Incrível

9 Curiosidades e mitos sobre os gatos gigantes da raça maine coon

3-21
922

Meu marido e eu sempre sonhamos em ter um gato da raça maine coon, mas por cerca de 10 anos mantivemos esse sonho parado, pois decidimos que só teríamos um quando já tivéssemos nosso próprio apartamento e crianças. Quando chegou o tempo certo, compramos o Alce (esse era seu nome), já com 3 meses. Desde então, já ouvi muita coisa: que ele vai nos comer, que é muito pequeno para a raça e o porquê de eles crescerem tanto.

Hoje em dia o Alce tem 10 meses e já estamos totalmente acostumados. Durante esse período, testei todos os principais mitos sobre os maine coon e vou compartilhar com os leitores do Incrível.club o que é verdade e o que é mito.

Eles não são tão grandes

9 Curiosidades e mitos sobre os gatos gigantes da raça maine coon

Provavelmente você já viu fotos de maine coon em exposições de gatos. Nessas imagens, os proprietários os esticam para eles parecerem enormes. Existe o mito de que essa raça pode chegar a pesar entre 15 e 25 kg. No entanto, eles não são tão grandes assim quanto os criadores tentam propagar. O padrão é: os machos pesam entre 5,9 e 8,2 kg (e se castrados, até 12 kg) e as fêmeas, entre 3,6 e 5,4 kg (se castradas pesam até 8,5 kg).

Para efeitos de comparação, a gata sem raça dos meus pais pesa pouco mais de 5 kg, tanto quanto pesaria uma fêmea extremamente grande de maine coon. Por que então os gatos dessa raça parecem tão grande nas fotos? Em primeiro lugar, um bom ângulo: como a cabeça do animal está mais próxima da câmera do que a do dono, o corpo fica com uma impressão longa e gera essas fotos com “gatinhos gigantes”.

Em segundo lugar, maine coon são realmente maiores do que outros gatos domésticos. Eles têm um esqueleto mais longo, músculos mais desenvolvidos e pernas tonificadas. Isso já é perceptível desde quando são filhotes.

Os maine coon têm suas próprias doenças

Esses gatos são adaptados para a vida em climas rigorosos; portanto, frequentemente têm uma boa saúde e boa expectativa de vida. De acordo com dados sobre seguro de vida para gatos domésticos na Suécia, no período 2003-2006, a expectativa média de vida dos maine coon era de cerca de 12 anos e meio, mas constatou-se que 50% dos animais dessa raça viviam mais que isso.

No entanto, esses gatos têm doenças específicas. Uma delas é a cardiomiopatia hipertrófica. Para os maine coon, esse é o resultado da herança autossômica dominante. O problema geralmente se manifesta na meia-idade e na velhice. Pode levar a edema pulmonar, paralisia súbita dos membros posteriores e à morte. Devido a propensão a problemas cardiológicos, antes da castração, é extremamente importante fazer um eletrocardiograma e um ultrassom do coração para verificar se o órgão do gatinho é saudável.

Outro problema específico da raça é a atrofia muscular da coluna vertebral. Já se manifesta na infância: a parte de trás do corpo balança quando o gatinho caminha; portanto o animal não consegue pular nos móveis.

Gatos dessa raça também são mais propensos do que outros bichanos a sofrer de displasia da anca. Essa doença pode se manifestar na velhice — o animal começa a mancar.

Eles são muito amigáveis, porém não abuse

9 Curiosidades e mitos sobre os gatos gigantes da raça maine coon

Os maine coon são conhecidos como “gigantes fofinhos” por sua natureza calma e gentil. Os criadores afirmam que esses gatos são amigáveis com outros animais de estimação e crianças. Na relação com os donos, possuem uma devoção comparável à dos cachorros. O nosso maine, o Alce, nunca mostrou as garras e dentes, mesmo quando nosso filhinho de 10 meses puxa sua cauda e bigode. Além disso, ele mesmo vem deitar com a gente e adormece em nossas camas.

No entanto, é bom não abusar da boa vontade deles; os gatos dessa raça não gostam muito de ser pegos nos braços e apertados. Eles são carinhosos do jeito deles e quando querem. Se você começar a ficar muito em cima de um maine coon, no caso de ele ser bonzinho, apenas sairá educadamente; mas se não for, pode até morder.

