Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Bichinhos de estimação que surpreenderam seus donos com sua astúcia

2-3-
13k

A maioria das pessoas ama seus animais de estimação incondicionalmente, e em troca eles nos dedicam toda sua sensibilidade, inteligência e desenvoltura. Enquanto alguns salvam vidas, outros apoiam seus donos em tempos difíceis. E outros ainda aproveitam do nosso amor para aprontar planos ardilosos que dariam inveja até ao mais terrível dos vilões.

Nós, do Incrível.club, ficamos impressionados com as histórias compartilhadas por usuários da internet sobre seus animais de estimação e como eles são inteligentes e sensíveis. Confira!

  • Meu gato ama queijo. Bem, eu acho que um gato é um gato. Mas decidi comprar queijo para ele também, só que mais barato. Dei um pedaço do meu e ele comeu com o maior prazer. Então, dei o mais barato e... ele virou a cara. Achei que tinha sido acidental ou ele é um especialista em queijos? Fiz o teste, dei os dois queijos, ele cheirou, e só comeu o mais caro. Ele nunca erra! © Szenghis Szenghis / AdMe
  • Meu filho decidiu me surpreender e fazer panquecas. Enquanto fritava, ele se deitou na cama para olhar o Instagram e, acidentalmente, adormeceu. Nesse dia, eu também estava dormindo e não senti o cheiro da panqueca queimando. Então, nossa gata correu para o meu quarto e gritou muito alto para que eu acordasse. Se não fosse por ela, minha casa teria pegado fogo. © Wing Chong / Quora

A gata que salvou a dona de um incêndio.

  • Eu tenho uma cadela chamada Sophie. Na verdade, ela é da minha filha, então quase não interfiro no relacionamento delas: não ensinei nem um truque sequer. Meu namorado resolveu ter um cachorro também. Só que o cachorro era muito travesso e mimado, ninguém conseguia lidar com ele, então meu namorado me pediu para treiná-lo. Eu tentei ensiná-lo a rolar. Ele não queria me obedecer, nem quando eu dava petiscos, e no fim fiquei exausta e decidi fazer uma pausa. Enquanto isso, a Sophie estava assistindo a tudo de longe. Ela chegou perto de mim, olhou no fundo dos meus olhos e rolou perfeitamente. Eu dei todos os petiscos para ela. Quando perguntei à minha filha quando ela tinha ensinado Sophie a rolar, ela me disse que nunca. Ela só é superinteligente! © Jamie Herman / Quora
  • Nosso cachorro gosta muito de ser escovado. Ele tem uma escova especial, que fica guardada em um armário. Se a porta do armário estiver entreaberta, ele fica apontando com o focinho indicando que quer ser escovado, e então eu peço: “Paul, traga a escova”, ele fica todo feliz e vai pegá-la. Depois, ele ganha uma bela escovada. © Марина / AdMe
  • Uma vez, decidimos levar o nosso cachorro para tosar, marcamos com antecedência para a quinta-feira à noite. Na quarta-feira, o cachorro começou a mancar, recusar comida e parecia que estava morrendo. Pensávamos que ele tinha brigado com o cachorro mais velho. Inspecionamos — sem mordidas. Estava muito frágil, mas quando examinamos, parecia tudo normal... Decidimos observar. Obviamente, a tosa foi cancelada. E na quinta-feira à noite, assim que o petshop fechou, o cachorro se “recuperou” de repente! Ele começou a brincar com outro cachorro, comeu 2 tigelas de comida, parecia o cão mais feliz do mundo. Então tudo foi esclarecido... ele estava fingindo o tempo todo! Remarcamos a tosa, mas em segredo. Ele só entendeu o que estava acontecendo quando estávamos na porta da loja, mas não havia mais para onde correr. © SheHoHoHovik / AdMe
  • Meu cachorro, todo dia por volta da mesma hora, senta-se perto do piano. Um latido baixo é para me chamar para praticar, um latido médio, para me fazer correr, e o latido alto, para o caso de eu não ter ouvido os dois primeiros. E ele não para até eu me sentar e tocar o piano. © Marthe Ledoux / Quora

O cachorro que estimula a prática musical do dono.

