Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

16 Razões pelas quais a Índia parece ser de outro planeta

1-1-
179

Com mais de 1.600 idiomas falados e quase um sexto da população mundial chamando-a de lar, a Índia não é um país como os demais. A diversidade da paisagem, a gastronomia e o clima fazem com que diferentes partes do país pareçam países totalmente distintos.

Para celebrar a unidade na diversidade que marca a cultura indiana, o Incrível.club reuniu 16 fatos que fazem do país um lugar tão especial.

1. O resto do mundo tem quatro estações. Na Índia, são seis

O calendário tradicional indiano descreve 6 estações.

  1. Primavera: de meados de fevereiro a meados de abril
  2. Verão: de meados de abril a meados de junho
  3. Monções: de meados de junho a meados de agosto
  4. Outono: de meados de agosto a meados de outubro.
  5. Véspera de inverno: de meados de outubro a meados de dezembro
  6. Inverno: de meados de dezembro a meados de fevereiro

2. O mundo tem cerca de 8 mil idiomas, e só na Índia há 1.600 deles

Enquanto a maioria dos países possui 1, 2 ou 3 idiomas, a Índia tem mais de 1.600. Dentre eles, aproximadamente 122 são tidos como idiomas oficiais. Trinta e duas dessas línguas são faladas por mais de um milhão de nativos. Mas não se preocupe caso esteja planejando visitar a Índia, já que é possível se virar desde que você fale um pouco de inglês. A Índia só perde para os EUA em número de pessoas que falam inglês.

Curiosidade: apesar de ter tantos idiomas, a Índia não tem uma língua tida como nacional.

3. Existe uma escola onde os alunos podem usar resíduos plásticos para pagar a matrícula

Enquanto há um debate global sobre o aumento das taxas de ingresso escolar, uma escola indiana teve a criativa ideia de cobrar pela matrícula em resíduos plásticos levados pelos estudantes em substituição ao dinheiro. A iniciativa não apenas torna a escola mais acessível aos estudantes pobres, como também ajuda a reduzir a quantidade de lixo plástico que seria lançado no meio ambiente, e não reciclado.

4. Buzinar é legal

A maioria dos veículos indianos trazem as palavras “Horn OK Please” (Tudo bem buzinar, por favor) ou “Blow Horn” (Buzine) pintadas na parte traseira. É um sinal para que o motorista que vem atrás buzine antes de realizar uma ultrapassagem na rodovia. Buzinar é algo muito comum na Índia, e você ouvirá esse som característico em qualquer cidade do país.

5. Enquanto o mundo sofre com o desmatamento, na Índia ocorre o contrário

Segundo uma recente descoberta da NASA, enquanto o mundo passou por um período de intenso desmatamento nos últimos 20 anos, a cobertura vegetal na Índia aumentou tanto que contribuiu para a melhoria nos índices mundiais. Em 2017, inclusive, foi realizada uma grande campanha de plantação de árvores, estabelecendo-se um novo recorde mundial. Durante o evento, foram plantadas 66 milhões de árvores jovens em cerca de 12 horas.

6. Os homens se abraçam e dão as mãos

Na Índia, os homens se abraçam quando se encontram pela primeira vez, e é comum ver amigos do sexo masculino andando de mãos dadas.

7. O número de passageiros transportados diariamente nos trens indianos é equivalente à população da Austrália

A Índia é um país muito populoso (fica atrás apenas da China); a quantidade de pessoas que usam diariamente os trens indianos é igual à população da Austrália.

8. Quem está na Índia tem sorte. Lá, tudo é muito barato

Na Índia, tudo é muito barato, a menos que você queira viver esbanjando dinheiro. Uma refeição luxuosa sai pelo equivalente a 20 reais, enquanto uma xícara de café custa menos de 1 real. Hospedagens em hotéis e albergues também são muito acessíveis. É possível pernoitar em um hotel por menos de 60 reais. E viajar dentro do país também custa menos do que em qualquer outro lugar do mundo. Não importa se você vai passar a noite em um hotel ou viajando de trem, sua carteira sempre agradecerá.

