Incrível
Incrível

11 Fatos sobre o nosso mundo que são difíceis de acreditar

Por que alguns alces correm quando escutam um bebê humano chorar? Por que quase sempre esquecemos o que queríamos fazer quando cruzamos uma porta? E quem roubava as calcinhas da Rainha Vitória? Essas e outras perguntas, por incrível que pareça, têm respostas.

Hoje, o Incrível.club vai te contar 11 fatos pra lá de estranhos sobre o nosso mundo. Veja e conte pra gente se você já tinha ouvido falar em alguma coisa parecida.

1. Quando alces escutam um bebê chorar eles correm para ajudar

Tudo acontece porque o choro de um bebê humano entra na mesma gama de frequências que o choro de um filhote de alce. Isso acontece com muitos mamíferos. Quando escutamos o choro de um recém nascido (bebê, cachorro ou gato) uma área de alerta desperta no nosso cérebro, fazendo com que nosso instinto queira ajudar.

Vale a pena mencionar que a sirene de uma ambulância ou de um carro de polícia produz o mesmo efeito, por isso sentimos uma espécie de sentimento de responsabilidade quando escutamos.

2. Por que sempre esquecemos o que íamos fazer ao cruzar a porta de casa?

Como dizem os psicólogos: cruzar uma porta faz ativar as fronteiras dos acontecimentos, o que nos ajuda a separar um conjunto de memórias de outro.

Quando cruzamos uma porta, o cérebro manda para o ’arquivo’ alguns pensamentos que nasceram em outro lugar, liberando lugar para as impressões do novo espaço. Graças à ’fronteira do acontecimento’, podemos ’mudar de canal’ para realizar novas tarefas e organizar melhor as informações.

3. Os corvos conhecem a justiça melhor que os humanos

Os corvos quase sempre realizam ações em conjunto e compartilham a comida de maneira que todos recebam a mesma parte. Se eles percebem que alguém pegou mais, perdem a confiança no enganador e deixam de colaborar com ele.

4. Uma vez, Júlio César navegava pelo Mar Egeu e foi capturado por piratas que pediram um resgate de 620 kg de prata (600 mil dólares)

Asterix at the Olympic Games / @La Petite Reine

De acordo com as pesquisas, ao escutar isso, Júlio César ficou muito irritado, já que achava que valia muito mais, e obrigou os piratas a pedirem 1.550 kg de prata.

Enquanto os romanos juntavam dinheiro, ele participou de jogos com os piratas, cantou músicas e os tratou como seus subordinados. Não obstante, apesar dessas manifestações de ’amizade’, avisou aos sequestradores que assim que fosse liberado, voltaria e os executaria. Os piratas não acreditaram, mas César fez justamente isso. Juntou uma frota, voltou para a ilha onde fora mantido como ’preso’, executou os piratas e levou a sua prata de volta.

5. Um garoto roubou a roupa interior da Rainha Vitória no Palácio de Buckingham durante um ano

Em 14 de dezembro de 1838, o porteiro noturno de um dos quartos do Palácio de Buckingham capturou um garoto cheio de fuligem no corpo. Nos bolsos ele tinha várias calcinhas da rainha.

Foi descoberto que ele se escondia atrás de um móvel dentro da chaminé durante o dia e à noite dava voltas pelo palácio. Ele chegou a se esconder embaixo da mesa durante encontros reais. Quando ele tinha fome, simplesmente pegava alguma comida, e chegou a lavar a própria roupa na lavanderia. Isso durou um ano. Posteriormente, ele foi capturado outras 3 vezes no palácio.

6. Nas Filipinas existe um lago dentro de uma ilha que fica dentro de um lago. Entendeu?

O lugar marcado é a ilha do vulcão Taal.

Nas Filipinas existe um lago que é considerado um dos lugares mais impressionantes do mundo. O Lago Taal fica na ilha de Luzon e tem a sua própria ilha vulcânica onde fica o lago. Portanto, é uma ilha em um lago de uma ilha em um lago de uma ilha.

7. Na França, existe um prato que deve ser comido tapando a cabeça com um guardanapo

Este prato é feito com a ave ’sobria’, um pequeno pássaro cantor. A ave é alimentada durante um mês apenas com figos. Em seguida, ela é afogada em brandy (conhaque) e frita durante alguns minutos em fogo alto. O prato é comido com a cabeça tapada.

Uns dizem que o guardanapo ajuda a aproveitar o aroma, outros dizem que ele é usado porque as pessoas querem se esconder de Deus por comer uma ave tão fofinha.

8. Na Torre de Londres há um cargo de ’mestre de corvos’ (Ravenmaster)

Os corvos da Torre de Londres são um grupo de 6 corvos que têm um significado especial para a Grã Bretanha, por isso essas aves estão sob o cuidado do Estado. Um grupo especial de guardiões precisa alimentar as aves e protegê-las. O salário é de 31.900 dólares por ano.

9. Qualquer pessoa, viva ou morta, precisa de um passaporte para viajar para a França

Em 1974, o governo do Egito precisou fazer um passaporte para Ramsés ll, para que seu corpo fosse levado ao país para restauração. Quando o avião com o corpo chegou em Paris, a múmia foi recebida com todas as honras do governo francês.

10. Cientistas japoneses criaram um alarme contra incêndio para surdos feito com wasabi

A empresa japonesa Air Water Safety Service criou um alarme contra incêndios que, ao invés de som, solta cheiro de wasabi. Ao ativar o sensor, o dispositivo solta uma névoa que funciona como um alarme, mas não irrita os olhos. O dispositivo é realmente importante para quem não pode escutar.

11. Uma empresa francesa pode criar perfumes com cheiro de pessoas mortas

Katia Apalategui, assim como muitos que perderam um parente, manteve alguns objetos do falecido marido para conservar o seu cheiro. Com o passar do tempo, ela decidiu fazer um perfume dos objetos e fundou a sua própria empresa.

“Pegamos pertences das pessoas e tiramos o seu cheiro; as moléculas são transformadas em perfume”, afirma Katia. Os perfumes são usados como uma maneira de conservar a memória das pessoas e alguns chegam a ser dados como presentes.

Imagem de capa scalarchives
Incrível/Curiosidades/11 Fatos sobre o nosso mundo que são difíceis de acreditar
Compartilhar este artigo