Incrível

13 Países que só no século XXI ampliaram os direitos das mulheres

21-5
543

A luta ativa pelos direitos e pela liberdade das mulheres começou no século XIX, mas ainda hoje, em vários países, a parte feminina da humanidade nem sempre tem as mesmas condições de vida que os homens. Felizmente, a situação está mudando. Hoje as mulheres têm acesso aos parlamentos de muitos governos, o que lhes permite promover e aprovar leis que visam a melhorar a vida de todos.

Incrível.club descobriu em quais países as mulheres têm mais liberdade neste novo século. E, sinceramente, ficamos felizes por elas.

1. Chile

O divórcio foi legalizado no Chile somente em 2004. Antes da aprovação da nova lei, os casais chilenos só podiam anular o casamento por meio do registro civil, mas isso não lhes dava direito a um divórcio legal.

2. Espanha

O projeto de lei de 2009 descriminalizou o aborto na Espanha, garantindo às mulheres o acesso legal a essa medida. Antes da introdução das emendas à lei, as espanholas podiam interromper a gravidez apenas por razões médicas e em caso de a sua vida estar em risco.

3. França

Somente em 2013 foi oficialmente permitido na França adotar o sobrenome do cônjuge após o casamento. Antes da promulgação da nova lei, as mulheres francesas frequentemente usavam o nome do seu marido na vida cotidiana, mas isso não tinha validade legal.

A França tipificou uma lei em 2018 que proíbe o assobio às mulheres nas ruas e no transporte público. Agora, para tal infração, os homens desrespeitosos vão ter de pagar uma multa de 750 euros.

4. Turquia

O parlamento da Turquia acabou revogando, em 2013, a proibição do uso de calças em reuniões legislativas no país.

5. Arábia Saudita

Em 2008 mulheres estrangeiras na Arábia Saudita foram autorizadas a entrar nos hotéis sem precisar ser acompanhadas por um parente próximo, bastando apenas mostrar um documento de identidade.

As mulheres sauditas foram autorizadas a andar de bicicleta pela primeira vez em 2013, mas apenas em parques e sob a supervisão de um parente do sexo masculino.

6. Índia

Em 2014 o Tribunal Hindu em Bombaim estabeleceu que, se um homem proibir sua esposa de usar jeans ou forçá-la a usar sari, essa pode ser uma razão justificável para o divórcio.

A Suprema Corte da Índia revogou em 2018 a proibição de mulheres entre 10 e 50 anos de visitar o templo Sabarimala, que estava em vigor desde 1991.

7. Suíça

Em 2004 na Suíça as mulheres receberam permissão de pilotar aeronaves de combate. Fanny Chollet tornou-se a primeira mulher no país a assumir o comando de uma aeronave militar.

8. Israel

O Tribunal de Jerusalém decidiu em 2017 que a tripulação não pode pedir às mulheres que troquem de assento apenas porque os homens, por questões religiosas, assim o querem.

9. Tunísia

Em 2017 a lei que proibia mulheres muçulmanas de se casar com homens não-muçulmanos foi revogada na Tunísia.

10. Filipinas

Nas Filipinas desde 2017 é proibido oficialmente forçar as mulheres a usarem salto alto para trabalhar.

11. Islândia

Em 2018 uma lei entrou em vigor na Islândia exigindo que companhias e empresas estatais paguem o mesmo salário para mulheres e homens. Se houver violação a este requisito, a administração da empresa pode receber multas elevadas.

12. Estados Unidos

Uma nova lei no Estado da Califórnia exige que, até o final de 2019, haja ao menos uma mulher no Conselho de Administração de todas as empresas. E até 2021, planeja-se que o número de homens e mulheres na administração de grandes empresas seja o mesmo.

13. China

No início de 2019 foi emitida uma diretiva na China que proíbe os empregadores de postar vagas com as expressões “somente para homens” ou “desejáveis ​​apenas para homens”. Ao entrar no trabalho, é proibido perguntar às mulheres chinesas sobre seus planos de casamento, de dar à luz ou solicitar um teste de gravidez.

Quais dessas novas leis, segundo sua opinião, deveriam ser aplicadas em todos os países?

Imagem de capa Pixabay
21-5
543