Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

12 Curiosidades inusitadas sobre a Croácia capazes de deixar qualquer um apaixonado por esse pequeno país europeu

Ao ouvir a palavra “Croácia”, automaticamente muitas pessoas pensam em uma praia magnífica de areia dourada e com um mar azul de águas transparentes. No entanto, não é só no quesito praia que esse país pode surpreender. Alguns detalhes e curiosidades pouco conhecidos podem revelar muitas informações que não estão escritas nos guias de viagem.

Depois de estudar um pouco melhor a Croácia, nós, do Incrível.club, estamos prontos para compartilhar com você algumas curiosidades e peculiaridades desse país. Confira!

1. A Croácia é repleta de ilhas

São cerca de 1.000 ilhas, sendo 47 habitadas. Mljet é uma delas, e ainda se destaca por ter outra ilha dentro. Mljet mudou de domínio diversas vezes, durante muito tempo os romanos usaram esse lugar paradisíaco como prisão para prisioneiros exilados. Na parte oeste há um parque nacional, no meio do qual existem dois lagos de água salgada. Em um deles foi construído um mosteiro no século XII em uma pequena ilha — a de Santa Maria, que também é conhecida como “Ilha na ilha”.

2. Você pode encontrar uma das menores cidades do mundo na Croácia

Segundo a lenda, a cidade foi construída por gigantes que empilharam pedras umas sobre as outras. Ela realmente se parece com um bloco de pedra gigante localizado a uma altitude de 349 metros no topo de uma colina entre Roč e Buzet. A pequena cidade, que se chama Hum e tem uma população de apenas 72 pessoas, é uma das menores do mundo. Em diferentes épocas já pertenceu a Roma, Veneza, Áustria, França e Itália. Apesar de ter sido conquistada, queimada e reconstruída diversas vezes, Hum manteve intacto o seu estilo medieval.

  • Existem apenas três fileiras de casas e duas ruas em Hum. As construções mais antigas estão localizadas no centro, enquanto as mais novas estão do lado norte. A cidade pode ser facilmente explorada em meia hora. Mas eu, talvez, pudesse ficar aqui por um ou dois dias. É um lugar maravilhoso no coração da península de Ístria, no qual você pode fazer uma pausa da agitação dos grandes centros e desfrutar do silêncio e da natureza! © alliry / Livejournal

3. A série Game Of Thrones foi filmada no país

Várias cenas do seriado foram filmadas na Croácia. Especialmente em Dubrovnik, que serviu de cenário para a capital fictícia de Porto Real. E não muito longe das muralhas ocidentais da cidade foi captada a Batalha da Baía da Água Negra. O parque Trsteno Arboretum foi usado como cenário do Jardim de Cima pertencente à Casa Tyrell, enquanto a cena em que a Mãe dos Dragões pune os conspiradores de Meereen foi rodada na fortaleza de Klis, em Split.

4. Uma trufa cultivada na Croácia entrou para o Livro dos Recordes

Os croatas são bem entendidos quando o assunto são trufas, o que não é surpreendente, já que no país elas são encontradas em fartura nas florestas. As brancas são consideradas as mais refinadas e caras. A trufa em questão pesava 1,3 kg e foi achada na península de Ístria, em 1999. A descoberta entrou imediatamente para Livro dos Recordes como “a maior trufa do mundo”, embora esse recorde já tenha sido quebrado por outra gigante.

  • As trufas, ao contrário de outros cogumelos, são consumidas principalmente como especiaria. Quem já experimentou uma branca verdadeira está familiarizado com seu aroma complexo, que inclui um cheiro forte de queijo, acetileno, alho e muito mais. É por isso que não é de surpreender que, até a década de 1930, ninguém considerasse esse fungo algo requintado — pelo contrário, ele era considerado terrível e nojento. Se alguém encontrasse uma trufa pelo caminho, era capaz de chutá-la e sair correndo segurando o nariz. © p-syutkin / Livejournal

5. As crianças estudam por 12 anos na Croácia

O país tem um sistema de ensino obrigatório de oito anos, que consiste em duas etapas. Nos primeiros quatro anos, as crianças estudam apenas com um professor e, nos quatro seguintes, as disciplinas são divididas entre vários professores, algo similar ao que acontece no Brasil. Igualmente ao nosso país, ao terminar o colégio o graduado pode ingressar em uma instituição de ensino superior, onde estudará por mais quatro anos.

