Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

4 Crises que todo mundo atravessa na vida

----
15k

É muito comum pensar em crises como algo super horrível e que é preciso evitar a qualquer custo. Será? Alguns problemas que sempre tentamos evitar cedo ou tarde vão acontecer, por mais que lutemos contra.

Hoje, vamos mostrar algumas maneiras de lidar com crises que sempre acabam acontecendo. Por meio de algumas perguntas, queremos que você esteja preparado para enfrentar as próximas etapas da sua vida.

18 anos

Estado:

Uma fase em que há um estado de total incompreensão de um adolescente que precisa ter respostas para as mais importantes perguntas. Acrescente a isso o momento mais delicado das emoções e uma fina percepção de mundo.

Algumas famílias têm uma boa solução para isso: gap year. Ou seja, um ano entre o final da escola e o começo da universidade em que o jovem pode trabalhar ou viajar para se conhecer melhor. É difícil responder a algumas perguntas em apenas um ano, mas, aparentemente, após esse ano a escolha é feita de maneira muito mais consciente.

Solução:

Sejamos sinceros: é impossível decidir alguma coisa importante no auge do estresse das provas. A única importância nesse momento é entender melhor quem somos sem nos deixar influenciar pelo que o mundo espera de nós. O ideal é se fazer algumas perguntas:

  • Se você pudesse fazer uma coisa por dia, o que seria?
  • Se você não tivesse medo de nada, o que gostaria de fazer?

25–30 anos

Em seu livro 'Os anos importante', Meg Jay descreve essa etapa com as palavras de seus pacientes: "Como se estivesse em um bote no meio do oceano. Não vejo nem pessoas nem gaivotas. Posso ir a qualquer direção, mas como vou saber qual delas seguir? Às vezes, a maré me pega e me leva a um destino desconhecido. Durante algum tempo, fico ali, depois fico entediado e vou embora. Acho que um grande barco deveria me salvar e me levar ao lugar correto".

Estado:

Hoje em dia não é muito comum trabalhar na mesma empresa a vida toda. As pessoas focam mais no desenvolvimento pessoal. Além disso, se casam mais tarde. Não obstante, a experiência de nossos pais muitas vezes nos faz sentir culpados porque não fomos capazes de alcanças o 'sucesso' em todas as esferas da vida, pelas expectativas não cumpridas e por não sermos tão bem sucedidos como outros.

A crise nos dá uma oportunidade de descer até o fundo do poço, estudar as possibilidades e os nossos quereres, descansar, ganhar força e pegar o impulso necessário para dar a volta por cima e crescer.

Solução:

  • Para começar, pare de se comparar com seus amigos; e, claro, com os filhos dos amigos de seus pais.
  • Se você sente que não quer seguir o caminho traçado por outra pessoa, fale cara a cara para que ninguém fique decepcionado.
  • Não tenha medo de errar. Tente seguir o caminho que você considera o melhor.
  • Um é sempre melhor que zero. Faça planos e pouco a pouco realize-os.

35 anos

Estado:

Agora, parece que toda a sua vida anterior foi incorreta. Muitas concessões, poucos desejos próprios, muito 'é necessário' e pouco 'eu quero'. Os dias vão passando, ficamos tristes e percebemos um certo desespero em todas as esferas de nossas vidas. Parece que tudo continuará assim para sempre.

Se você não tiver coragem para mudar algo na sua vida, converse com um psicólogo ou leia livros de pessoas que também sofreram com momentos parecidos na sua idade.

Solução:

Para que essa ansiedade não dure muito tempo, respire, faça uma pausa e pense em você e em mais ninguém. Além disso, faça essas perguntas:

  • Se eu tivesse 20 milhões de dólares e 10 anos de vida, o que faria?
  • Quais os meus objetivos de vida e o que eu quero?
  • O que eu quero que meus filhos ouçam sobre mim?

45–50 anos

Estado:

Há algum tempo que o trabalho não te satisfaz e que o amor perdeu a força, a casa são apenas 4 paredes e os filhos são pessoas com vidas próprias que já não percebem a sua presença. Parece que você gastou a vida toda em algo errado e se perdeu no meio do caminho. O medo e a morte não te deixam pensar no futuro e os pensamentos negativos e a impotência não te deixam olhar para o passado de maneira consciente.

Só você é capaz de acabar com essa maré de negatividade. Tire da sua cabeça tudo que não te faz bem e que te prende, e faça planos para o futuro.

Solução:

  • Se você sabe que a sua carreira tem data de validade, pense nas coisas que você faria quando se aposentasse, ou em que outras coisas gostaria de trabalhar.
  • Tenha uma vida ativa. Esportes e outras atividades físicas, como dançar, movem o corpo e a alma.
  • Mantenha o contato com amigos e filhos. Eles são o vínculo para a sua juventude e para as lembranças positivas.
Ilustradora Anna Syrovatkina exclusivo para Incrível.club
----
15k