Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

18 Mulheres lindas que foram consideradas ideais de beleza nos últimos 100 anos

Nos últimos cem anos, os ideais de beleza feminina mudaram inúmeras vezes. Marlene Dietrich, Marilyn Monroe, Twiggy, Angelina Jolie: essas beldades se tornaram padrões de estilo e formosura, cada uma em sua própria época. Porém, houve outras além delas. Cada década se orgulha de ter uma ou mais mulheres consideradas as mais bonitas do mundo.

Nós, do Incrível.club, admiramos a beleza feminina, por isso, decidimos recordar as mulheres que foram admiradas por milhões de pessoas desde os anos 1920 até os dias atuais. Confira!

Década de 1920: Theda Bara

Theda Bara era uma estrela do cinema mudo norte-americano. Ela foi uma das mulheres mais desejadas do cinema. Mas a popularidade e o amor do público chegaram a Theda quando ela tinha quase 30 anos. Interpretou o papel de uma vampira em A Fool There Was. No filme, a personagem de Theda seduzia homens e arruinava suas vidas. Depois disso, a atriz foi considerada uma mulher-vampira.

Década de 1930: Jean Harlow, Marlene Dietrich

Jean Harlow era uma estrela norte-americana e uma das melhores da Hollywood clássica. Foi graças a ela que o termo “loira platinada” apareceu no mundo. Muitas fãs começaram a tingir seus cabelos para ficarem parecidas com a atriz.

Aliás, Marilyn Monroe também chamou Jean Harlow de ídolo de sua infância. Ela inclusive contratou o cabelereiro de Harlow para mudar seu cabelo de castanho para loiro platinado.

A cantora e atriz alemã Marlene Dietrich se tornou uma lenda na sua época. Ela inspirou designers de moda e colegas de palco. O olhar atraente sob as sobrancelhas arqueadas e a voz divina surpreendiam a todos. Até mesmo o escritor alemão Remarque não resistiu à sua beleza fatal.

Década de 1940: Lauren Bacall, Lana Turner

Lauren Bacall era uma celebridade da antiga Hollywood. Na época, ela foi notada por sua graça felina, pela incrível beleza de seus olhos verde-azulados e pelo charme de sua voz, que foi comparada a um ronronar gutural.

Os historiadores consideram Lana Turner uma das estrelas de cinema mais glamorosas de todos os tempos e um símbolo de sua época. Ela entrou no mundo do cinema meio que por sorte, por seu rosto angelical e por ter um corpo incrível. A atriz construiu uma carreira célebre e conseguiu sua própria estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

Década de 1950: Marilyn Monroe, Audrey Hepburn

Nem uma única conversa sobre as mulheres mais bonitas do mundo é completa sem mencionar Marilyn Monroe. Em 1953, depois de filmar Niagara (Torrentes de Paixão, em português), Monroe se tornou uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood. Naquele tempo, ela e seu maquiador criaram “a maquiagem de Marilyn”: sobrancelhas escuras e curvas, pele pálida e lábios vermelhos intensos. Em uma resenha de Niagara, o jornal New York Times observou que, embora Monroe não fosse uma atriz perfeita na época, ela podia ser sedutora, mesmo quando estava apenas andando.

Ícone de estilo, Audrey Hepburn, era uma mulher de muitos talentos. Ela não era apenas uma atriz notável, mas também bailarina, modelo e cantora. Audrey conquistou todos ao seu redor com sua encantadora inocência. Os críticos diziam que ela possuía “uma beleza esbelta, élfica e melancólica”. Em 1954, Audrey Hepburn foi declarada “a personificação de um novo ideal feminino”.

Década de 1960: Elizabeth Taylor, Twiggy

Elizabeth Taylor era outro ícone de estilo e uma mulher com belíssimos olhos. Seu visual icônico no filme Cleópatra tornou a maquiagem “olho de gato” incrivelmente popular.

Lesley Lawson é uma supermodelo conhecida em todo o mundo sob o pseudônimo de Twiggy. Nos anos 60, ela era um verdadeiro ícone de estilo. Twiggy fez da androginia, do corte de cabelo ultracurto e da silhueta esbelta uma tendência de moda. Mas ela não entendia o seu grande sucesso: “Eu odiava minha aparência, então achava que todo mundo estava maluco”.

