Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

9 Características de alguns lares chineses que os diferenciam do resto do mundo

4-2-
715

A China é um país imenso com diferentes dialetos, onde as pessoas às vezes podem não se compreender completamente. Essa diversidade também se encontra nas características dos lares chineses, dependendo da sua localização no país. Porém, existem alguns pontos comuns típicos de uma residência do gigante asiático.

Incrível.club olhou e leu com grande interesse os blogs de pessoas que se mudaram para a China para viverem permanentemente. No bônus, você encontrará uma característica dos hotéis locais que surpreende os estrangeiros.

1. O fogão geralmente tem apenas duas bocas

Os fogões nas cozinhas chinesas geralmente são pequenos, pois o cômodo não comporta a instalação de um maior. Além disso, um fogão com poucas bocas atende às necessidades dos moradores locais que não costumam preparar vários pratos simultaneamente. Também não há fornos, assim como micro-ondas. Naturalmente, você pode comprar todos esses aparelhos domésticos, mas devido à falta de espaço, é mais provável que não tenha onde colocá-los.

2. A secadora de louça é mais comum do que a máquina de lavar louça

A máquina de secar louças se parece exatamente a uma lava-louças (uma raridade nos lares chineses), e isso acaba confundindo muitos estrangeiros. Após lavar tudo à mão, as louças são colocadas na secadora, onde são secas e esterilizadas através de radiação ultravioleta.

3. Os temperos chineses geralmente são guardados em um organizador estreito

Um porta-temperos bem estreito (geralmente com rodinhas) é projetado para armazenar todas as especiarias. O fato é que na China existem muitos condimentos específicos para alimentos: molhos de soja, vários óleos aromatizados, vinagre, vinhos culinários e muito mais. Um porta-temperos mais elaborado é ideal para guardar todos esses produtos.

4. A geladeira às vezes fica na sala de estar

Isso acontece quando simplesmente não há espaço suficiente para a geladeira em uma cozinha estreita. Nesses casos, o eletrodoméstico é colocado na sala de estar ou em qualquer outro cômodo.

5. A pia da cozinha não tem água aquecida

Para ter água quente na pia da cozinha, é necessário instalar um aquecedor. Em primeiro lugar, nem todos podem pagar por isso. Em segundo, se a residência for alugada, o proprietário pode não permitir essa alteração. Portanto, os moradores sem uma lava-louças, não só a lavam com as mãos, como em água fria.

6. As máquinas de lavar com abertura superior são mais comuns do que com abertura frontal

As máquinas de lavar roupas, com abertura superior, são mais frequentes nas residências chinesas do que as lavadoras com abertura frontal. Além disso, as máquinas usam água fria para lavar as roupas, pois não possuem aquecedor interno, embora seja possível adicionar água quente manualmente durante a lavagem.

7. O vaso sanitário e o chuveiro geralmente ficam no mesmo ambiente

Não parece estranho, já que banheiros assim são comuns em nosso país. A ducha chinesa também sai da parede e a água cai e escorre pelo chão, ao contrário de outros países que usam banheiras e um chuveirinho. Dessa forma, durante o banho (se a área do chuveiro não tiver um box) a água espirra para todos os lados, inclusive no vaso sanitário. Há também banheiros chineses com o sanitário e o chuveiro em um mesmo ambiente, e a pia com espelho em outro cômodo adjacente.

O chuveiro pode ser isolado do banheiro por uma cortina, mas é improvável que ela evite respingos. A propósito, a pressão da água no chuveiro chinês é fraca, mas os locais não se importam muito com isso.

Um verdadeiro choque cultural ocorre quando há um vaso sanitário de piso instalado no banheiro. Geralmente, os chineses não veem nada de estranho ou assustador nisso: o vaso sanitário ao estilo turco é muito comum entre eles e é considerado mais benéfico para a saúde (durante a evacuação intestinal) do que uma privada comum.

Esses banheiros estão instalados principalmente em instituições públicas, como escolas, hospitais, cafés e restaurantes. O mais interessante é que, se um estabelecimento tiver um banheiro desse tipo, ao lado dele será pendurada uma imagem com as indicações do seu uso correto.

8. Os chineses usam sacadas dos apartamentos de forma diferente

É improvável que você consiga ir a uma sacada chinesa para relaxar em uma poltrona enquanto toma uma xícara de café ou chá. A varanda para os chineses, serve mais como um depósito, ou um local para secar as roupas. Às vezes, eles colocam algumas plantas ou uma gaiola com pássaro ali, mas a ideia de usar esse espaço como área de lazer não é tão usual entre eles.

9. Não há tapetes na maioria dos apartamentos chineses

Tapetes e carpetes são raros na China. A explicação é muito simples: o piso de cerâmica ou madeira é fácil de limpar, ao contrário dos tapetes. Além disso, os chineses têm o costume de fazer faxina diariamente. E não só aspiram, como lavam o chão.

Alguns estrangeiros se surpreendem com isso, pois têm o costume de limpar seus apartamentos em média uma vez por semana. Contudo, se você morar permanentemente na China, perceberá a razão desse hábito. A poluição local é tanta que o chão fica sujo logo no dia seguinte após a faxina. Se você lavar novamente, verá que a água fica preta.

A propósito, a maioria dos habitantes locais usam chinelos e pantufas em seus lares por esta peculiaridade.

Bônus: em muitos hotéis, os banheiros são separados do quarto por um box de vidro

Isso não é visto em todos os quartos de hotéis, mas ainda existe. Na maioria das vezes, a parede de vidro que separa o banheiro do quarto principal pode ser vista em um hotel comum, não destinado aos turistas.

Esse design de suíte é considerado moderno, além economizar espaço (se compararmos uma parede de alvenaria grossa e um painel de vidro fino) também é mais barato.

Gostaria de visitar um apartamento chinês de classe média? O que mais chamou a sua atenção nos lares chineses?

4-2-
715
Compartilhar este artigo