9. É possível comprar comida vegetariana no McDonald’s. Não deixe de experimentar o McAloo Tikki

Enquanto o resto do mundo parece estar despertando para o vegetarianismo, a prática é comum na Índia há muito tempo. Na verdade, lá é registrado o menor consumo de carne por pessoa do mundo. Isso acontece porque cerca de 80% da população é adepta do hinduísmo, que promove a dieta vegetariana. Portanto, se você é vegetariano, não terá a menor dificuldade para encontrar restaurantes e cafeterias vegetarianos.

Mas se preferir comer carne ou peixe, não se preocupe: há vários estabelecimentos que servem esse tipo de comida.

10. Você ganha pontos extras se conseguir decifrar os misteriosos movimentos de cabeça dos indianos

Na Índia, balançar a cabeça pode significar “sim” ou “não”. E em diferentes partes do país, o gesto pode até querer dizer outras coisas. É preciso ser um morador local para entender a linguagem secreta dos movimentos de cabeça. Por isso, em uma visita à Índia, você pode se confundir e achar que a pessoa está concordando, quando na verdade ela está dizendo justamente o contrário. Nesses casos, é melhor obter a confirmação verbal e não confiar apenas nos sinais corporais.

11. O jogo de críquete é quase uma religião na Índia

Para os moradores do país, o críquete é mais que um simples passatempo. Os moradores realmente se emocionam quando o time do coração perde ou vence uma partida. Quem quer entender o país, precisa levar o críquete em consideração. Nem que seja para observar jovens e crianças praticando o esporte ou comprar ingressos para ver um jogo profissional no estádio.

12. Banheiros não têm papel higiênico

É raro encontrar papel higiênico nos banheiros indianos. Os nativos do país preferem se limpar com água após as necessidades fisiológicas, então é muito mais comum encontrar um balde e um recipiente menor do que rolos de papel higiênico.

13. Há uma aldeia onde o banco não tem fechadura na porta

Shani Shingnapur é um famoso povoado onde as casas não possuem portas nem fechaduras. O costume decorre da crença de que os moradores do local são protegidos por Deus. Em 2011, o primeiro banco foi aberto ali, que também dispensou o uso de fechaduras na porta.

14. “Xadrez” e “Cobras e Escadas” foram inventados na Índia

A Índia é o lugar de origem de dois jogos de tabuleiro muito conhecidos em todo o mundo: XadrezCobras e Escadas. O nome indígena do xadrez é chaturanga, que significa “4 divisões de um exército”, e acredita-se que o jogo tenha surgido no século VI d.C.

Já Cobras e Escadas surgiu na Índia Antiga, com o nome “Moksha patam”. O jogo foi associado também à filosofia tradicional hindu de contrastar karma e kama, o destino e o desejo.

15. É o país dos festivais

Sendo um país religioso, é natural que a Índia tenha tantos festivais dedicados a diferentes divindades. Cada festival é único em sua forma de celebrar, mas todos têm algo em comum: são muito vibrantes e coloridos.

Vejamos, por exemplo, o festival de cores, o Holi, como é conhecido na Índia. O evento celebra o amor, o começo da primavera e a vitória do bem contra o mal. Nesse dia, as pessoas saem às ruas para pintar umas às outras com água e pó colorido. Todo o país fica extremamente colorido nesse dia. Em algumas regiões, existe uma versão diferente do festival, em que as mulheres usam pedaços de madeira para bater nos homens que jogam pó colorido nelas. Já os homens se defendem com uma espécie de escudo. Essa versão é conhecida como “Lathmar Holi”.

16. Terra de gente linda

Definitivamente, a Índia pode ser chamada de terra de gente bonita. Se você já viu filmes de Bollywood ou visitou o país, certamente concorda com essa afirmação. Sem falar que a Índia é um dos países com o maior número de vencedoras do concurso Miss Mundo: foram 6 eleitas. Ou seja, além da comida deliciosa e dos festivais coloridos, na Índia você estará rodeado também de pessoas lindas.

Você já esteve ou já pensou em visitar a Índia? Em sua opinião, o que esse país tem de mais atraente? Comente!

1-1-
179