Década de 1970: Farrah Fawcett, Raquel Welch

Farrah Fawcett era uma atriz norte-americana, estrela da série As Panteras e modelo. O icônico pôster, no qual ela posa vestindo um maiô vermelho, vendeu seis milhões de cópias no primeiro ano. Farrah ainda detém o título de pôster mais vendido da história.

Seu penteado se tornou uma tendência internacional. As mulheres americanas cortavam os cabelos “ao estilo de Fawcett” até os anos 80. E em 2011, a revista masculina Men’s Health incluiu Farrah na lista das “100 Mulheres Mais Sexy de Todos os Tempos” (a atriz ficou em 31º lugar).

Raquel Welch é uma atriz e cantora norte-americana. Ela trouxe o cabelo comprido escuro de volta à moda, o que não foi fácil depois da grande popularidade do cabelo ultracurto de Twiggy.

Welch se tornou mundialmente famosa depois de participar do filme Mil Séculos Antes de Cristo (One Million Years B.C.). E embora sua personagem tenha pronunciado apenas algumas frases em todo o longa, a linda imagem de Raquel em um maiô de pele fez dela uma celebridade desejada.

Década de 1980: Michelle Pfeiffer

Michelle Pfeiffer foi uma das atrizes mais populares da década de 1980. Os telespectadores e os críticos se apaixonaram especialmente por ela depois do filme Susie e os Baker Boys (The Famous Baker Brothers). Pfeiffer era tão boa que até foi comparada a Lauren Bacall e Marilyn Monroe.

A própria atriz ainda não entende a admiração de todos por sua aparência e brinca que deveria ter feito Howard, o Pato, um personagem de quadrinhos. Contudo, a revista Glamour considerou a atriz o maior ícone de estilo dos anos 80 e “o rosto mais perfeito na tela do cinema”.

Década de 1990: Sharon Stone, Cindy Crawford

Sharon Stone se tornou a mulher mais cobiçada do mundo depois do filme Instinto Selvagem. Ela foi associada à imagem de uma mulher sedutora, fria e calculista. As personagens interpretadas pela atriz não passaram despercebidas e, em 1992, a revista People a incluiu em sua lista das “50 Pessoas Mais Bonitas do Mundo”.

Em 1997, a famosa supermodelo Cindy Crawford ficou em segundo lugar na lista das mulheres mais bonitas do mundo da revista Shape. Desde então, ela ocupou posições elevadas em tais classificações.

Década de 2000: Monica Bellucci, Angelina Jolie

Em 2002, quando Monica Bellucci tinha 38 anos, a revista AskMenconsiderou a mulher mais bonita do mundo. A beleza dessa italiana é verdadeiramente atemporal. Monica é tão linda que, mesmo aos 50 anos de idade, conseguiu interpretar uma garota (“bond girl”) de James Bond. Nada parecido com isso aconteceu em toda a história da franquia.

Muitos meios de comunicação influentes, incluindo Vogue, PeopleVanity Fair, consideraram Angelina Jolie a mulher mais bonita do mundo. Em 2007, ela foi apontada com o “padrão ouro de beleza”. Muitas mulheres queriam ser como ela e procuraram cirurgiões plásticos pedindo os “lábios de Jolie”.

Década de 2010: Beyoncé

Em 2012, a revista People elegeu Beyoncé a mulher mais bonita do mundo. A cantora norte-americana tem curvas tão pronunciadas que decidiram adicionar uma nova palavra no Dicionário Oxford em sua homenagem.

Década de 2020: Bella Hadid

O cirurgião plástico Julian De Silva provou matematicamente que o rosto da supermodelo Bella Hadid é o mais próximo possível da proporção áurea. Julian baseou-se no tamanho e na posição dos olhos, sobrancelhas, nariz, lábios, maxilar e queixo. O resultado de Bella foi de 94,35% de simetria. Aliás, Beyoncé ficou na segunda colocação, com 92,44%.

E você, que beleza admira mais? Comente!

Compartilhar este artigo