13 Itens cotidianos cuja finalidade real você talvez desconheça

Talvez você esteja entre o grupo de pessoas que acredita que a parte azul da borracha de duas cores serve para apagar tinta de caneta ou que sempre se perguntou para que servem as alças nos ombros das jaquetas de couro. Então, fique atento que você descobrirá os reais propósitos desses e de outros pequenos detalhes em objetos do dia a dia.

Neste artigo, o Incrível.club revela dados frequentemente ignorados sobre 13 itens usados cotidianamente por boa parte das pessoas.

1. O espaço vazio embaixo da embalagem de macarrão instantâneo

Não, não se trata de uma técnica das empresas para fazer com que o consumidor ache que está levando para casa mais macarrão do que realmente está. Na verdade, é uma forma encontrada pelos fabricantes para manter o alimento seguro durante o transporte. Ainda que a embalagem sofra impactos fortes e frequentes, o macarrão permanece intacto lá dentro. Além disso, o espaço garante que a água quente possa circular melhor quando despejada sobre o macarrão.

2. Aquela forma em V em seu confortável suéter

Inicialmente, a forma em V tinha dois propósitos principais: primeiro, ajudava a manter a peça de roupa em sua forma original ao longo dos anos. Servia também para ajudar a pessoa na hora de passar a cabeça pela gola, caso fosse necessário esticar o tecido. Em segundo lugar, funcionava para absorver o suor que costuma ficar acumulado naquela região, sobretudo durante a prática de exercícios. Atualmente, muitas marcas têm deixado de produzir peças com esse design, e aquelas que optam por mantê-lo, costumam ser motivadas apenas por questões estéticas.

3. Pequenos espaços no fundo de algumas xícaras

Pode até parece que a peça está quebrada ou amassada, mas o espaço presente sob certas xícaras tem um objetivo claro. De acordo com o site da rede de lojas de artigos domésticos IKEA, aqueles pequenos espaços são estrategicamente colocados ali para ajudar a água a escorrer depois da lavagem. Isso porque quando lavamos uma xícara e a deixamos de cabeça para baixo, sempre fica água acumulada no fundo da peça. Assim, com as pequenas fendas laterais, o líquido escorre fácil e rapidamente.

4. As etiquetas em embalagens de pão existem por um motivo

Em determinados países, as embalagens de pão vêm com etiquetas em cinco cores diferentes, representando cinco dos sete dias da semana. Azul para segunda-feira, verde para terça-feira, vermelho para quinta-feira, branco para sexta-feira e amarelo para o sábado. Quarta-feira e domingo não são incluídos porque a maioria das lojas não recebe entrega nesses dois dias. As cores diferentes permitem ao consumidor ter uma noção exata da data de fabricação do pão que está comprando.

5. Alças nos ombros de jaquetas de couro

Essas alças não existem apenas para decoração, mas também por questões práticas. Elas foram desenvolvidas para servir de apoio e segurança da sua bolsa, evitando que ela caia ou seja puxada por um meliante. Assim, a alça da bolsa fica no lugar correto, sem que você precise ficar colocando-a de volta no lugar o tempo todo. Pessoas de gerações anteriores usavam essas alças com frequência, mas com o passar do tempo, acabaram ficando esquecidas.

6. Os dois bolsos no lado direito do blazer

Aquele pequeno e misterioso bolso teve origem na Inglaterra, na época em que os cavaleiros precisavam ter um lugar prático para guardar moedas usadas para pagar os pedágios. Posteriormente, o bolso passou a ser usado pelos homens para guardar os bilhetes do trem durante os deslocamentos diários. Com o bolso ali posicionado, era possível manter o blazer abotoado mesmo na hora de pegar pequenos objetos deixados dentro dele. Hoje, o bolso existe apenas por motivos decorativos, perdendo sua utilidade prática.

7. As margens no caderno têm um objetivo

Antigamente, os escritores aproveitavam cada centímetro da página para anotar. Entretanto, eles logo perceberam que ratos costumavam roer parte das páginas, devorando informações importantes. Foi por isso que surgiu a ideia de incluir margens, de modo a manter o texto a salvo nas áreas centrais das folhas, ainda que os ratos resolvessem fazer um lanche de papel. Obviamente, hoje as margens são geralmente usadas para adicionar anotações aos trabalhos feitos pelos alunos.

8. Malha de metal na porta do micro-ondas

Os fornos de micro-ondas são capazes de esquentar tão rapidamente a comida, pois concentram todo o calor no alimento por meio da radiação. A malha colocada do lado de dentro da porta do aparelho reflete a energia do micro-ondas e evita que ela escape para o ambiente. Além disso, permite que possamos ver dentro do forno e verificar se está acontecendo algo fora do normal.

9. O plástico-bolha foi inventado por um motivo totalmente diferente

plástico-bolha surgiu inicialmente em 1957 por iniciativa de dois engenheiros que queriam criar um papel de parede único e texturizado. A primeira ideia não foi para a frente, então eles pensaram em utilizar o produto em isolamento de estufas. Quando essa alternativa também falhou, eles decidiram promover o plástico-bolha como material a ser usado em embalagens. Em 1971, os engenheiros faturaram 5 milhões de dólares sem obter lucro, mas em 2000 eles atingiram a marca de 3 bilhões de dólares em vendas anuais.

10. Almofadas de alfinetes não servem apenas para guardar alfinetes e agulhas

Um dos melhores materiais para o preenchimento de almofadas de alfinetes é a lã de aço, que tem um preço muito acessível. Ela não apenas mantém todos os seus alfinetes e agulhas juntos em um só lugar, como também os deixa sempre afiados. Sem falar que lã de aço também é muito resistente à ferrugem, podendo manter seu equipamento de costura livre da oxidação. No entanto, é preciso ter cuidado para não molhar a almofada de alfinetes, pois a água é a única coisa capaz de oxidar a lã de aço.

11. Massa de modelar Play-Doh era originalmente usada com fins de limpeza

Durante a década de 1920, as pessoas precisavam de algo que as ajudasse a remover a fuligem deixada no papel de parede pelas fornalhas a carvão. A massinha Play-Doh foi inventada nessa época justamente com esse propósito. O produto era vendido exclusivamente em uma cor esbranquiçada, e as pessoas precisavam rolar a massa para a frente e para trás sobre a sujeira presente no papel de parede. Já em 1949, a massa começou a ser comercializada tendo crianças como público-alvo, já que havia surgido no mercado um produto novo e mais fácil de usar para a limpeza de papéis de parede.

12. A parte azul da borracha nunca foi para apagar tinta de caneta

Muita gente acredita que a parte azul da borracha serve para apagar tinta de caneta, mas isso é comprovadamente um equívoco. Na verdade, aquele lado azul e áspero das borrachas é para ser usado em papéis de maior gramatura, enquanto a parte laranja é para papéis de gramatura menor. Isso faz muito sentido se você lembrar que, se utilizada em papel comum, a parte azul acaba destruindo-o. A parte laranja pode ser útil para apagar pequenos erros entre palavras quando não há muito espaço disponível.

13. Partes arredondadas em algumas embalagens de leite

Assim como todos os alimentos frescos, o leite estraga depois de algum tempo, passando a emitir gases capazes de deformar a embalagem. É aí que a forma circular entra em ação, já que ela absorve a pressão causada pelos gases. Ela é útil também caso a pessoa precise congelar o leite, pois o líquido expande um pouco quando dentro do freezer. Se não fosse por aquele pequeno círculo, o leite explodiria dentro da geladeira alguns dias após estragar.

Em sua opinião, qual das revelações acima é a mais curiosa? Se você conhecer outras utilidades secretas para objetos cotidianos, não deixe de citá-las em seu comentário!

Imagem de capa Unknown / Imgur
Compartilhar este artigo