Incrível
Incrível

Como Lisa Niemi continuou a amar o astro de “Dirty Dancing — Ritmo Quente”, mesmo após sua morte e outro casamento

Não é nenhum segredo que o astro de Dirty Dancing — Ritmo Quente, Patrick Swayze, era adorado por muitas mulheres, mas ele só tinha olhos para uma — Lisa Niemi. Isso não significa que o relacionamento dos dois sempre foi perfeito. Também enfrentaram momentos difíceis, mas provaram que, quando existe amor verdadeiro, a relação dura por muito tempo, comprovando a promessa “até que a morte nos separe”.

Eles se conheceram em um estúdio de dança

Glen McCurtayne/COLEMAN-RAYNER/EAST NEWS

Não, não estamos apenas explicando o enredo do filme Dirty Dancing — Ritmo Quente. Na verdade, o casal se conheceu assim. Aos 15 anos, Niemi começou a fazer aulas de dança na Companhia de Dança Houston Ballet, administrada pela mãe de Swayze.

Glen McCurtayne/COLEMAN-RAYNER/EAST NEWS

Apesar de terem se conhecido muito cedo (Swayze tinha apenas 19 anos), já sentiam uma conexão entre eles. Niemi relembrou o momento em que dançou com ele pela primeira vez: “Olhei nos olhos dele, era como se tudo ganhasse vida”.

Swayze também gostava dela e, assim, começaram a sair, mas suas atitudes para conquistá-la não funcionaram. “Ela não comprou nenhuma das minhas bobagens. Passamos metade de nossos encontros em silêncio total, pois ela não falava comigo, se achasse que eu estava fingindo”, revelou Swayze.

O que o ajudou a chegar ao coração dela foi uma conversa verdadeiramente significativa. “Eu sabia que ela era a garota mais inteligente que já tinha conhecido. E por muito tempo sentia que não a merecia”, revela Swayze sobre seus sentimentos na época.

Eles se casaram em 1975 e ficaram juntos por 34 anos

Após o casamento, se mudaram para Nova York para perseguir seus sonhos. Apesar de não ter sido uma jornada tranquila — Niemi escreveu em um post no Instagram que, naquela época, tinham apenas 25 centavos no bolso, para o caso de precisarem fazer uma ligação de emergência —, tudo mudou quando Swayze conseguiu um papel de destaque em Dirty Dancing — Ritmo Quente.

Sua esposa ficou ao lado dele e realmente inspirou a música She’s Like the Wind (Ela é como o vento, na tradução em português) da cena icônica de dança do filme. “Apenas senti naquela época que era muito, muito sortudo por ter uma mulher que me achava maravilhoso”, revelou.

Em uma entrevista em 1988, ao lhe pedirem para dizer algo sobre sua esposa, ele falou: “Ela é literalmente minha parceira criativa. Parece haver um poder real entre nós. Que há uma química verdadeira, como se fôssemos almas gêmeas. Nós nos conhecemos antes e já ficamos juntos em outra vida. Há simplesmente uma paixão intensa por nossas lutas serem enormes, mas eu amo que sejam enormes”.

Eles passaram por vários contratempos, mas o amor os ajudou a superar as dificuldades

Em 1982, a morte repentina do pai de Swayze o pegou desprevenido. Isso foi terrivelmente difícil, não era algo que pudesse simplesmente aceitar. Além de amar profundamente o pai, ele era um dos homens mais importantes da vida dele, por isso tomou a decisão de passar seu tempo nesta Terra fazendo algo que deixasse o pai orgulhoso.

Infelizmente, por muitos anos, não lidou bem com a morte do pai. “Ele era a rocha sobre a qual nossa família foi construída”, escreveu Swayze em sua biografia. “Uma presença firme e estável em nossas vidas. De certa forma, fomos nutridos mais por meu pai do que por minha mãe.”

EVERETT COLLECTION/EAST NEWS

A perda do pai não foi o único motivo responsável por afetar o relacionamento. Swayze e Niemi queriam ser pais, mas esse desejo nunca se tornou realidade.

Em 1990, Niemi sofreu um aborto espontâneo e isso foi muito trágico para os dois. “Eu estava tão animado naquele dia, tão emocionado ao ver o batimento cardíaco do meu bebê, mas ele estava morto”, disse Swayze em sua autobiografia. “Não consegui lidar com isso. Quando chegamos ao estacionamento, [Niemi] e eu choramos amargamente, dando um abraço bem forte.”

