Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10+ Características da mentalidade alemã que os estrangeiros nunca vão entender

Oi, meu nome é Pavel. Alguns meses atrás, eu me mudei para Berlim para tentar encontrar minha alma gêmea. Eu conheci diversas pessoas, tanto romanticamente como por amizade. E, assim, fui tentando entender como elas se relacionavam e como o meu comportamento poderia causar estranheza e até afastar muitas dessas pessoas de mim.

Quero compartilhar com o Incrível.club alguns dos segredos que eu descobri sobre a vida dos alemães, muitos dos quais eles não contam nem mesmo para seus familiares e amigos próximos.

1. Rapazes com “boas maneiras” são difíceis de encontrar na Alemanha

Não é muito comum “chegar” nas mulheres alemãs. Se estiverem interessadas, elas mesmas podem se aproximar e pedir seu telefone, sem nenhum olhar a mais ou gestos enigmáticos. Abrir a porta para alguma mulher não é sempre uma boa ideia. Esse tipo de comportamento pode ser reprimido, às vezes severamente, se ela achar que a situação é inapropriada. Mesmo que no seu país isso seja visto como uma forma de cortesia, as alemãs podem entender isso como uma demonstração de que elas não são capazes de fazer sozinhas. Por isso, é preciso ter cuidado com o zelo excessivo.

O trabalho dos policiais é o mais interessante. Eles frequentam cursos sobre igualdade de gênero, nos quais são ensinados a se referir a pessoas corretamente. Devem, também, saber falar com aqueles que não se identificam com nenhum dos gêneros binários: homem ou mulher. Os policiais aprendem que existem cerca de 50 gêneros diferentes e como usar uma linguagem mais neutra e mais apropriada para não ofender ninguém. Caso contrário, eles podem acabar violando os direitos de cada cidadão de se autoidentificar. Qualquer pessoa, também, pode se queixar com a polícia se achar que foi tratada de forma incorreta, por exemplo.

2. Eles preferem não demonstrar seus sentimentos em público

Se você trabalha em um escritório e quer abraçar um colega, animá-lo ou parabenizá-lo por conta de alguma boa notícia, é melhor fazer isso verbalmente. E isso vale tanto para os homens como para as mulheres. Esse tipo de proximidade física pode ser visto como assédio, e muitas pessoas não gostam.

Na verdade, qualquer manifestação de afeto em público não é muito aceita. Se, por exemplo, você vai a alguma festa de amigos com a sua namorada, é mais aconselhável não beijá-la vigorosamente ou abraçá-la na frente dos outros.

Sim, na Alemanha todos tentam ser tolerantes: homens podem pedir bebidas estereotipicamente “femininas”, como coquetéis rosas com guarda-chuva, e ninguém vai fazer nenhuma piada ou comentário maldoso. Mas se você der tapinhas no ombro de algum amigo ou abraçar alguém de forma calorosa, fofocas sobre suas “intenções” se espalharão pela cidade na velocidade da luz. Portanto, é melhor não demonstrar seus sentimentos na frente de pessoas pouco conhecidas e restringir o contato físico.

3. As alemãs não vão esperar que você pague as contas delas. É mais provável até que elas paguem suas contas

Mesmo estando em um relacionamento, os alemães preferem viver separados e cada um alugar sua própria casa. Por exemplo, em Berlim, o aluguel de um bom apartamento começa a partir de 700 euros (3.600 reais). Se uma mulher decide se mudar para a casa do namorado, ela normalmente pagará um depósito pelo local (cerca de 5 mil reais) e ambos dividirão o aluguel igualmente. Achar que o homem pagará pelo aluguel sozinho, só porque ele é o homem da relação, ou porque ele que a convidou, não é considerado educado.

Caso decida sair com uma garota do Tinder para um encontro, saiba que provavelmente você não pagará a conta dela no restaurante. Há uma chance até de que ela mesma lhe ofereça uma bebida ou alguma outra coisa. Claro, se ela estiver realmente interessada. Não adianta chegar com flores e querer bancar o jantar: é mais provável que isso tenha um efeito negativo.

4. Seu relacionamento pode estar em perigo se você come carne

Os marqueteiros iniciaram uma moda de produtos “saudáveis” e orgânicos, que não são prejudiciais aos animais. Assim, em embalagens de queijo você encontrará um carimbo dizendo que a empresa produtora usa leite de vacas que pastam livremente, e não daquelas mantidas em cativeiro. Naturalmente, tais produtos têm preço mais elevado, mas, para os alemães, é importante mostrar a contribuição que estão fazendo para o meio ambiente, mesmo quando compram um simples queijo.

Se a sua namorada, por exemplo, é vegetariana, o que está bastante popular agora na Alemanha, principalmente entre os jovens, você pode acabar colocando seu relacionamento em xeque se decidir continuar a consumir carnes. Muitas pessoas levam esse assunto bastante a sério, e podem terminar um relacionamento por esse tipo de divergência.

5. Por que eles se preocupam tanto com a criopreservação social

procedimento de criopreservação de células germinativas, por razões sociais, é agora popular entre as mulheres alemãs de 18 a 28 anos. Cada vez mais mulheres decidem adiar a concepção para a época em que estão na casa dos 40 anos, a fim de se concentrarem primeiro em suas carreiras e na estabilidade financeira.

6. Como ganhar a vida

Os alemães encontram várias maneiras de ganhar um dinheiro extra. Eles podem alugar um apartamento de 2 quartos em Berlim por 700 euros (mais de 3.600 reais), por exemplo, e depois alugam um dos quartos no Airbnb para viajantes por 400 euros (mais de 2.100 reais) por duas semanas. Durante o verão, eles conseguem facilmente cobrir o valor do aluguel dessa forma.

Descobri um segredo com os alemães de como conseguir melhores avaliações de viajantes pelo Airbnb: no dia da chegada do hóspede, você precisa apenas colocar um chocolate na cama e um shampoo e condicionador no banheiro. Assim, você certamente irá receber comentários positivos.

Outra forma de ganhar dinheiro é por meio de pesquisas médicas. Há uma pesquisa sobre o efeito do sono na nossa vida, por exemplo, na qual você precisará apenas dormir na primeira noite e, na manhã seguinte, responder a algumas perguntas. Na segunda noite, você deverá passar acordado e, no dia seguinte, novamente responder a algumas perguntas. Por sua participação, você receberá cerca de 300 euros (1.650 reais).

Mais uma opção, por exemplo, é participar dos testes de novos medicamentos. Para esse tipo de estudo, eles pagam cerca de 3 mil euros (16.500 reais) por semana. Mais frequentemente, no entanto, os estudantes alemães decidem apenas doar sangue, não necessariamente por boa fé, mas simplesmente porque receberão um diagnóstico gratuito da sua saúde, e ainda recebem cerca de 60 euros (330 reais) pelo processo.

Outra coisa comum, que muitos alunos de escolas fazem, é comprar algum sorvete no mercado mais próximo durante o intervalo das aulas, e depois vender o produto aos seus amigos por um preço um pouco mais elevado.

Outra forma interessante de ganhar dinheiro é procurar por vendas em garagens ou mercados de pulgas e comprar quadrinhos antigos por preços simbólicos. Depois você deverá encontrar colecionadores e vender os achados por algumas centenas de euros, dependendo da raridade da coleção que adquiriu.

7. Os alemães são bastante otimistas quando se trata de lucro

Com o objetivo de economizar, os alemães podem facilmente ser vítimas de fraudes e trapaças. Atualmente, na Alemanha, por exemplo, há cada vez mais situações em que um jovem “encantador” bate na sua porta para oferecer Internet doméstica com tarifas inacreditáveis, que seriam muito vantajosas em comparação com as outras ofertas.

Ele pode convencê-lo de que essa é uma promoção limitada de uma marca, digamos, bastante conhecida. E tudo o que é preciso fazer é se registrar em um site especial para começar a usar os “benefícios” do programa. Contudo, assim que você entra no site pelo telefone ou computador, os vigaristas conseguem ter acesso aos seus dados pessoais e depois os vendem a terceiros. E, claro, você não receberá nenhuma oferta especial.

8. Como eles resolvem os problemas domésticos

Se alguma tubulação estiver vazando, você não deve tentar consertar sozinho: é imprescindível chamar um encanador profissional para resolver. Caso contrário, se houver algum problema futuro o seu seguro não irá cobrir os danos. Serviços de profissionais do tipo podem custar algumas centenas de euros. Por esse motivo, as alemãs são bastante independentes no que diz respeito a todos os cuidados da casa, e certamente não precisam da ajuda de homens para isso.

Além disso, elas também encontram formas diversas (e temporárias) de resolver problemas rotineiros, como, por exemplo, envolver tubos danificados com rolos de papel higiênico. Mas para resolver a maioria de problemas similares, os alemães optam pela fita crepe e por uma boa risada. As mulheres simplesmente não têm o costume de pedir a ajuda de homens para resolver tais coisas.

9. Os correios alemães revelaram uma característica interessante sobre os habitantes locais

Presentes sem embalagens não são considerados presentes na Alemanha. Portanto, é perfeitamente comum ver pacotes nos correios muito bem embalados e com lindas decorações. Os homens, aliás, parecem estar ainda mais preocupados com a apresentação do presente do que as mulheres.

Eles podem facilmente adicionar glitter, pétalas de rosas e envolver o pacote com fitas coloridas para enviar, por exemplo, para seu melhor amigo. E ninguém vai ver maldade nisso. Já as mulheres, muitas vezes, optam por embalagens mais simples para presentear seus namorados, se não quiserem demonstrar a intensidade de seus sentimentos por eles.

Há uma espécie de regra de comportamento “invisível” que todos seguem quando vão aos correios. Por exemplo, entende-se que não se deve enviar mais de 5 encomendas de uma vez só, pois, assim, você vai atrasar demais a fila. Se precisar enviar mais de 5 pacotes, é melhor voltar no correio mais tarde ou em outro dia.

Outra coisa que me surpreendeu bastante foi descobrir que muitos donos de lojas de conveniências e mercados pequenos abrem pontos de correio em seus estabelecimentos. Eles fazem isso para atrair mais clientes para suas lojas e ainda recebem uma porcentagem pelo recebimento e armazenamento de encomendas.

10. Duas coisas que você provavelmente encontrará somente na Alemanha

Wasserkefir (“água de leite fermentado”), como é conhecido na Alemanha, ou arroz marinho indiano, é uma bebida bastante popular entre os alemães. Tem um sabor agridoce e é consumido como uma alternativa aos probióticos à base de leite.

Precisão pode ser o segundo nome dos alemães. E a obsessão na hora de comer o ovo perfeito realmente não é um mito. Um dos utensílios usados para fazer o “ovo perfeito” é o Eierschalensollbruchstellenverursacher, que em português seria algo como “causador da marca onde se deve quebrar a casca do ovo”. Ele permite quebrar uma parte da casca do ovo de modo que seja mais fácil para comê-lo com uma colher.

Bônus: histórias de alguns internautas

  • Eu era amiga de um alemão por muitos anos pela Internet. Certa vez nos encontramos em Düsseldorf e... começamos a namorar. Fiquei muito apegada ao filho pequeno dele e eu os visitava com certa frequência, mas ainda morávamos em países diferentes. Eu, então, encontrei um cachorro vira-lata e resolvi ficar com ele. Meu namorado começou a ficar preocupado com essa situação, pois ele queria que eu me mudasse para morar na casa dele. Foi então que ele me deu um ultimato: se você vier, o cachorro vai precisar viver somente no jardim da casa, pois existe uma lei em Bradenburgo que não permite que cães entrem em apartamentos. E foi essa a história de como eu não me casei. © audi858 / Pikabu
  • Minha irmã foi para um Parque Nacional em Uganda para ver os gorilas nas montanhas. Ela estava em um grupo de turismo com um guia. Um dos turistas era alemão e estava com uma câmera profissional bastante cara no pescoço. Uma hora, o guia pediu que todos se abaixassem e observassem os gorilas sem fazer barulho, mas o alemão levantou, se aproximou de um gorila e começou a bater no peito, imitando o animal. O guia ficou assustado pensando que o gorila iria fazer pedacinhos do turista. Mas o animal se aproximou do homem calmamente, colocou a mão no ombro dele, empurrando-o para baixo, como se dissesse “fique sentado, turista estúpido” e então quebrou a câmera do homem em milhares de pedaços. © Tim Sjåstad / Quora
  • Meu amigo sempre buscava sua filha (5 anos) na escola. Uma vez, ela resolveu fazer uma brincadeira na saída e começou a correr do pai. Ele correu atrás dela, conseguiu alcançá-la, segurando-a firmemente pela mão e, então, foram para casa. Mas depois, ele encontrou uma viatura de polícia na entrada de casa. O que aconteceu foi que algum pedestre viu um homem correndo atrás de uma criança e não só ligou para a polícia, mas gravou a placa do carro. A polícia procurou no sistema e encontrou o endereço dele. Eles afastaram a criança do meu amigo e começaram a perguntar “Quem é esse homem?”, “Por que ele estava correndo atrás de você?” etc. Depois, felizmente, tudo terminou bem. © KZIG / Pikabu

Qual dessas peculiaridades deixou você mais intrigado? Se já conheceu ou teve amigos alemães, quais foram as suas experiências com eles? Comente!

Imagem de capa KZIG / pikabu