Incrível
Incrível

10 Vezes em que filmes e seriados cometeram imprecisões históricas nos figurinos

A gravação de filmes históricos é um processo bastante trabalhoso e que requer uma atenção especial aos detalhes. E é por isso que, para que tudo pareça natural e a produção represente o ambiente da época com a maior precisão possível, é necessário um trabalho conjunto de especialistas das mais diversas áreas.

Nós, do Incrível.club, analisamos alguns filmes históricos com o olhar atento de um historiador, e selecionamos 10 produções de sucesso que deixaram passar imprecisões históricas no figurino dos seus personagens. Confira!

Os Dez Mandamentos

Os Dez Mandamentos é um filme cult sobre o Egito Antigo. O que nos chama atenção aqui são os cabelos das personagens. O longa foi produzido em 1956 e é provavelmente por isso que todas as mulheres usam penteados no estilo dos anos 50. Os penteados, sem dúvidas, aparentam bem-feitos e elegantes, mas incompatíveis com o Egito Antigo. Naquela época, costumava-se usar os cabelos com tranças, que podiam ser adornadas com tubinhos de ouro ou enfeitadas com miçangas, deixá-los cacheados ou até usar perucas. Vale ressaltar que no filme as personagens às vezes aparecem usando diademas de ouro, porém eles pouco se parecem com os acessórios que eram utilizados naquela época.

Capitão América: O Primeiro Vingador

Peggy Carter, a amada do Capitão América, é uma excelente oficial do exército. Ela aparenta, de fato, deslumbrante, e um de seus destaques é o penteado elegante, mas bastante solto. Contudo, de acordo com o regimento militar vigente na época, as oficiais mulheres deveriam arrumar os seus cabelos de forma que eles não encostassem na parte de trás da gola.

A Bela e a Fera

A adaptação cinematográfica A Bela e a Fera da Disney está repleta de trajes e acessórios de cores fortes. Bela, a personagem principal, é interpretada por Emma Watson, e durante parte do filme o telespectador a vê andando pelo castelo vestindo um elegante vestido amarelo.

A versão mais conhecida desse conto tem sua origem no século XVIII, logo presume-se que os eventos descritos no longa se desenrolam naquele mesmo período. Porém, tanto no antigo filme de animação como nessa adaptação cinematográfica o traje de Bela não corresponde à moda daquela época. No século XVIII, as saias dos vestidos eram largas, o que aumentava a parte inferior do corpo. Além disso, para criar a silhueta desejada, a mulher tinha de usar um espartilho especial. No mais, os cabelos costumavam ficar presos rente à cabeça e cobertos por uma touca de linho.

Adoráveis Mulheres

O longa Adoráveis Mulheres de 2019 é a mais recente adaptação cinematográfica do famoso romance homônimo de Louisa May Alcott. A história gira em torno da vida de quatro irmãs no século XIX. A maioria dos trajes que vemos na produção correspondem com precisão à época em que os eventos se passam. Contudo, em uma das cenas é possível ver que as irmãs estão usando botas ugg, que foram criadas apenas na segunda metade do século XX.

Pearl Harbor

Pearl Harbor é um drama romântico de guerra cujos eventos se desenrolam no início dos anos 40. No filme vemos muitas enfermeiras militares usando uniformes de trabalho condizentes à época. E mesmo usar uma maquiagem leve não era proibido.

Porém, os agentes de saúde militares tinham de usar uniforme o tempo todo, sendo permitido que eles se vestissem com roupas civis apenas em seu tempo livre, fora do trabalho. Há uma cena no longa na qual as personagens estão prestando condolências pelos caídos no ataque. Nesse momento, todas as enfermeiras estão de serviço e devem aparentar de acordo com o código militar. Contudo, elas aparecem vestindo elegantes roupas civis.

O Homem da Máscara de Ferro

Esse filme do gênero aventura é baseado em um romance de Alexandre Dumas e conta sobre um prisioneiro do rei Louis XIV. Todos os acontecimentos da produção se desenvolvem no século XVII e os protagonistas são os famosos Três Mosqueteiros, porém já mais velhos. O filho de um deles, Raoul, se apaixona por Christine, que é quem vamos analisar aqui. Em uma das cenas no quarto, dá para ver claramente a costura à máquina no decote da camisola de Christine. Entretanto, as primeiras máquinas de costura só foram criadas no século XVIII.

Elizabeth

O longa conta sobre os primeiros anos do reinado da rainha Elizabeth I da Inglaterra. Essa monarca é conhecida por usar maquiagens fortes junto de perucas ou penteados altos. E é com esse visual forte que ela é representada no filme. No entanto, a rainha começou a adotar esse estilo mais elaborado apenas quando já estava mais madura, como uma forma de esconder as marcas do envelhecimento e as cicatrizes da varíola. Na juventude, tanto seu penteado quanto a maquiagem eram mais discretos.

O Discurso do Rei

Esse drama histórico conta como o duque, e posteriormente rei do Reino Unido, George VI se esforça para superar a disfemia com a ajuda de um fonoaudiólogo, contando com o apoio constante de Elizabeth, sua esposa. E é sobre ela e seus trajes que vamos nos aprofundar aqui. Não é segredo que os chapéus eram parte integrante do visual da Rainha-Mãe da vida real. Tanto é que no decorrer de sua vida ela mudou frequentemente o estilo de seus chapéus, e tinha uma grande variedade de acessórios de cabeça em seu guarda-roupa.

Na parte do filme em que o duque e a duquesa vão para o Castelo de Balmoral, vemos que Elizabeth está usando um lindo chapéu azul. No entanto, ela só veio a se apaixonar por chapéus desse estilo apenas depois do início da Segunda Guerra, e não em 1936, como mostrado na produção.

A Colina Escarlate

A Colina Escarlate é um belo, porém sombrio filme de Guillermo del Toro. No centro da trama estão duas personagens femininas: a perigosa Lucille e a gentil Edith, e os acontecimentos se desenrolam no ano de 1887. Lucilli aparece na produção usando vestidos que correspondem estritamente à moda da década de 1880. Enquanto Edith, sem motivo aparente, veste trajes característicos de períodos posteriores.

Guerra e Paz

Essa adaptação do clássico romance homônimo russo de Liev Tolstói estreou em 2016. No seriado, notamos que o protagonista Pierre Bezukhov usa óculos. Se olharmos atentamente, dá para ver que esse acessório dispõe de protetores de nariz, cuja função é não permitir que ele escorregue do rosto. O romance descreve eventos que ocorrem no início do século XIX, contudo, óculos desse tipo só surgiram no início do século XX.

Na sua opinião, o que é mais importante em um filme: a precisão histórica ou uma boa atuação aliada a um roteiro interessante? Conte para a gente na seção de comentários.

Incrível/Curiosidades/10 Vezes em que filmes e seriados cometeram imprecisões históricas nos figurinos
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos