Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Sinais de que uma pessoa está sempre se fazendo de vítima

Uma pessoa que se vitimiza geralmente expressa muita negatividade e acredita que seus problemas são causados por mais alguém, além dela mesma. Ela tem certeza de que suas próprias ações não têm nada a ver com a solução de seus problemas, portanto fica totalmente desamparada. Podemos lidar com gente assim todos os dias de nossas vidas, sentir compaixão e querer ajudar, mas, mesmo sem perceber, podemos ser manipulados durante o processo.

Incrível.club está sempre ansioso para contar aos nossos leitores sobre os diferentes aspectos psicológicos do comportamento das pessoas. Hoje, convidamos você a ler nossas dicas úteis sobre como identificar alguém que age se fazendo de vítima e de que forma impedir que isso afete você.

1. Elas sentem pena de si mesmas

O mundo é cruel e as pessoas que se vitimizam são fracas demais para mudar alguma coisa. É isso que elas pensam de si mesmas e tentam retratar para o resto do planeta. Mas a verdade é que o mundo exterior é hostil e, para lidar com isso, elas constantemente sentem piedade de si mesmas e tentam fazer com que os outros sintam o mesmo. Quanto mais quem está ao redor reage a isso, mais as “vítimas” ficam presas nesse papel.

2. Elas manipulam

Pessoas assim gostam de agir com impotência para obter a compaixão, simpatia e apoio dos outros. Isso permitirá que elas brinquem com os sentimentos alheios e os manipulem. E também podem fazer você se sentir culpado por qualquer coisa que já tenha feito a elas. No final, fazem isso apenas para ganhar mais atenção e serem ouvidas.

3. Elas são como vampiros emocionais

As pessoas que fazem papel de vítimas podem ser bastante pegajosas ao tentar atrair outras para ajudá-las a lidar com os problemas. Elas criam a imagem de carência, recusam-se a assumir responsabilidades e, no final, dependem apenas daqueles que estão ao seu redor. Depois de ficar com alguém assim por longos períodos de tempo, você sentirá que sua paciência, energia e emoções estão sendo sugadas.

4. A própria vida delas está em espera

Como as pessoas que se fazem de vítimas geralmente têm certeza de seu desamparo, não tentam progredir na vida e melhorar alguma coisa. Basicamente, ficam presas em um período de sua vida. E, para piorar a situação, sempre terão mais 100 razões pelas quais isso aconteceu com elas e qualquer tentativa de ajudá-las será ignorada desde o início.

5. Elas criam barreiras

Elas não gostam de ouvir o que você diz sobre o comportamento delas ou determinadas atitudes e nem de encarar o fato de estarem sendo tóxicas. Se isso acontecer, escolherão cortar o vínculo com os outros e interromper qualquer comunicação. Essa mentalidade superemocional e irracional cria muito caos nos relacionamentos interpessoais e, infelizmente, quem age assim nem sempre vê seus próprios erros.

6. Elas têm problemas em confiar nas pessoas

Este é o resultado de um profundo problema psicológico em uma pessoa que se vitimiza — ela não tem autoconfiança e não acredita em si mesma. Projeta suas emoções no resto do mundo e realmente acredita que os outros são como ela: não confiáveis. Não há garantia de que alguém possa convencê-la do contrário.

7. Elas não podem parar de se comparar aos outros

Por não terem autoconfiança, elas não conseguem parar de pensar se são melhores ou piores que qualquer outro. Normalmente, se comparam de forma negativa e depois ficam deprimidas com isso. Essa autocrítica é prejudicial tanto para quem se vitimiza quanto para quem está ao seu redor, pois alguém que age dessa maneira tenta se apegar aos outros para obter compaixão. Mas a realidade é que nenhum de nós é perfeito e a todos nos falta algo, o que é totalmente normal.

8. Elas estão infelizes com a própria vida

Não importa que coisas boas aconteçam em suas vidas, as vítimas não levarão os pontos positivos a sério e estes nunca serão suficientes. Não importa o que está faltando ou sobrando, continuam querendo mais para si mesmas. Basicamente, costumam estar em um ciclo vicioso de queixas intermináveis. Pessoas assim geralmente não são otimistas nem apreciam a vida e seus momentos brilhantes.

9. Elas facilmente causam intrigas

Pessoas com opiniões diferentes, críticas ou que não concordam com as vitimistas podem ser levadas muito a sério. Qualquer desacordo é tomado como insulto pessoal e a reação é atacar. Aquele que se vitimiza costuma achar que as pessoas ao seu redor querem machucá-lo mentalmente, então precisa estar sempre preparado para ir à guerra.

10. Elas não assumem responsabilidades

O problema é sempre dos outros. Os vitimistas sempre têm alguém a quem culpar por seus próprios fracassos e problemas. Eles não têm certeza suficiente sobre nada e têm medo de assumir a responsabilidade por suas ações, preferindo colocar tudo sobre outra pessoa. Dessa forma, fogem de seus sentimentos e pensamentos, deixando todo o resto para os outros.

Você já conheceu uma pessoa com mentalidade de vítima? Como lida com elas? Vamos compartilhar nossas histórias na seção de comentários!