Incrível
Incrível

8 Costumes antigos de casamento que poderiam parecer estranhos hoje

Os tempos mudam, assim como a forma de abordar as tradições. As regras e os costumes sobre o casamento variaram ao longo dos anos, adaptando-se às tendências de cada época. Essas mudanças podem ser tão incríveis que, ao olharmos para trás, muitas vezes nos perguntamos como foi possível adotar certas práticas, hoje completamente ultrapassadas.

Nós, do Incrível.club, contaremos alguns fatos sobre como era o casamento nos tempos antigos em comparação com a atualidade.

1. A idade para se casar era muito menor e o consentimento não era necessário

Antigamente, o consentimento dos pais não era necessário para se casar, pois, a Igreja considerava que a decisão deveria partir de cada casal. Nas comarcas, a idade permitida para as mulheres se casarem era de 12 anos, enquanto para os homens, 14. Na nobreza, por outro lado, a idade era de 15 anos para as mulheres e de 18 para os homens.

2. Os casamentos podiam ser arranjados entre as famílias

Vimos em inúmeras produções sobre os tempos antigos como as famílias reais organizavam os casamentos de seus filhos e assim fortaleciam sua posição de poder. Os acordos podiam começar a ser traçados antes mesmo do nascimento de seus sucessores. A partir do século XIV, chegaram a ser firmados contratos com sanções, caso a cerimônia não se concretizasse.

3. Podia haver confusão sobre estar ou não casado

Por mais estranho que pareça, podia haver grandes mal-entendidos para saber se você estava realmente casado ou não. Muitos casamentos eram realizados por compromisso, ou para garantir a celebração da cerimônia. As confusões matrimoniais incomodavam bastante a Igreja, já que o casamento era considerado um sacramento.

4. O divórcio não era uma opção

Embora o conceito de divórcio seja muito antigo, por muitíssimo tempo, grande parte das sociedades o rejeitou por questões religiosas, sociais e econômicas. A única maneira de romper o contrato nupcial naquele momento era a anulação matrimonial, ou seja, demonstrando de alguma forma que tal união nunca existiu.

5. As regras de parentesco eram mais rígidas

Na Europa, durante a Alta Idade Média, os casais não podiam se casar se estivessem dentro de sete graus de consanguinidade. Ou seja, não tinham a permissão para contrair matrimônio, apesar de terem apenas um tatatatatatataravô em comum.

Isso se modificou em 1215, quando o IV Concílio de Latrão reduziu os graus proibidos de sete para quatro.

6. Não exigiam proclamas

O casamento é um processo que envolve muitos preparativos. Entre eles estão os proclamas, um documento público exigido pela igreja sobre os futuros noivos, que deveria ser publicado em tempo hábil para saber se havia algum impedimento que dificultasse a cerimônia.

No passado, sua publicação não era obrigatória, o que levava a muitos casamentos clandestinos e contrários às leis e aos cânones estabelecidos pela Igreja. A partir do Concílio de Trento, a publicação dos proclamas foi estabelecida para evitar brechas e conhecer a tempo as dificuldades que a união pudesse ter.

7. O vestido de noiva não era branco

Embora hoje seja a característica particular mais associada aos casamentos, nos tempos antigos, o vestido de noiva não precisava necessariamente ser branco. As mulheres simplesmente se casavam com a melhor roupa que tinham, não necessariamente um vestido.

A tendência para essa peça começou quando a rainha Victoria usou um vestido branco em seu casamento com o príncipe Albert, em 1840, iniciando, assim, um costume adotado até os nossos dias.

8. Existia o divórcio por combate

Outro fato curioso sobre a separação é que a forma de acabar com o casamento, na Alemanha, era por meio do divórcio pelo combate. O marido deveria usar uma roupa justa com capuz e receber três grandes bastões de madeira, enquanto a mulher usava uma camisa comprida e três pequenos sacos de pedra, sua munição de ataque. Para tornar a luta mais justa, o homem devia estar enterrado em um buraco até a cintura, com uma das mãos amarrada nas costas.

Qual desses costumes você achou o mais bizarro? Como seria o seu casamento ideal? Conte nos comentários!

Incrível/Curiosidades/8 Costumes antigos de casamento que poderiam parecer estranhos hoje
Compartilhar este artigo