Gêmeos adotaram uma alimentação diferente para ver os resultados em seus corpos

Gente
há 7 meses

Esta é a história dos irmãos gêmeos Hugo e Ross. Atletas de elite, eles decidiram fazer uma experiência alimentar: Hugo, tornou-se vegano, e Ross seguiu o regime alimentar habitual. Ambos foram monitorados durante 12 semanas por especialistas (nutricionistas, médicos, cardiologistas, etc.). Também reforçaram o treinamento durante esse período, visando descobrir qual das duas dietas era a mais adequada ao seu desempenho como esportistas.

As lições que aprenderam com a experiência são muito instrutivas, e você pode usá-las para ajudá-lo a decidir como se alimentar, mesmo que não seja um atleta de elite. Por isso, decidimos compartilhar os resultados da pesquisa. Se quiser saber mais a esse respeito, não deixe de assistir ao documentário sobre esses gêmeos.

Hugo e Ross decidiram se tornar cobaias científicas: durante 12 semanas, Hugo se tornou vegano, e Ross continuou comendo carne

Durante o experimento, ambos consumiram o mesmo número de calorias diárias e realizaram as mesmas atividades esportivas

No início da mudança de sua dieta, não foi fácil para Hugo deixar de comer carne e queijo, alimentos que ele adora. Principalmente os laticínios, foi do que mais sentiu falta

Por outro lado, Hugo teve um desempenho esportivo mais regular, enquanto Ross, que comia carne, percebia que suas habilidades eram mais aleatórias

O motivo: ingestão de açúcar. O corpo de Ross eliminou os açúcares rapidamente, enquanto o de Hugo os reteve por mais tempo

Um estudo científico mostrou que isso não se deve à dieta, mas ao metabolismo: embora sejam gêmeos, seus corpos não reagem da mesma forma à presença de açúcar

No entanto, sua dieta mostrou que o corpo de Hugo, então vegano, havia perdido diferentes bactérias... e isso não era necessariamente uma coisa boa

Na verdade, a função dessas bactérias é proteger o corpo contra doenças, portanto, ele tinha maior probabilidade de adoecer do que seu irmão

As bactérias perdidas provinham principalmente de produtos lácteos e gorduras contidas na carne

Seguindo uma dieta vegana, Hugo foi aconselhado, para proteger seu corpo de doenças, a comer 30 variedades de vegetais por semana

No final do experimento, Hugo apresentava um nível de colesterol mais baixo que seu irmão, e sua resistência ao diabetes tipo 2 também foi fortalecida

No final, os especialistas concluíram haver muito pouca diferença entre as duas dietas; tanto pelo fato de ambos consumirem bons produtos quanto de fazerem muito exercício

Esse experimento mostrou que o importante não é comer carne ou não, mas sim consumir alimentos variados de boa qualidade, pouco ou nada processados

Portanto, é possível ter uma dieta muito mais tóxica como vegano do que como onívoro, e vice-versa: depende do número de alimentos processados ou substitutos que consumimos.

Isso também confirma não existir uma dieta perfeita: tudo depende do organismo de cada um!

O que você achou do experimento dos dois irmãos? Conforme a sua experiência, qual você considera a melhor dieta para os seres humanos? Sinta-se à vontade para compartilhar sua opinião conosco nos comentários.

Uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais, como vitaminas, minerais e proteínas, é crucial para manter um estilo de vida saudável. A escolha da dieta ideal pode variar de pessoa para pessoa, dependendo de seus objetivos, preferências e necessidades individuais. Portanto, é importante buscar orientação profissional ao planejar e adotar uma dieta específica. Para saber mais sobre o que acontece com nosso corpo quando viramos veganos, clique aqui.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados