Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

16 Pares de animais que podem confundir muita gente

O reino animal é muito diverso, e por isso é praticamente impossível memorizar todas as espécies do mundo. As diferenças, muitas vezes sutis, aparecem até mesmo entre animais da mesma família. Mas a situação fica anda mais complexa, pois animais de espécies diferentes podem evoluir de maneira semelhante por causa do ambiente onde vivem.

Incrível.club encontrou 16 pares de animais muito parecidos e que quase sempre confundimos. Confira que animais são esses e quais são as diferenças entre eles.

1. Jaguar vs. Leopardo

Apesar das muitas semelhanças, os dois grandes felinos habitam diferentes continentes e, portanto, estão habituados a diferentes zonas climáticas: enquanto o leopardo vive nas savanas africanas, o jaguar, mais conhecido como onça-pintada, vive em florestas tropicais da América do Sul. Além disso, a onça-pintada é maior e, diferentemente do leopardo e de outros felinos, gosta de água.

2. Aligátor-americano vs. Crocodilo-americano

É possível diferenciar um do outro pela forma do focinho: o crocodilo tem o focinho mais alongado e em forma de V, já o aligátor tem o focinho um pouco mais curto e em forma de U. Além disso, é importante olhar para os dentes: os crocodilos parecem sorrir o tempo todo e alguns dentes estão sempre à mostra. Quando olhamos para o aligátor percebemos que sua mandíbula superior é mais longa que a inferior, e por isso seus dentes não ficam visíveis na maior parte do tempo.

3. Vespa comum vs. Vespa crabro

Apesar das diferenças de tamanho e de coloração, os dois tipos de vespa são perigosos. A vespa crabro é maior e tem uma cor alaranjada com manchas pretas. A vespa comum tem as cores um pouco mais nítidas, com anéis pretos e amarelos. Independentemente das diferenças, é melhor evitar os dois tipos.

4.Foca vs. Leão-marinho

Talvez você já tenha visto uma foca ou um leão-marinho durante alguma viagem ou até mesmo em algum parque temático, mas nem todo mundo sabe quais são as maiores diferenças entre eles. As focas têm pelo e pequenas nadadeiras frontais que as impedem de andar e as obrigam a se arrastar fora da água. Os leões-marinhos, por outro lado, têm a pele lisa e grandes nadadeiras que eles usam para se mover no chão.

5. Tartaruga vs. Jabuti

Em primeiro lugar, é preciso dizer que, apesar das diferenças, os dois animais têm algo em comum: eles são lentos. No entanto, a casca da tartaruga é hidrodinâmica, adaptada para adquirir velocidade e agilidade na água. O desenho da casca, em geral com manchas e círculos, funciona como proteção nos ambientes aquáticos. Já a casca do jabuti, um animal terrestre, é diferente. Ele passa a maior parte do tempo no chão e sua casca é adaptada a esse ambiente.

6. Corvo vs. Gralha-preta vs. Gralha-calva vs. Gralha-de-nuca-cinzenta

A maioria dos animais da família Corvidae se parece entre si (com exceção do gaio, que definitivamente parece um estranho no ninho). O corvo é alto e elegante e possui uma espécie de “barba” com penas na garganta. A gralha-preta e a gralha-calva têm o mesmo tamanho, mas a gralha-calva tem o bico cinza e elegantes “calças” com penas nas patas. A gralha-de-nuca-cinzenta é a mais simpática de todas, tem o bico mais curto e uma cabeça arredondada.

7. Asno vs. Mula

Esse caso é um pouco diferente por uma simples razão: o asno (também conhecido como jumento ou jegue, nomes regionais diferentes dados para o mesmo animal) é uma espécie, como se fosse um “parente” do cavalo, já a mula é resultado do cruzamento de asno e égua. Quando o filhote desse acasalamento é uma fêmea, ela é chamada de mula; quando é um macho, é popularmente chamado de burro.

8. Lebre vs. Coelho

Se você quer um animal fofinho, a sua melhor opção é um coelho. A lebre não é muito fã de cafuné. As lebres são maiores, mais rápidas e têm pernas e orelhas mais longas. Coelhos são menores, mais fofos e em geral mais bonitos. Além disso, a alimentação é diferente: coelhos preferem hortaliças, como cenouras, e grama; já as lebres preferem galhos e casca de plantas. Coelhos são animais mais dóceis e sociáveis; as lebres costumam ser mais solitárias. É por isso que os coelhos são facilmente domesticados, diferentemente das lebres, que são mais selvagens.

9. Mariposa vs. Borboleta

Uma grande diferença entre os dois animais é a posição das asas em relação ao corpo: quando pousam, as borboletas deixam suas asas elevadas e fechadas; já as mariposas mantêm as asas sempre abertas. As antenas também apresentam diferenças: as antenas da borboleta são longas e finas e as da mariposa são curtas. Além disso, a borboleta é um animal diurno, enquanto a mariposa costuma ser um animal noturno.

10. Golfinho vs. Toninha

A diferença entre golfinhos e toninhas (também chamadas de boto) se resume ao focinho, às barbatanas e ao formato do corpo. Os golfinhos têm longos focinhos, corpos finos e barbatanas dorsais curvas. As toninhas têm focinhos mais arredondados, nadadeiras menores e barbatanas dorsais triangulares e mais curtas.

11. Furão vs. Arminho

Apesar de algumas diferenças, os dois animais são “parentes”. O arminho é maior e tem um rabo longo e com a ponta preta; já o rabo do furão é mais curto e da mesma cor que o resto do corpo. O arminho se move saltitando e com as costas arqueadas, já o furão costuma ficar mais próximo do chão. Além disso, a pelagem do arminho varia de acordo com a estação e fica branca no inverno.

12. Águia vs. Gavião vs. Falcão

águia, uma ave gigantesca e poderosa, costuma preferir áreas como falésias e montanhas. Gaviões são um pouco menores e mais ágeis no ar, capazes de realizar manobras mais fechadas. Já o falcão é o menor e o mais rápido dos três e tem olhos maiores e bicos mais curtos.

13. Camundongo vs. Rato

Esses dois roedores podem ser facilmente diferenciados por três aspectos: tamanho, rabo e orelhas. Os camundongos são pequenos, muitas vezes menores que filhotes de ratos; eles têm rabos longos, finos e cobertos de pelo. Já o rabo dos ratos é grosso e não tem pelos. Camundongos têm orelhas muito grandes em relação ao tamanho do corpo, e elas são redondas e flexíveis; além disso, seu rosto é mais fino e levemente triangular. O rosto dos ratos é proporcionalmente maior em relação ao corpo.

14. Gaivota vs. Albatroz

As gaivotas costumam viver perto da água e revelam sempre grandes acrobacias ao mergulhar e capturar peixes; no entanto, elas não gostam de longas viagens, diferentemente dos albatrozes. O albatroz é muito mais corpulento e realiza longos voos sobre o mar. Além disso, ele tem narinas que permitem remover o sal da água e dos alimentos.

15. Glutão vs. Ratel

Apesar de viverem em zonas climáticas diferentes — o ratel vive na África e o glutão vive em florestas do norte —, ambos pertencem à família Mustelidae. O glutão é mais alto, tem patas maiores, orelhas mais marcadas e o pelo marrom com anéis amarelos. O ratel costuma ficar mais próximo ao chão e tem o corpo preto com uma camada de pelo branco nas costas.

16. Lobo vs. Coiote vs. Chacal

Em primeiro lugar, é importante saber onde esses três animais podem ser encontrados: o chacal vive na África e na Ásia, o coiote vive na América do Norte e o lobo pode ser encontrado em diferentes regiões do planeta. Lobos são animais grandes e resistentes, enquanto coiotes e chacais possuem uma estrutura um pouco mais magra e frágil.

Coiotes costumam ter pelo vermelho no rosto e nas orelhas; já o pelo do chacal é um pouco mais amarelado. Além disso, chacais têm menos pelo, uma vez que não precisam enfrentar invernos rigorosos.

Bônus de diversão: Wolverine (nome em inglês para glutão) vs. Ratel. Encontre as semelhanças e as diferenças

Você já confundiu algum desses animais? Se tiver outros exemplos, não deixe de compartilhar nos comentários.