao mundo (age com sabedoria) ;)

-
-
Resposta

Artigos relacionados