Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

7 Motivos pelos quais as pessoas traem os parceiros. E formas simples de evitar o problema

1-4-
451

É curioso saber que as pessoas que usam a internet com mais frequência tendem a ter mais casos extraconjugais. Ser traído pelo parceiro ou parceira é sempre triste, mas antes de sair culpando os outros e em vez de viver desconfiado, é melhor se aprofundar nos motivos reais que levam às traições, e tentar evitá-los.

Nós, do Incrível.club, acreditamos na força dos relacionamentos saudáveis, e queremos que todos vivam felizes para sempre ao lado da pessoa amada. Por isso, preparamos este post cheio de dicas para o sucesso da vida a dois!

Quem trai no relacionamento?

Existem muitos estudos sobre o tema, mas o principal a ser ressaltado é que as mulheres tendem a trair tanto quanto os homens.

Alicia Walker entrevistou mais de 50 mulheres com idades entre 24 e 54 anos, revelando em seu livro, intitulado The Secret Lives of Cheating Wives (“As Vidas Secretas das Mulheres que Traem”, em tradução livre), que aquelas que estão na casa dos 40 anos são as que apresentam maior tendência à traição. Mas, nenhuma quer pedir o divórcio, elas estão apenas em busca de novas experiências.

Apesar de as mulheres estarem se igualando aos homens nos números, os motivos que as levam a trair podem ser diferentes. Frequentemente, os homens são movidos pelo desejo, enquanto elas costumam procurar uma conexão emocional.

Motivos pelos quais as pessoas traem os parceiros, e como evitá-los:

1. Falta de paixão no relacionamento

Esse foi o motivo citado pela maioria dos voluntários em um dos estudos. A pessoa pode até viver em harmonia emocional com o parceiro, mas quando a paixão está em baixa, ela pode acabar traindo.

Como evitar:

  1. Converse com seu parceiro, seja sincero quanto às suas necessidades e tente não se negar a atender às necessidades do outro logo de cara;
  2. Não tenha medo de experimentar;
  3. Você pode sugerir uma terapia de casal, caso não saiba como começar uma conversa para discutir o assunto.

2. Falta de satisfação emocional

Isso pode ser muito perigoso, já que diante da falta de intimidade emocional a pessoa pode se sentir deprimida, passando a procurar outras fontes de felicidade. Pouca conexão abre espaço para maiores chances de traição.

Como evitar:

  1. Trabalhem em parceria para criar algo significativo;
  2. Seja responsável por seus atos. Caso cometa um erro, não deixe para lá. Problemas não resolvidos podem acabar criando mais problemas;
  3. Equilibre trabalho e vida pessoal;
  4. Seu parceiro também tem o direito de ter suas próprias opiniões. Em vez de brigar, é sempre melhor chegar a um compromisso mútuo.

3. Seu parceiro deixou de amar você ou se apaixonou por outra pessoa

Sim, isso é muito doloroso! Mas o amor tem seus próprios caminhos. A pessoa pode estar tomando um café em uma lanchonete, e bum!, dá de cara com alguém que faz seu coração parar. É impossível explicar essa sensação, mas às vezes, a química, o destino ou carma servem como desencadeadores. Assim, é muito possível que alguém acabe deixando de amar o parceiro.

Como evitar:

  1. Todo relacionamento tem seus desafios. Ninguém é perfeito, e é preciso aceitar esse fato;
  2. Mantenha o romantismo vivo entre o casal. Estar em um relacionamento dá trabalho, mas é um trabalho prazeroso, capaz de fazer com que você se desenvolva e se torne uma pessoa melhor;
  3. Tome uma atitude. É sempre bom dizer ou ouvir “eu te amo”, mas é igualmente necessário demonstrar;
  4. Respeite a independência do seu parceiro, assim como a sua própria;
  5. Não tente forçar as coisas.

4. A raiva é um gatilho para a traição

Você suspeita ou sabe que seu parceiro foi infiel, ou que ele fez algo que o magoou. Vamos nos vingar! Afinal, você quer dar o troco!

Como evitar:

1. Mantenha o foco em cuidar de você, não da outra pessoa. Não podemos tomar para nós a responsabilidade pelos atos alheios, mas podemos nos responsabilizar por nossas próprias ações e emoções. Manter a calma sempre funciona. Assim como se manter cercado por amigos, sobretudo por aqueles que conseguem ajudar em seu estado emocional;

2. Compartilhe seus sentimentos, em vez de apenas culpar o outro;

3. Apesar da vontade de sair batendo portas com força, analise a situação e tente encontrar a melhor solução. É mais provável que seu parceiro se arrependa pelo que fez ao ver em você uma pessoa calma e racional.

5. Curiosidade por novas experiências

Internet. Tinder. Academia. As tentações podem estar em todos os lugares, e é possível que a pessoa se sinta curiosa para saber se seria capaz de conquistar um novo “alvo” e atrair o interesse de alguém. É como uma competição, só que em vez de jogar tênis ou futebol, a pessoa flerta com outra para ver se “faz um ponto”. Talvez ela até ame o parceiro, mas adora um novo desafio.

Como evitar:

  1. Exercitar o autocontrole é muito útil na hora de evitar os impulsos, comuns a todas as pessoas. Porém, é impossível controlar o outro;
  2. Observe a forma como a pessoa se comporta no começo do relacionamento. Caso ela preste atenção demais a outras pessoas o tempo todo, fique alerta. Talvez o seu “crush” não esteja pronto para ter algo sério.

6. Incapacidade de se comprometer

Para alguns, relacionamentos não devem se ater a apenas um parceiro. Há aqueles que têm a mente mais aberta quanto ao assunto.

Como evitar:

Caso você prefira um relacionamento nos moldes mais tradicionais, exponha isso abertamente para seu parceiro, e não hesite em ser você mesmo. É melhor evitar uma relação doentia no começo do que ter o coração partido e passar por maus momentos no futuro.

7. Necessidade de apimentar o relacionamento

Vamos aumentar a temperatura do relacionamento! Que tal tentar apimentar o namoro ou casamento? As questões podem até ser pertinentes, mas quando alguém decide sair da mesmice, pode acabar procurando por algo novo, que não encontra em casa.

Como evitar:

Não se apresse para tomar qualquer decisão antes de conversar honestamente com seu parceiro e de esclarecer suas necessidades, desejos e fantasias. Todo relacionamento tem altos e baixos. Apimentar a vida a dois pode envolver diversas atividades que você pode realizar com a pessoa amada.

Você tem outras ideias do que seria possível fazer para manter a fidelidade em um relacionamento? Comente e deixe as suas dicas!

1-4-
451