A França propôs um Projeto de lei para proteger as mulheres que amamentam em público

O leite materno é essencial para os bebês, dizem estudos. As crianças que são amamentadas têm um sistema imunológico mais forte, menores taxas de doenças e menor frequência de hospitalizações. No entanto, a amamentação continua a ser um assunto controverso e as mulheres que aleitam em público estão muitas vezes sujeitas a julgamentos e insultos.

Nós, do Incrível.club, queremos compartilhar um Projeto de lei criado recentemente pelo governo francês para proteger as mulheres que optam por amamentar em público.

A nova lei multará quem dificulta ou impede as mulheres de amamentar

Anteriormente, a França não possuía nenhuma lei sobre o aleitamento em locais públicos. Embora não houvesse nenhuma restrição direta, as mulheres ainda enfrentavam a negatividade enquanto faziam isso em público. Mas, aparentemente, esse comportamento está começando a mudar. A Assembleia Nacional da França propôs, há pouco tempo, o estabelecimento de um Projeto de lei para punir aqueles que obstruam a amamentação. Essa lei tratará a tentativa de impedir uma mulher de amamentar como crime e punirá os infratores com uma multa de 1,5 mil euros (ou 1,78 mil dólares).

O Projeto de lei é crucial para garantir a segurança das mulheres

A necessidade de estabelecer esse Projeto de lei ficou clara depois de outro incidente desagradável acontecer recentemente, com uma mãe que amamentava em público enquanto esperava em uma fila. Ela estava amamentando seu bebê e foi insultada e agredida por uma mulher que também se encontrava na fila. A mãe, Maÿlis, encontrou coragem e força para falar sobre sua experiência na internet. Sua história se tornou viral e pressionou o governo a tomar uma atitude em relação ao tema.

O Projeto de lei tem como objetivo mudar a forma como a amamentação é tratada

O Projeto de lei luta para trazer mudanças positivas em relação à maneira como as pessoas veem a amamentação e tratam as mães que amamentam. O governo está prestes a capacitar quem trabalha em lugares públicos, de acordo com o novo Projeto de lei. “Também é importante aumentar a conscientização e treinar as pessoas que trabalham em locais públicos”, disse uma das proponentes.

O Projeto de lei, no entanto, visa a proteger não só quem trabalha em locais públicos, mas a sociedade como um todo, deixando claro que a amamentação não é uma exposição indecente. “É uma pena ter de escrever isso, mas é quase sistematicamente do que as mulheres [que amamentam] são acusadas”, diz ela.

Muitas pessoas também apoiam a amamentação em locais públicos

Minha opinião é que nenhuma opinião é necessária. Depois de respirar, comer é a experiência humana mais comum. Não é mais chocante ver um bebê comendo do que ver um adulto desfrutando um hambúrguer. E os bebês ficam com fome com mais frequência do que os adultos. © Craig Good / Quora

***

Elas estão fazendo algo totalmente natural e é para isso que se destinam os seios. Não acho que as mulheres deveriam se cobrir, então não sinto animosidade em relação a uma mulher que não se cobre. Quer dizer, sério, você gostaria de comer com um cobertor sobre a sua cabeça? Ou usar um cobertor no calor do verão? Quero dizer, isso não poderia se tornar um perigo para a saúde, devido ao superaquecimento? O problema maior são essas pessoas que não conseguem deixar uma mulher sozinha que não está fazendo nada além de alimentar seu bebê. © Rachel Powell / Quora

***

Acho que toda mulher deveria ser capaz de fazer isso livremente, sem se sentir envergonhada ou constrangida com isso ou ser interrompida. Alimentar o filho é muito mais importante do que a opinião de indivíduos socialmente ineptos. © Carlos López / Quora

Você apoia a amamentação em locais públicos? Você tem filhos? Já passou por uma experiência constrangedora, enquanto aleitava?

Compartilhar este artigo