Dariusz LEWANDOWSKI/East News

Em certo momento, Swayze não conseguia se livrar da depressão. Sua carreira começou a definhar e a morte repentina da sua irmã mais nova em 1994 o fez finalmente chegar ao fundo do poço. Apesar do enorme amor que sentiam um pelo outro, todos esses eventos trágicos deixaram sua marca e, em 2004, o casal se separou por um tempo.

Uma pausa na carreira e a compra de um rancho afastado ajudaram o casal a dar uma renovada no relacionamento

Dariusz LEWANDOWSKI/East News, Dariusz LEWANDOWSKI/East News

Swayze passou seu tempo criando cavalos — algo que queria fazer com seu pai — e finalmente se sentiu feliz. O casamento também estava voltando ao normal. “Somos uma equipe”, revelou Swayze na época. “Um relacionamento sobrevive por manter a amizade viva e aprender a se apaixonar repetidamente e nunca menosprezar a outra pessoa e ver as coisas sob uma nova luz e com novos olhos.”

No entanto, seus momentos felizes vieram com uma data de validade e, em 2008, logo após decidir voltar a atuar, foi diagnosticado com câncer no pâncreas em estágio 4. Essa doença geralmente leva embora a maioria das vítimas em poucos meses, mas Swayze superou as probabilidades. Ele se recusou a se render à doença e filmou 13 episódios do programa de TV The Beast.

Em uma entrevista, revelou seu desejo de continuar lutando até encontrar uma cura, mas, infelizmente, faleceu após uma batalha de 22 meses, o que já foi um milagre.

Sua esposa ficou ao lado dele até seu último suspiro

EAST NEWS

Niemi passou os últimos dias de Swayze sozinha com ele, segurando sua mão, ouvindo música, dormindo com o braço em volta dele, a cabeça em seu ombro, sem falar nada. Suas últimas palavras para ele foram “eu te amo” e essas também foram as últimas palavras ouvidas por Niemi.

Ela ainda fala com ele e lhe presta homenagem sempre que pode

“Quando você perde alguém, não deixa de amar — sinto que tenho um relacionamento diferente com ele agora”, revelou Niemi. “Mas ele continua presente na minha vida, ainda está no meu coração e comigo todos os dias.”

Para honrar o legado de Swayze, Niemi tornou-se membro da PanCAN — uma organização dedicada à luta contra o câncer de pâncreas. “Isso me deu um propósito... Só porque ele se foi não significa
que a luta acabou e continuarei a fazer isso por ele.”

ASSOCIATED PRESS/East News

Até hoje, no aniversário de Swayze, no aniversário de casamento e no aniversário de sua morte, Niemi faz algo para honrá-lo. Fazer passeios a cavalo que ele adoraria ou pedir mini sobremesas para experimentar são algumas das coisas que ela faz para se lembrar dele.

Em uma postagem no Instagram, Niemi escreveu: “Lembrando um homem maravilhoso hoje e o que teria sido nosso aniversário de 44 anos. Esses eventos costumavam me deixar desnorteada por semanas. Esta tarde estou me sentindo melancólica, mas cheia de amor e celebração pelo que tivemos e pelo que ainda está em nossos corações. O amor não morre. Ele ainda me faz sorrir”.

Em 2014, Niemi se casou novamente, mas seu coração ainda pertence a Swayze

AP/East News

Niemi explicou que aceitar a proposta de Albert DePrisco foi um “salto de fé”, mas não foi uma decisão fácil. “Albert sabia que eu ainda amava Patrick e que sempre o amaria, mas me disse: ’Eu sei que você me ama e eu te amo’. Como poderia não me casar com esse homem? Como tive tempo para processar a mudança na minha vida, minhas dúvidas foram diminuindo e eu fiquei mais e mais segura”, disse.

Antes do casamento, Niemi teve um sonho com Swayze, que tomou como um sinal. “Era como se ele estivesse me dando sua bênção e me dizendo que estava tudo bem. Às vezes pode ser difícil seguir, mas isso não muda a maneira como nos sentimos em relação a alguém.”

Você já testemunhou ou experimentou um amor tão grande quanto o de Patrick Swayze e Lisa Niemi? Adoraríamos conhecer sua história.

Incrível/Relacionamento/Como Lisa Niemi continuou a amar o astro de “Dirty Dancing — Ritmo Quente”, mesmo após sua morte e outro casamento
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos