Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Rotinas dos chineses que podem fazer você se sentir como se estivesse visitando um universo paralelo

7-45
483

Enquanto a maioria das forças policiais ao redor do mundo treina cães para na proteção, na China a polícia prefere deixar que os gansos desempenhem esse papel. Continue lendo este post e você descobrirá mais nove práticas e costumes chineses que provavelmente são desconhecidos no ocidente.

O Incrível.club gostaria de levá-lo a uma pequena viagem à China para mostrar alguns hábitos e tradições singulares aos quais os chineses permanecem leais.

1. Os presentes devem ser recusados ​​algumas vezes antes de serem aceitos

Não importa o quanto os presentes sejam populares ou amados, quando os chineses os recebem, é comum recusarem ao menos uma vez antes de aceitar. Isso ocorre porque, para eles, é simplesmente o jeito educado de agir. Os chineses não gostam quando outras pessoas lhes compram presentes caros e, em muitos casos, isso pode ser considerado suborno. Portanto, se decidir presentear alguém com um clássico envelope vermelho contendo algumas cédulas, certifique-se de não incluir nele uma grande quantia em dinheiro.

2. Muitas mulheres usam facequínis na praia

Ter uma feição clara e branca sempre foi um padrão de beleza ideal para as mulheres chinesas. O sol é obviamente inimigo desse aspecto. Por isso, em 2004, foram inventados os chamados facequíni, usados ​​principalmente nas regiões litorâneas. Eles não protegem apenas o rosto das mulheres da exposição ao sol, mas também das águas-vivas e das algas.

3. Às vezes, a polícia usa gansos em vez de cães de guarda

Pode parecer estranho, mas, em lugares como a província de Xinjiang, às vezes a polícia usa gansos domesticados em vez de cachorros. Isso acontece porque as aves podem ser bem barulhentas e agressivas e ainda têm uma ótima visão. Elas podem ser muito territoriais e não param de bater suas asas e gritar até que o intruso vá embora.

4. As pessoas tiram um cochilo praticamente em qualquer lugar

Na China, a maioria das pessoas trabalha muitas horas por semana e, às vezes, sem dias de folga. Por isso é compreensível que tirem cochilos durante o dia em qualquer lugar em que se encontrem. Seja na estação de trabalho, no trem ou até mesmo em um banco da rua, os chineses nunca hesitarão em fechar os olhos por alguns minutos. Aqueles que passam por eles sabem que é melhor não incomodar.

5. Gostam de cuspir em público

Embora cuspir seja considerada uma atitude grosseira nos países ocidentais, na China essa é considerada uma ação de ’limpeza’. Somente nos últimos anos as autoridades lançaram campanhas para ensinar as pessoas a evitar esse hábito, principalmente por questões sanitárias. A cidade de Pequim, em particular, impôs uma taxa de 50 yuans (aproximadamente 43 reais) para quem fosse pego cuspindo em público, antes das Olimpíadas.

6. A noiva precisa chorar de propósito uma semana antes do casamento

Este costume antigo tem sido seguido em muitas áreas da Província de Sichuan, no sudoeste da China há séculos, datando do Período dos Estados Combatentes (475 a.C. até 221 a.C). A história conta que uma mãe chorou aos pés da filha no final do casamento, implorando para que ela não a deixasse. Hoje em dia, nas regiões que ainda seguem a prática, as noivas são obrigadas a chorar todos os dias da semana ou até do mês que antecede o casamento. Em alguns casos, a noiva também era obrigada a chorar durante o seu casamento; caso contrário, seria motivo de piada em sua aldeia.

7. Os chineses bebem água fervente

Beber água fervente pode parecer impossível para algumas pessoas, mas os chineses acreditam que pode tratar todos os tipos de doenças, desde o resfriado comum até cólera. Essa tradição remonta ao século IV a.C., quando as pessoas pensavam que, ao beber água quente, os elementos ying (bons) e yang (ruins) do corpo poderiam ficar equilibrados. Caso os elementos yang assumissem o controle, o corpo ficaria mais suscetível a doenças e resfriados. Hoje em dia, a água quente pode ser encontrada na maioria dos espaços comuns, como estações de trem e aeroportos.

8. Deixar comida no prato é um bom sinal

Em muitos países, como na Índia e no Japão, deixar comida no prato pode indicar que você não gostou da refeição. Na China, no entanto, essa atitude mostra que você ainda está com fome e que seu anfitrião não ofereceu comida suficiente. No entanto, em 2020, o país lançou a campanha “O Prato Limpo”, em um esforço para reduzir o desperdício de alimentos, depois de o presidente Xi Jinping considerar chocante a quantidade de alimentos descartados.

9. É muito comum as pessoas usarem pijama em público

pijama usado no ocidente surgiu pela primeira vez na China no século XX e era muito caro. Somente as pessoas ricas podiam comprá-lo. Usar em público, portanto, era uma forma de exibir riqueza. Mesmo hoje em dia, quando quase todos podem pagar por um pijama, usá-lo fora de casa é uma questão de alto status. Significa simplesmente que alguém não precisa trabalhar.

10. As mulheres Red Yao cortam o cabelo apenas uma vez na vida

Huangluo Yao é uma pitoresca aldeia chinesa escondida na natureza, onde vive o povo Red Yao. A aldeia tem apenas 600 moradores de 78 famílias diferentes. Mas o motivo de o lugar ser mundialmente famoso são os cabelos das mulheres. Seus fios podem crescer até 1,52 metro de comprimento e pesar até 900 gramas! O segredo do enorme comprimento é uma mistura feita de água de arroz fermentada, cascas de pomelo e óleo de sementes de planta de chá, usada para enxaguar o cabelo, depois de lavá-lo.

Você conhece outras tradições e hábitos chineses que parecem de outro mundo para os países ocidentais? Sinta-se à vontade para compartilhar com a nossa equipe nos comentários.

7-45
483
Compartilhar este artigo