14+ Pessoas explicaram por que escolheram uma vida sem filhos

Cada vez mais pessoas, mundo afora, têm renunciado, conscientemente, à ideia de ter filhos. Os motivos variam: pode ser, por exemplo, uma experiência negativa na própria família ou entre amigos, o fato de não querer assumir as enormes responsabilidades decorrentes da paternidade e da maternidade ou ainda a simples falta de interesse no assunto.

Nós, do Incrível.club, acreditamos que cada um deve decidir, com base na própria realidade e nos próprios motivos se deseja se tornar pai (ou mãe) ou não. Para entender melhor aqueles que optam por não ter filhos, analisamos um tópico de discussão a respeito e conduzimos uma pesquisa entre nossa equipe. Suas histórias estão no final do artigo.

  • Uma conhecida não dormiu direito por alguns meses após o parto. Ela até hoje não conseguiu regular o próprio sono, acorda com o menor ruído e não é capaz de dormir a noite toda. Outra conhecida desenvolveu uma erupção na pele que não sara há anos. E ainda dizem que isso é a melhor experiência do mundo? ©SleepyMidnightReader / Reddit
  • Eu tenho filhos e minha irmã, não. Alguns anos atrás, alguém disse a ela que já era hora de ela ter um filho. Até hoje, admiro sua resposta. Ela disse: “Não fique com raiva de mim apenas por eu poder fazer o que quero e quando quero”. ©okbringoutdessert / Reddit
  • Tenho 58 anos. Adoro crianças e gosto de passar tempo com elas, mas nunca quis ter meus próprios filhos. Não sou capaz de assumir a responsabilidade por outra pessoa durante 24 horas por dia, sete dias por semana. E planejar o cardápio para crianças o tempo todo? Nem pensar. Nunca me arrependi da minha decisão. ©YooperSkeptic / Reddit
  • Quando visito famílias com crianças, consigo suportar apenas as primeiras horas. Depois, me canso de sua energia e fico feliz em poder voltar para minha casa calma e sossegada. Mas, quando você não tem chance de ir embora, é um pesadelo. ©Mithent / Reddit
  • É uma pequena vida que depende completamente de você até que cresça. E, mesmo quando a criança cresce, a responsabilidade não acaba, simplesmente torna-se um pouco diferente. Eu não conseguiria lidar com isso. ©bigsmam / Reddit
  • Gosto de gastar meu tempo e dinheiro como eu quero. Ficar na cama até tarde e pedir entrega de comida? Sim, posso fazer isso. Passar tempo com meus amigos sem problemas? Também posso. Prefiro gastar meu dinheiro em roupas e videogames novos do que em fraldas. E, sim, acabei de me tornar um tio e entendo perfeitamente que as pessoas podem querer um filho. Só que simplesmente não é para mim. ©Brainwrongs_ / Reddit

  • Pessoas com filhos sempre parecem cansadas ​​e frustradas. Seja em uma loja, em um restaurante ou em um cinema. Nas férias em família, que deveriam ser uma alegria, elas parecem tensas e lutando com os filhos. Sempre sinto pena delas. Por que devo fazer o mesmo comigo? ©Cyber2354 / Reddit
  • Nunca quis filhos e, quando me tornei pai, isso não mudou. Não me entendam mal: meu filho é o meu mundo, farei qualquer coisa por ele. Eu não me importo com o dinheiro; meu filho tem tudo de que precisa. Eu só quero meu tempo de volta. Não consigo nem me lembrar da última vez que assisti a um filme do início ao fim ou apenas fiquei relaxando e ouvindo música. ©westbee / Reddit
  • Amo muito a minha vida. Amo viajar e jantar a sós com meu marido. Eu odeio desordem e barulho. Não quero passar meus dias ouvindo choro, birras, resmungos, correndo para a escola na chuva ou comprando comida. Existem pessoas suficientes no Planeta. ©CurvePuzzleheaded361 / Reddit
  • Existe uma diferença entre querer um filho e querer ser pai. No primeiro caso, você considera a criança como um “acessório”; no segundo, assume a responsabilidade. ©Obvious-Cap1583 / Reddit
  • Não quero ser mãe. Prefiro estar segura de que não vou arruinar a vida dos meus próprios filhos. Eu simplesmente não sou madura e responsável o suficiente para isso. ©Ghostofmeow / Reddit
  • Gosto de quando crianças correm pela casa ou riem por algum motivo mais bobo. Gosto de tudo isso, mas apenas por algumas horas. Não estou pronta para sacrificar minha paz e energia por isso. Mas tenho o maior prazer em oferecer ajuda a todos os meus amigos quando tiverem filhos. Prefiro ser uma tia legal e divertida do que uma mãe sempre cansada e arrependida. ©Arushi20 / Reddit

Bônus: histórias de nossos colegas

  • Oksana: “Em três semanas, vou fazer 41 anos. Recentemente, percebi que o significado da vida é minimizar as preocupações e os problemas. Já passei por muito e agora quero uma vida tranquila. Crianças não se encaixam, de jeito nenhum, na minha visão de uma vida despreocupada.”
  • Elya: “Me tornei ’childfree’ depois do nascimento do meu filho. Quando ele cresceu, percebi, por experiência própria, não em livros, como nossos traumas no relacionamento com nossos pais se refletem em nossos filhos. Além disso, sou uma daquelas pessoas que precisam de tempo sozinhas. Não quero me preocupar que, a qualquer momento, alguém possa invadir meu espaço pessoal.”
  • Alyona: “Não quero desperdiçar meus recursos e minha energia com uma criança à custa da minha autorrealização. Acredito que, antes de ter filhos, você precisa pensar 100 vezes. Não importa como você educa seu filho, nada garante que ele será do jeito que você gostaria que fosse. E nada garante que você será capaz de amá-lo. E por último, eu simplesmente não sinto nada por crianças.”
  • Anya: “O parto é um processo traumático e perigoso e a educação é uma responsabilidade com a qual nem todos conseguem lidar. Meu parceiro tem o mesmo ponto de vista. Acho importante que não haja divergências sobre essa questão em um casal. Não nego que, com o tempo, as opiniões podem mudar, por isso tenho uma atitude positiva em relação ao congelamento e à doação de óvulos. Acho que é uma boa maneira de se dar uma escolha no futuro ou ajudar outra mulher a se tornar mãe.”
  • Rimma: “Tenho um transtorno de ansiedade e não consigo dormir bem, mesmo quando meu gato demora muito tempo para voltar para casa. Se eu tiver um filho, vou enlouquecer e deixá-lo enlouquecido. Serei superprotetora, irei fazer tempestade em copo de água por qualquer ninharia e ter sempre medo que algo ruim aconteça com ele. Acho que nem todas as pessoas deveriam ter filhos.”
  • Nikolay: “Sempre tive um pouquinho de medo de crianças, por isso serei um péssimo pai. Com filhos, não vou poder viver da maneira que quero. Recentemente, decidi fazer uma experiência: comecei a namorar uma mulher que tinha um filho de 4 anos. Queria saber como é, no geral. Talvez eu estivesse errado... No final, as coisas não deram certo, e o motivo estava na criança.”

O que você acha de pessoas que escolheram não ter filhos? Você tem crianças? Como encara a paternidade ou a maternidade?

Compartilhar este artigo