  • Meu cachorro, quando era mais novo, foi criado assim: quando ele fazia algo no corredor ou choramingava, alguém ia ver o que estava acontecendo. Enquanto isso, o cachorro corria, entrava no quarto e se deitava imediatamente em um lugar quentinho na cama. Quando a pessoa voltava, ele fingia estar dormindo. Era extremamente difícil movê-lo, porque ele era gordo... © thecure / Pikabu
  • Uma vez na casa de campo, meu pai deu uns pedaços de comida para a nossa gata e disse: “O que estamos fazendo? Você deveria comer ratos” Tinka ficou ofendida e foi embora. Na manhã seguinte, ela entrou em casa miando, como se estivesse nos chamando. Nós a seguimos até o jardim, e lá tinha uma escada. De cada lado, tinha um rato morto, e a gata se sentou, meio que dizendo orgulhosamente: “de fato, não deveriam desperdiçar seu tempo me dando uma refeição saborosa”. © Юлия-Пилюлия / AdMe
  • Meu cachorro odeia veterinários mais que tudo. Não sei o porquê: ele só vai para o veterinário quando precisa tomar uma vacina e sempre está tudo bem. Mas assim que ele escuta a palavra “veterinário” ou “vacina”, ele se esconde o mais rápido possível como se corresse risco de vida. © Ron Pleece / Quora

  • Minha namorada adotou um gatinho de rua, ela o levou para casa e deu todo amor e carinho. O gato cresceu, forte e saudável. Um dia, minha namorada ficou doente e foi ao médico; ele receitou alguns medicamentos, incluindo co-amoxiclav. Ela tomou os remédios e foi para a cama. Ela me contou depois que teve um sonho em que parecia que estava sufocando, mas não conseguia acordar. De repente, ela foi acordada pelo gatinho arranhando seus ombros ferozmente e gritando com uma carinha de desespero. Ela chamou a ambulância, descobriu que era alérgica ao co-amoxiclav e havia um grande risco de morte. © Kisunder / Pikabu

“Meu gato criou seu próprio olho mágico nas cortinas para espiar.”

  • Recentemente, fiz um mingau à noite e só queria comer e dormir. Ele queimou um pouco, mas não ficou com gosto ruim, só cheirava levemente a queimado. Me sentei para comer, e reparei que meus furões estavam agitados perto de uma das tomadas. Então, o cheiro de queimado começou a ficar muito forte. Corri para a tomada, desliguei tudo e percebi que o problema não era nela, mas sim no estabilizador de rede, que queimou e derreteu, mas mesmo assim continuou trabalhando e estava superaquecendo. Se não fossem meus furões preocupados, eu iria para a cama e minha casa pegaria fogo. © Rory / Pikabu
  • Quando era criança, eu tinha uma dachshund misturada com alguma raça desconhecida. Ela conseguia andar normalmente, mas Matilda era muito preguiçosa e não queria descer as escadas com suas perninhas curtas até o térreo. Por isso, era necessário chamar o elevador para ela ir do sétimo até o térreo. Depois das suas andanças, Matilda ficava latindo alto até alguém da família olhar. Então, ela entrava no saguão do prédio e esperava o elevador chegar para voltar até o nosso andar. © Ena / AdMe
  • Uma vez, meu marido e eu estávamos discutindo seriamente e gritando. De repente, nossa gata pulou entre nós, e começou a rosnar agressivamente. Fui mordida com força no pé, e meu marido, na perna (ela nunca agiu dessa maneira). Ela deu uma patada na gente e começou a brigar com o nosso outro gato. Então, percebemos que ela estava tentando nos dizer para parar de brigar. © Юлия-Пилюлия / AdMe
  • Eu tenho duas gatas, Greta e Cleópatra. A Greta é uma Cornish Rex com pedigree, e a Cléo é uma gatinha de rua que adotei. Cléo é muito agradecida por ter sido adotada, e sempre brinca de pegar a bola, como um cachorro. Ela pega a bola, coloca do nosso lado e começa a miar: quando atiramos a bola, ela pula no ar para pegá-la, é um verdadeiro show. Estávamos sentados brincando com a Cléo e, de repente, a porta abre entra a Greta com uma bola na boca. Ela veio até nós, cuspiu a bola, nos olhou com desprezo, virou-se e saiu. Era como se ela falasse: “eu também posso fazer isso, mas meu sangue nobre não permite”. © Nata Serikova / AdMe

“O gato usa câmeras de vigilância para caçar ratos.”

