Incrível
Incrível

14 Características da vida em um dos países mais desenvolvidos da Europa — os Países Baixos

Os Países Baixos são um pequeno país europeu que é bastante associado à tulipas, ruas charmosas e com a alegria. No entanto, apesar de ser famoso por possuir um povo aberto e receptivo, os segredos e as características da vida cotidiana no país não são conhecidos por todos, e podem ser uma verdadeira surpresa para muitos estrangeiros.

O Incrível.club reuniu algumas curiosidades sobre os habitantes desse país que é um dos mais desenvolvidos e mais gentis do mundo, e está pronto para compartilhá-las com você. Confira!

Uma festa de aniversário pode reservar uma situação bem incomum

Um estrangeiro que vai a uma festa de aniversário nos Países baixos pode ficar bem confuso, pois os holandeses costumam parabenizar não só o aniversariante, mas também todos os convidados. De acordo com a tradição holandesa, primeiro é necessário cumprimentar o anfitrião, depois você percorre a festa falando com todas as outras pessoas dizendo a palavra gefeliciteerd ­— que significa parabéns. Essa tradição antiga ainda é muito popular dentro da cultura holandesa.

O conselho médico mais oferecido entre os profissionais da saúde holandeses é: “Tome um Paracetamol”

Existe uma piada interna sobre os médicos locais nos Países Baixos: a abreviatura GP significa General Practitioner, que em português corresponde ao clínico geral. Então os holandeses usam a abreviatura GP como uma piada para “Get a Paracetamol”, que traduzido do inglês seria “Tome um Paracetamol”. Essa é a solução mais prescrita pelos clínicos gerais no país. Agora, caso o paracetamol não ajude, o paciente é automaticamente encaminhado para médicos especializados.

Não há cachorros de rua nos Países Baixos

Os Países Baixos são o primeiro país do mundo a abolir os cachorros das ruas: os animais de estimação locais têm os mesmos direitos que os humanos. Além disso, atitudes irresponsáveis em relação a bichinhos de estimação são severamente punidas pelas autoridades, podendo o infrator até ser preso por qualquer dano físico a eles.

Casas na fronteira

Os Países Baixos são um país pequeno, mas que fazem fronteira com várias outras nações. A pequena cidade de Baarle-Nassau, por exemplo, fica na divisa com a Bélgica, e a sua linha da fronteira passa por vários edifícios residenciais e comerciais, dividindo-os literalmente ao meio. Assim, muitos residentes de casas no meio da fronteira vivem em dois países ao mesmo tempo.

Porta-retratos no banheiro

Pode parecer estranho para nós, mas os holandeses costumam pendurar fotos de pessoas queridas no... banheiro. Isso mesmo. Além disso, para não esquecer o aniversário de ninguém muito importante em suas vidas, eles penduram um calendário especial com o aniversário de todo mundo marcado nele.

Raspador de garrafa

Os holandeses são um povo muito econômico. A prova disso é esta invenção muito holandesa — os raspadores de garrafas, que são utensílios domésticos usados para coletar o conteúdo restante de recipientes muito alongados. Falando sério, essa solução holandesa ajuda a poupar bastante, não é mesmo?

Os holandeses preferem ficar em casa do que ir a festas

Embora os Países Baixos e Amsterdã sejam frequentemente associados a festas e baladas até o dia amanhecer, a realidade é bem diferente. Quase todos os cafés e supermercados fecham às 18h, e aos domingos, tomar um café da manhã em restaurantes antes do meio-dia é uma tarefa quase impossível.

SinterklaasZwarte Piet (Papai Noel e Pedro, o negro)

Sinterklaas é a versão holandesa do Papai Noel. Entretanto, se em algumas versões o Papai Noel é acompanhado pela Mamãe Noel ou pelos seus fiéis duendes, o Sinterklaas geralmente é acompanhado pelo Zwarte Piet, que não só dá presentes para as crianças, como também, pode levar as “malcriadas” para a Espanha, segundo a tradição.

Houten — uma cidade sem carros

A pequena cidade holandesa Houten é um exemplo de lugar em que a população parou completamente de usar carros. Os habitantes dessa pacata cidade encontraram uma solução tão incomum na década de 1980, que quando se popularizou acabou influenciando todo o país. Eles começaram a usar o meio de transporte mais ecológico que existe — as bicicletas. O resultado foi óbvio: não houve nenhum acidente de carro sério em Houten em 15 anos.

Alguns holandeses amavam dormir dentro de armários

No museu Casa de Rembrandt, em Amsterdã, você pode ver uma invenção holandesa bastante incomum — um guarda-roupa/cama, que foi usado no país até o século XX. A origem dessa mobília tão estranha está no fato que os holandeses (e toda a Europa Medieval) acreditavam que dormir meio sentado ajudaria a manter a mente lúcida por mais tempo e a prolongar a juventude. E para os idosos, dormir no armário era recomendado para prevenção de acidentes vasculares cerebrais e o ronco.

fast-food favorito na Holanda são as batatas e as cebolas

Hambúrgueres não são tão populares entre os holandeses, o que eles gostam mesmo é de batata — e elas são servidas de diversas formas. Além das batatas, os holandeses adoram comer arenque e cebola, que podem ser encontrados em qualquer esquina tanto em Amsterdã quanto nas cidades pequenas. Aliás, o arenque e a cebola são vendidos como fast-food no país.

Alguns holandeses não gostam de cortinas nas janelas

E isso vem de uma tradição da Idade Média. O povo holandês tentava provar de todas as maneiras para seus vizinhos que, como pessoas honestas, eles não tinham nada a esconder dos outros. Foi daí que nasceu esse estilo especial holandês, que mesmo com janelas indo do chão ao teto, elas ficam completamente livres de cortinas ou persianas. E isso atrai os olhares dos turistas curiosos para dar aquela velha “espiada” na vida dos outros. Além disso, ficar bisbilhotando através da janela, claro, é considerado falta de educação pelos holandeses.

Os Países Baixos têm sua própria Arca de Noé

Durante toda a sua história, o país sofreu com constantes inundações e com a subida do nível do mar. Embora os holandeses não se preocupem muito com isso, um dos milionários locais decidiu construir para si uma cópia da famosa Arca de Noé perto da cidade de Dordrecht. Apenas por precaução, afinal, nunca se sabe, não é mesmo?

Os famosos “carrinhos de vovó” são uma febre no país

As senhorinhas do metrô que vão de manhã cedinho para o outro lado da cidade resolver coisas importantes com seus carrinhos também são encontradas por toda parte nos Países Baixos. No entanto, esse item é usado no cotidiano não apenas pelas pessoas de idade, mas também por adultos e pessoas jovens. Esses carrinhos são conhecidos como boodschappen trolley na Holanda e são usados em qualquer ocasião. A moda de usá-los se tornou uma tendência comum em toda a Europa.

Você já foi nos Países Baixos? O que mais o surpreendeu no estilo de vida do país? Conte para a gente na seção de comentários.

Incrível/Curiosidades/14 Características da vida em um dos países mais desenvolvidos da Europa — os Países Baixos
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos