Incrível
Incrível

Tiktoker e mãe encoraja outras mulheres a se apoiarem nesse super e lindo papel

Passar a noite acordada esperando o filho chegar em casa ou desistir de comprar algo para si mesma para sobrar dinheiro para os presentes de Natal são apenas alguns exemplos da realidade de muitas mamães. Às vezes, em vez dessa capa invisível de super-heroínas, elas levam um pesado fardo de culpa que raramente ousam revelar.

Mas não é o caso de Ana Paola Lynch, tiktoker e mãe de dois filhos pequenos, que tem usado seus perfis para expor de maneira honesta os sentimentos em torno da maternidade que a agoniam e que algumas de suas seguidoras, também mães, dizem também sentir.

Em um de seus desabafos, Ana Paola conta como se sentiu tomada por um enorme sentimento de culpa por não poder passar um tempo de qualidade com o filho mais velho, de 3 anos e meio, pois também precisa cuidar do filho mais novo, de apenas 1 ano.

“Estou extremamente cansada. Quero desaparecer e não fazer nada e, ao mesmo tempo, quero passar um tempo de qualidade com ele. Por outro lado, quero sentar no meu computador e trabalhar, mas não consigo fazer tudo”, descreveu ela.

A culpa não é um sentimento estranho entre as mães. Segundo algumas pesquisas, cerca de 90% podem experimentá-la como uma manifestação de sua preocupação em tomar as decisões mais apropriadas envolvendo a criação dos filhos. A exposição constante a mensagens nas redes sociais sobre como uma mãe deve agir contribui ainda mais para aumentar esse sentimento.

Essas mensagens são lançadas o tempo todo de diferentes fontes por especialistas em educação infantil ou até mesmo por outros pais.

Por isso, Ana Paola decidiu falar sobre essa pressão dizendo que “a sociedade impõe expectativas que não são nada reais”. Segundo ela, isso se aplica a muitos aspectos da vida de uma mãe, envolvendo desde a criação dos filhos até a vida profissional, passando pelo relacionamento com o pai à imagem pessoal.

Assim, também revelou abertamente como foi passar pela ansiedade pós-parto, após o nascimento de seus dois filhos. Devido a esse transtorno, que segundo Ana é mais comum do que imaginamos, também precisou lidar com um medo profundo e incontrolável de que algo ruim acontecesse a seus filhos a qualquer hora ou lugar. Dessa forma, convida outras mães que estiverem passando pelo mesmo sentimento a buscarem ajuda profissional.

Apesar de tudo, essa mãe mexicana leva sua realidade com humor e reflete como situações cotidianas, como ir a um restaurante para comer, podem se tornar um grande desafio para quem tem um filho pequeno. “As mães nunca descansam, nunca”, é a conclusão de Ana Paola.

“Nunca sinta que você não está fazendo o suficiente ou do melhor jeito. Está agindo de forma INCRÍVEL. Você não consegue fazer tudo, todos os dias”, compartilha Ana Paola, tentando encorajar outras mamães.

Quais comentários sem noção você já ouviu desde que se tornou mãe? Quais foram as principais dificuldades enfrentadas pelos seus pais na sua criação?

Incrível/Gente/Tiktoker e mãe encoraja outras mulheres a se apoiarem nesse super e lindo papel
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos