Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Mitos criados pela indústria da publicidade

A publicidade poderia ser considerada a grande representante da oratória moderna. Como dizem alguns teóricos, ela pode formar, informar ou deformar, ou seja, trazer informação útil sobre um determinado produto ou, por outro lado, gerar expectativas falsas, dissimulando algumas verdades e fazendo com que o comprador, ao ver o produto, pense imediatamente que precisa comprá-lo.

Decidimos fazer uma pesquisa sobre os maiores mitos da publicidade em que quase todo mundo continua acreditando. Confira!

10. As frutas cítricas são a melhor fonte de vitamina C

Verdade: o pimentão vermelho pode conter 250 mg a cada 100 g de vitamina C.

Como surgiu o mito: em 1908, o mercado de laranja não ia bem das pernas. Os produtores enfrentavam muitas dificuldades para vender a colheita. Foi quando Albert Lasker teve a ideia de criar uma campanha publicitária em que o suco de laranja era a maior fonte de vitaminas para o café da manhã.

Mas reconhecemos: laranja é uma fruta saudável e, se você gosta de um suco geladinho, continue tomando que faz bem. Só não pense que ela é a rainha da vitamina C.

9. O presente sempre deve vir com um cartão

Verdade: ele tampouco é necessário.

Como surgiu o mito: até o começo do século XX, os cartões eram apenas enviados pelo correio. Graças a uma campanha publicitária da Hallmark, eles começaram a ser enviados pessoalmente, como mais uma parte do presente. O anúncio dava importância às palavras, que eram capazes de expressar sentimentos que o presente não dava conta de explicar.

8. A pasta de dente deve ser colocada em toda a escova

Verdade: basta colocar uma pequena bolinha de pasta, do tamanho de uma ervilha.

Como surgiu o mito: todos os mitos aqui mencionados apareceram por uma razão: aumentar as vendas da empresa em questão. Os fabricantes de pasta de dentes não são exceção. Em todos os anúncios vemos uma grande quantidade de pasta, para deixar a imagem mais atraente e, assim, vender mais. O que pouca gente sabe é que muita pasta não ajuda, o que ajuda é escovar corretamente. Pergunte a seu dentista...

7. A imagem do Papai Noel foi inventada pela Coca Cola

Verdade: pela primeira vez o personagem Papai Noel (com o aspecto que conhecemos) foi pintado pelo artista Thomas Nast, no final do século XIX.

Como surgiu o mito: o protótipo de Papai Noel é São Nicolau que, antes, era muito diferente. Era um monge humilde com uma roupa verde. Em 1931, a Coca Cola lançou uma campanha publicitária para aumentar o número de vendas. Ele foi desenhado por Haddon Sundblom, que não foi a primeira imagem, mas a de maior sucesso como símbolo do Natal. Não por acaso sua roupa é vermelha, cor do símbolo da Coca.

6. A disbiose (desequilíbrio da flora intestinal) é uma doença

Verdade: ela não aparece internacionalmente como doença.

Como surgiu o mito: o uso do termo 'disbiose' é mais comum no leste europeu, principalmente pela indústria farmacêutica para vender produtos que melhorem a flora intestinal. Na Europa, Estados Unidos e aqui no Brasil, o termo é muito pouco usado.

5. Alguns óleos de cozinha não contêm colesterol

Verdade: nenhum óleo vegetal contém colesterol, o produto que tem colesterol é a manteiga.

Como surgiu o mito: esse é outro truque de marketing para aumentar as vendas. Alguns fabricantes colocam em letras gigantes nas embalagens: "livre de colesterol". Isso chama a atenção de compradores e faz com que pensem que o produto tem melhor qualidade.

4. A cerveja e os refrigerantes matam a sede

Verdade: as bebidas com açúcar e álcool dão sede.

Como surgiu o mito: a publicidade de refrigerante sempre incentiva as pessoas a beberem quando faz calor. Os fabricantes preferem esconder a verdade: o que mata a sede é água.

3. Ovos com bacon: o café da manhã perfeito

Verdade: em geral, a principal conclusão de estudos é a de que o café da manhã é a refeição mais importante do dia e, por isso, deve ser priorizada.

Como surgiu o mito: nos anos 20, um famoso homem das relações públicas, Edward Bernays, foi o responsável para aumentar as vendas de bacon nos Estados Unidos. Ele confirmou com alguns médicos que um bom café da manhã é melhor que um leve. Já que a primeira refeição deve ser maior, era bom que ela contivesse bacon. Essa lógica foi aceita pelos consumidores e, desde então, principalmente nos Estados Unidos quase todo mundo come bacon pela manhã.

2. Existem analgésicos específicos para mulheres

Verdade: existem medicamentos complexos que contêm propriedades analgésicas e anti-inflamatórias. Mas eles não fazem distinção entre homens e mulheres.

Como surgiu o mito: as dores crônicas são muito frequentes em algumas mulheres e os fabricantes não perderam a oportunidade de se beneficiar disso. Mas, se é esse é o seu caso, os genéricos são alternativas.

1. Bala de goma são bons doces para crianças

Verdade: a composição dessas balas de goma inclui muito açúcar, amido e corantes, mas não a fruta. Ou seja, eles não fazem bem.

Como surgiu o mito: foi inventado um formato 'infantil' (bichinhos, frutas, etc). Mas, embora quase todo mundo saiba que açúcar em excesso faz mal, muita gente acaba se deixando levar pelo inconsciente e comprando para os pequenos. Eles podem ser consumidos, mas sempre com moderação.

Imagem de capa depositphotos