  • A educação básica é dada na escola primária. As notas obtidas durante os oito anos de ensino fundamental são levadas em consideração para o aluno ingressar no ensino médio. © zagrebchanka / Livejournal
  • Nas universidades, o primeiro ano de estudo é gratuito. O valor pago nos anos seguintes depende do desempenho e das notas nas provas da graduação. Quanto melhor o resultado do aluno, menor é o valor pago. Os melhores estudantes, que passam todos os exames, pagam apenas uma taxa simbólica. © Maja Burazin / Quora

6. A maior gravata do mundo pode ser encontrada no país

A Croácia é o berço mundial da gravata e, alguns anos atrás, o dia 18 de outubro foi declarado como o “Dia Internacional da Gravata”. Os militares croatas usavam lenços amarrados de uma maneira especial — na época de Luís XIV isso cativou os franceses —, que se tornaram um item de luxo e de estilo por muito tempo, sendo os precursores dos adereços modernos. Em 2003, o país tomou uma atitude bem reverente em relação ao tradicional acessório e símbolo nacional, decorando 50 monumentos no centro de Pula com lenços vermelhos e amarrando uma enorme gravata em volta do antigo anfiteatro da cidade.

  • A confecção dessa obra de arte demorou mais de 300 horas e foram necessários mais de 120 km de fio e 450 kg de tecido. O mais difícil foi dar o nó, que foi feito a uma altura de 21 m. Cerca de 100 alunos ajudaram a endireitar a enorme gravata. © Maja Burazin / Quora

7. Existe uma esfinge egípcia na Croácia

A Esfinge da Croácia surgiu durante o reinado do imperador romano Diocleciano. Os súditos da época reverenciavam tanto os governantes que acreditavam que eles tinham uma origem divina, como os faraós. Para enfatizar essa crença, uma esfinge de granito preto foi trazida diretamente do Egito e instalada na cidade de Split, no Palácio de Diocleciano.

8. Os croatas trabalham para se divertir

A maioria dos habitantes locais leva um estilo de vida surpreendentemente tranquilo, especialmente no que se refere ao trabalho. Isso é facilitado em muitos aspectos pela localização geográfica do país: lá a temperatura é amena, é ensolarado, o mar é lindo, as praias belíssimas e o ar é puro. Convenhamos, quando se mora em um lugar paradisíaco assim seria até um pecado desperdiçar a vida com besteiras e ficar mergulhado em uma rotina cansativa.

  • Os croatas vivem de uma forma muito descontraída, parece que isso está na genética deles. O mar, o sol, as frutas, os peixes, as ostras — tudo isso você encontra com facilidade, sem ter de viajar para nenhum outro local. E para comer ostras, não é preciso ir a um restaurante caro — basta colocar as mãos entre as pedras e tirá-las da água você mesmo. © akayama77 / Livejournal
  • A maioria das pessoas é incrivelmente calma e não há correria. Ninguém está com pressa para andar, e para alguns toda a diversão está em desembaraçar e dobrar a rede de pesca por horas após uma boa sessão de pescaria. Queríamos andar de bicicleta em volta do lago, mas o homem que cuida do aluguel das bicicletas não veio trabalhar, então não estavam alugando! Claro que não é uma característica geral, mas muitos croatas têm uma relação tranquila com o trabalho. © znaim / Livejournal

9. A Croácia é o berço dos dálmatas

A raça surgiu na Croácia e recebeu esse nome em homenagem à região da península da Dalmácia. Antigamente, os dálmatas eram usados com frequência na caça e no pastoreio, tendo sido posteriormente transformados em cães domésticos. Hoje em dia, essa é uma das raças mais populares — poucos resistem ao encanto desses pets pintadinhos. A propósito, os filhotes nascem absolutamente brancos e as manchinhas pretas aparecem por todo o corpo apenas mais tarde.

De qualquer maneira, todas as outras raças são bem tratadas no país. Inclusive, há até mesmo uma praia própria para cachorros.

  • A praia exclusiva para cães não é apenas um pedacinho da baía, existem 3 enormes tendas para que os donos fiquem com o seu pet em caso de muito calor e chuva. Os moradores locais adoram esse lugar e vão passear por lá todas as noites. Em 10 dias, conheci todos os frequentadores assíduos. © sobaka-ru. / Livejournal

10. Todo mundo tem uma experiência diferente na Croácia

Alguns consideram a Croácia como um país de clima ideal, onde só vivem pessoas felizes. Outros a valorizam por suas tradições, enquanto há ainda aqueles que ficam impressionados com a receptividade e o calor dos locais ao receber um sorriso ou algumas palavras em croata.

De fora, pode até parecer que os croatas têm uma vida perfeita e que isso reflete na impressão de eles serem amigáveis, amáveis, receptivos e geralmente felizes. No entanto, isso não pode ser levado como um estereótipo. Os habitantes do país são como qualquer outra pessoa, e têm seus problemas como todo mundo.

  • Recentemente, casei-me com um croata. Ele era o homem ideal até o pedido de casamento. Depois que aceitei casar, tudo mudou: começou a demonstrar um ciúme excessivo e a brigar com frequência por pequenas coisas. Ambos estamos trabalhando para melhorar isso. Tenho que lhe dar crédito, ele está se esforçando muito para evoluir. Acho que antes eu pensava que ele era perfeito demais, e o tempo me mostrou um outro lado. © Ладчёна Владимировна / VK
  • Existem muitos prós e contras de se morar na Croácia. Eu me sinto viva aqui. Como posso explicar? Aqui você pode persuadir um policial a não multá-lo, e não, não estou me referindo a suborno. Apenas sorria, explique a situação, peça desculpas. Na Bélgica ou na Suécia, isso nunca seria possível. © zagrebchanka. 77 / Livejournal

11. Croácia — o berço de grandes inventores

Muitas coisas ilustres e que mudaram o mundo foram criadas por inventores nascidos no país. No início do século 17, o cientista croata Fausto Veranzio projetou um paraquedas baseado nos esboços de Leonardo da Vinci. Em 1856, Nikola Tesla, um dos pioneiros no campo da engenharia elétrica e de rádio, nasceu na Croácia. No início da década de 1860, um nativo da cidade de Rijeka e oficial da Marinha Imperial do Império Austríaco, Giovanni Luppis, criou o que seria o primeiro protótipo de um torpedo marinho. Embora não tenha atingido as expectativas, serviu de base para a criação dos torpedos modernos.

12. A Croácia se despede do inverno com carnaval

Tradicionalmente, os croatas se despedem do inverno organizando festivais de rua bastante alegres com concertos, apresentações e, é claro, desfiles de carnaval. No último dia do feriado, ocorre um evento chamado queima do Pust.

  • As principais festividades acontecem em Rijeka e Samobor. Nesta, o carnaval sempre teve um tema satírico, abordando situações do dia a dia. As pessoas discutem sobre política, questões sociais, corrupção e outros temas isso. Já o carnaval em Rijeka é completamente diferente: sol, mar, primavera — as pessoas só querem férias. Portanto, muita gente se fantasia e acontece o famoso desfile de máscaras. © zagrebchanka / Livejournal

O que você achou do carnaval croata? Estaria disposto a trocar o samba e os bloquinhos por paradas e concertos de rua? Conte para a gente na seção de comentários.