  • Já era tarde da noite e eu estava sentado em frente ao computador trabalhando. Então meu cachorro começou a uivar. Levantei-me para descobrir o que estava acontecendo e ele correu para a cozinha. Pensei que estava com fome e fui atrás dele, mas na verdade tinha uma infiltração gigante no teto da cozinha. Liguei para os vizinhos imediatamente, e eles tinham comprado uma máquina de lavar louças com defeito que vazou para minha cozinha acidentalmente. Nunca deixo de me surpreender como os cachorros conseguem ouvir o som de gotas caindo do outro lado da casa. © unknown author / Quora

  • Quando eu era pequeno, a amiga da minha mãe tinha um papagaio. Ele sabia falar e insultava todo mundo: “João, ão-ão-ão!”, por exemplo, ou “Matheus é um cocô”. Uma vez, um dos filhos da amiga da minha mãe estava estudando história, e o pássaro aprendeu o nome Genghis Khan, e ele começou: "Genghis Khaaan, Genghis Khaaan... cocô! Aparentemente, ele entendeu muito sutilmente a situação política da Ásia Central no século XIII. © trollkvinnan / AdMe

  • O meu gato gosta muito de morar na fazenda, mas minha mãe vem periodicamente à nossa casa para lavar a roupa e traz o gato com ela. Ele sempre sabe o dia e a hora que eles vêm, então se esconde debaixo da cama, no meio dos cobertores e travesseiros. Meia hora antes de partir, é muito difícil de conseguir pegá-lo, pois ele se agarra a tudo que fica em seu caminho. Mas, ao mesmo tempo, quando minha mãe coloca a caixa de transporte na frente dele, ele sempre entra por conta própria — apenas não fecha a porta depois de passar. © Марина

  • Minhas tartarugas vivem em um viveiro. À noite, eu sempre as solto para elas andarem pela sala, para se espreguiçarem, por assim dizer. Só que às vezes, elas mesmas abrem as portas do viveiro, e vão andando devagar até a beira, e olham para baixo, se a cama do gato estiver embaixo, elas simplesmente pulam. © Shpingozin / Pikabu

  • Toda vez que eu choro, minha gata vem em minha direção, lambe minhas lágrimas e fica me abraçando até eu me sentir melhor. Ela também faz várias coisas estúpidas: rola no chão como um cachorro, sobe na minha cabeça, senta no meu peito e bate no meu rosto com as patinhas, até eu prestar atenção nela. Tudo isso para me fazer sorrir. © Brigit Lilah / Quora

  • Eu amarrei uma corda no interruptor porque fica muito longe da cama quando quero acender a luz. Agora os gatos puxam a corda para acender a luz quando estão com fome. Estou dormindo e de repente... pah, a luz acende. © carcagnosso / AdMe

  • Uma vez meu cachorro estava em casa com minha namorada, ela adormeceu e se esqueceu de apagar o cigarro, e a cama pegou fogo. O cachorro pulou nela e começou a lamber seu rosto até ela acordar. Tenho certeza que se ele tivesse mãos, pegaria um extintor de incêndio e apagaria o fogo. Engraçado que antes disso, minha namorada não gostava desse cachorro. Depois disso, eles se tornaram amigos, e ela sempre pedia ajuda dele para limpar a geladeira; ele ganhava várias guloseimas. © Mike Murphy / Quora

  • Nosso bull terrier tinha 4-5 meses de idade, e mancava com a pata direita frontal. Obviamente nós ficamos preocupados com isso, e começamos a carregá-lo no colo — para subir e descer do terraço de casa e da sua cama. Ele era muito mimado, e ainda recebia petiscos. Depois de alguns dias o safadinho se esqueceu de seu “problema” e pulou do degrau do terraço, que era alto, e correu para o portão. Só que dessa vez ele não mancou, acreditam? Eu disse: “Olha, ele está curado!”, e quando meu marido olhou, o meliante parou, sentou e levantou a pata esquerda. Meu marido disse: “Pata errada, não era essa!”, e o artista mudou de pata na hora. Hoje ele já tem 6 anos, mas toda vez que reclamamos com ele, ele levanta uma patinha, faz cara de triste e olhos de pidão, como se dissesse: “Não briguem comigo, estou doente”. © Штуша Кутуша / AdMe

Como seus bichinhos de estimação surpreendem você com sua inteligência e desenvoltura? Conte para a gente na seção de comentários.

2-3-
13k