São eternas crianças

O desenvolvimento dessa raça é bem lento. Eles atingem a puberdade apenas com um ano. O crescimento termina por volta dos 3 anos e, em alguns casos, vai até 5 anos. Mas mesmo após se tornarem adultos, os maine coon mantêm a alegria e traquinagem de quando eram filhotes. E, para piorar, com a idade eles aprimoram sua habilidade de subir cada vez mais alto nos móveis. Subir na mesa de jantar? Destruir as flores no vaso? Derrubar a estátua de porcelana da estante? Eles podem, sabem, e vão fazer isso. Os mais experientes derrubam quase tudo, mesmo nos lugares mais altos.

Uma raça barulhenta

Muitos criadores de maine coon afirmam que esses gatos têm uma corda vocal especial e potente e, em vez de miar, emitem sons melódicos. Isso não é inteiramente verdade. A raça realmente pode emitir alguns sons melódicos; mas eles também sabem bem como gritar igual a um gato normal. Aliás, são especialistas nisso. Você pode dar a sorte de o seu Maine Coon ser um “falador”. Mas, se é um amante do silêncio, não confie em criadores que dizem que eles são quietinhos.

Adoram brincar com água

Os maine coon adoram brincar com a água. Alguns especialistas acreditam que essa característica veio de ancestrais distantes — como gatos de navios, que passavam muito tempo no mar. Muitos criadores afirmam que seus animais de estimação movem as patas ridiculamente em cima da água, como se estivessem criando um feitiço — na verdade, eles estão “desenterrando” a água. Acredita-se que esse hábito tenha vindo da época em que eles viviam na natureza e era necessário limpar os galhos e folhas das poças de água que cavavam.

Muitas vezes, os maine coon derrubam recipientes com bebidas, viram a tigela cheia de água no chão e espalham os potes pela casa, colocando-os, principalmente, na banheira ou na pia. O nosso Alce, quando vê um recipiente grande com água, prefere mergulhar a pata e beber “da própria mão”. (Obrigado, Alce, por não espalhar água por toda a casa).

Não gostam da solidão

Os maine coon têm muito em comum com os cães. Como regra, escolhem um proprietário e permanecem leais a ele por toda a vida. Se o seu gato o escolheu dentre todos os membros da família, você tem muita sorte, mas há desvantagens: é improvável que você tenha privacidade no banheiro ou no chuveiro. As portas de onde você está sempre devem estar abertas.

Esses animais geralmente odeiam ficar sozinhos: mesmo que você saia de casa por apenas algumas horas, o maine coon irá te receber, depois, com gritos violentos. O lado bom é que os gatos dessa raça podem ser facilmente treinados com truques que usamos para adestrar cães. O nosso Alce sempre recebe as visitas na porta e dá as boas-vindas. Alguns criadores até se gabam de ter ensinado o gatinho a “sentar”.

Uma raça mimada

Os maine coon amam e sabem cuidar de si mesmos. Às vezes parece que são obcecados por sua aparência — eles estão sempre cuidadosamente se lambendo. Mas um outro lado da vaidade dessa raça com limpeza está no fato de ser muito difícil agradar os bichanos com uma caixa de areia comum. Tivemos de trocar várias vezes por um longo tempo, até encontrarmos uma de que ele gostasse. Antes disso, ele fazia todas as necessidades no chão.

É necessário também uma atenção especial com as unhas. Para chamar a atenção dos seus entes queridos e também para não os arranhar, ele rasga tudo por perto. Alce já rasgou o sofá, o papel de parede e as cadeiras. Aparar as unhas não ajudará, só dificultará um pouco e eles continuam fazendo arte. A única maneira de salvar os móveis é cortar as garras o máximo possível — e eles não são muito fãs de manicure.

Nem todos têm uma aparência malvada

Muitos acham que os maine coon têm uma aparência maléfica. E tudo por causa das características físicas que alguns gatos dessa raça têm, como os olhos marcantes e o queixo e bigodes marcados. Alguns donos de maine coon brincam que seus animais parecem com o ator Ron Perlman, de Hellboy.

Os maine coon têm duas origens: europeia e americana. A aparência “malvada” é característica dos gatos de origem europeia, bem como orelhas grandes e peludas. Os de origem americana possuem uma carinha mais fofa e orelhas peludas, mas menores. Além disso, eles têm uma pelagem mais espessa e sedosa.

Você gostaria de ter um maine coon? Ou já tem um? Conte para a gente na seção de comentários.

3-21
922