Incrível
Incrível

13 Características de apartamentos modernos que a geração mais velha talvez não entenda

Embora muitas pessoas mais jovens prefiram alugar imóveis em vez de comprá-los, ainda há exceções. Muitos, por exemplo, herdam casas ou apartamentos dos pais ou avós. Mesmo nesses casos, no entanto, é pouco provável que a herança não receba uma boa reforma e ganhe uma cara mais “rejuvenescida”.

Incrível.club analisou fotos de casas de jovens usuários da Internet, suas histórias e as anotações de designers de interiores, e chegou à conclusão de que as opiniões de diferentes gerações sobre o conforto doméstico são muito diferentes.

Cozinha integrada à sala de estar

Os grandes banquetes em família ou jantares com amigos nos quais alguém “dava duro” na cozinha são coisa do passado. Os jovens de hoje preferem lanches rápidos, refeições prontas e serviços de entrega. É por isso que, em apartamentos planejados, a cozinha geralmente é integrada à sala de estar — o conceito de cozinha americana faz muito sucesso entre as pessoas dessa faixa de idade. A Era dos armários abarrotados de pratos também já passou. Basta ter um par de pratos preferidos, canecas para cada membro da família e um conjunto de pratos mais descolados para o caso de a família receber visitas. O mesmo acontece no caso das toalhas de mesa, dos aparadores e dos guardanapos de pano. Nada de grandes kits. Quanto menos, melhor.

Home office

Os jovens podem não ter um local de trabalho específico, apesar de, em boa parte dos casos, trabalharem remotamente. Com um notebook, podem se acomodar confortavelmente à mesa da cozinha, em uma mesa de centro ou até mesmo em um sofá, colocando o aparelho no colo. E mesmo que a casa ainda tenha um espaço de trabalho bem definido, esse dificilmente terá o aspecto de um escritório tradicional, ao qual a geração mais velha geralmente aspira.

Economia máxima de espaço

Os representantes da nova geração estão cada vez mais morando em pequenos apartamentos e, muitas vezes, simplesmente não têm um lugar para amontoar tantos móveis, como fariam seus pais. Eles, no entanto, valorizam o espaço pessoal. Se ainda moram com a família, podem adotar soluções inusitadas para garantir esse “cantinho”, por exemplo, criando um “ninho” aconchegante, como na foto acima. E por que não?

Sem medo de tons escuros e cores incomuns

Os jovens não costumam ser conservadores com a escolha de cores. Eles não têm medo nem mesmo dos tons escuros, que “roubam” um pouco de espaço visual, mas, por outro lado, tornam o ambiente aconchegante. E, mesmo os que optam por tonalidades mais claras o fazem com estilo, pensando no conforto, e não em agradar as outras pessoas.

“Microclima” não é apenas uma palavra

Os jovens estão atentos à saúde e acompanham o progresso tecnológico. Unidades de tratamento de ar, purificadores e umidificadores... tudo isso pode ser encontrado com muito mais frequência em seus apartamentos do que nos de seus pais e avós. Há ainda os que investem em detectores de monóxido de carbono, que ajudam a monitorar a segurança.

“Não” aos móveis desconfortáveis

Os sofás excessivamente rebuscados, mas desconfortáveis são um artigo em falta nos lares da nova geração. Se você encontrar um desses na casa de um “zoomer” (representante da chamada “geração Z”) provavelmente, é porque ele ainda não teve tempo de trocar. Hoje, os jovens optam por utilizar os sofás práticos e de design minimalista, dobráveis e com capas removíveis. Além disso, em vez de uma poltrona padrão, eles usam puffes.

Consumo consciente

O uso de materiais naturais e a coleta seletiva de lixo não são novidade há muito tempo, mas os jovens das novas gerações estão ainda mais atentos a isso. Por exemplo, você pode encontrar, em seus lares, móveis incomuns feitos de materiais reutilizados. E a coleta seletiva já existe há muito tempo entre eles, mesmo quando nenhuma lei o exige.

Privacidade e isolamento acústico

Nascidos em uma Era marcada pela excesso de informação, os zoomers valorizam a privacidade. “Apreciar” a luz de infinitos banners e faróis de carros é algo visto com naturalidade, mas só da porta de casa para fora. O lar, por outro lado, deve ser uma espécie de fortaleza que protege de tudo isso. Janelas com vidros duplos de alta qualidade, isolamento acústico e cortinas blackout — esses são os verdadeiros amigos dos jovens urbanos.

Menos televisão

Para os baby boomers e representantes da geração X, a TV ainda é o objeto central da sala, onde toda a família pode se reunir. Para os mais jovens, no entanto, a televisão deu lugar ao computador e aos gadgets eletrônicos. Mesmo os que a possuem usam como tela para jogar videogame, e, com menos frequência, para assistir a serviços de streaming como a Netflix. No final das contas, é muito mais fácil se sentar em um sofá com um tablet. Sem contar o fato de que, ao alugar um apartamento, a TV é mais uma desvantagem do que uma vantagem, especialmente se for volumosa e não houver onde guardá-la. Além da dificuldade de transporte o aparelho em uma mudança.

Experimentos

É impossível prever quais serão as tendências da arquitetura e da decoração em um ou dois anos. Os jovens, hoje em dia, raramente aderem a padrões conservadores e não têm medo de experimentar na hora de equipar o ambiente. Muitas vezes, ideias originais e ousadas tornam-se uma nova tendência. Por exemplo, o armário da foto à esquerda tem se tornando tão popular que já pode, praticamente, ser considerando um estilo mainstream.

Tomadas

Outra característica distintiva do apartamento de um jovem é o grande número de carregadores que, por sua vez, exigem uma quantidade também enorme de tomadas. Enquanto um carregador é suficiente para as pessoas mais velhas recarregarem o bom e velho celular a cada dois ou três dias, os zoomers possuem uma infinidade de aparelhos, o que, claro, demanda um bom “estoque” de carregadores. São smartphones, relógios, fones de ouvido, pulseiras de fitness, baterias externas...esses jovens preferem, muitas vezes, tomadas com pontos de USB já embutidos.

Hortas domésticas

A geração mais velha está acostumada a cultivar mudas ou plantas aromáticas da maneira antiga, em vasos no parapeito da janela ou em cantos que recebem um pouco de sol — no caso dos apartamentos menores. Às vezes, essas pequenas hortas chamam a atenção de quem está passando na rua e olha para as janelas dos apartamentos. Preocupados com o Meio Ambiente, os zoomers, também gostam de cultivar ervas frescas. Mas, para isso, possuem aparelhos modernos, por exemplo, para garantir uma boa oferta de luz.

Sabonete líquido

Pessoas entre 18 e 24 anos preferem usar sabonete líquido. Elas acreditam que os micróbios permanecem no sabonete em barra após o uso, mas isso não foi confirmado pela ciência. Por outro lado, entre a geração mais velha, o sabonete em barra costuma ser o preferido.

Como é sua casa ou seu apartamento? Seu estilo é mais parecido com o dos jovens ou conservador? Conte para nós!

Imagem de capa Depositphotos.com
Incrível/Psicologia/13 Características de apartamentos modernos que a geração mais velha talvez não entenda
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos