Incrível
Incrível

Mãe volta a estudar após fazer uma pausa por conta da maternidade e se forma com a filha

O momento da formatura é, certamente, um dos mais bonitos e aguardados após uma longa jornada de estudos. Afinal de contas, ele marca o fim de uma trajetória e o início de uma nova aventura. Mas o que acontece quando a pessoa conta com uma companhia toda especial durante o processo de obtenção do diploma? Esse foi o caso de Amanda Ross e sua mãe, Marcia Thomas, que se formaram juntas no fim de semana do Dia das Mães pela Universidade Estadual de Fayetteville, na Carolina do Norte, Estados Unidos.

Neste artigo, o Incrível.club apresenta a história de Marcia e Amanda, contando detalhes da jornada vivida por ambas até que chegasse a hora de elas vestirem a toga para receber os respectivos canudos, representando uma grande vitória para elas.

Uma jornada de mãe e filha

Marcia Thomas conta que aquela foi a primeira vez em que usou beca e capelo, já que ela precisou abandonar os estudos quando teve sua filha, Amanda Ross. Ela tomou essa decisão para conseguir trabalhar e sustentar a criança. Diante das dificuldades, a mãe lutou para dar tudo de melhor à filha. Por isso, Marcia lembra muito bem a primeira vez em que levou Amanda à Universidade Estadual da Flórida, nos EUA, cercada pelas expectativas com a mudança da filha, que tinha começado a estudar Pedagogia.

Já Amanda, depois de se formar em Pedagogia, resolveu fazer um mestrado em Serviço Social, após dar início à sua própria família. Mas ela não queria fazer sozinha aquele curso, então foi até Marcia e a convenceu a dar seguimento nos estudos. Felizmente, a mãe aceitou a proposta, decidindo estudar Psicologia on-line para se formar ao mesmo tempo que a filha.

A entrega da beca e do capelo

A história da dupla ficou muito conhecida, a ponto de mãe e filha darem entrevistas para a TV. Marcia revelou que foi Amanda quem entregou a ela a beca e o capelo, objetos com um significado todo especial: “Estávamos na última parte da nossa jornada, e ela levou minha beca e o meu capelo. Meus olhos logo se encheram de lágrimas. Me dei conta de que o que ela me entregava era algo pelo qual já havia passado e percorrido”, afirmou.

Marcia acrescentou que tudo aquilo era um símbolo que levaria à criação de uma bela lembrança para ambas, e sempre que se sentia ansiosa, “ia até o closet e olhava a beca, a retirava, parava diante do espelho com ela, sorria e dizia: ’Sim, você consegue chegar até o fim’”. E a data da formatura de ambas caiu na semana do Dia das Mães nos Estados Unidos: 8 de maio deste ano.

Colhendo conquistas juntas

Amanda afirma que Marcia sempre teve vontade de fazer carreira no Serviço Social, mas optou pela Psicologia para que pudesse trabalhar com mais tranquilidade. Além do mais, Marcia pensa em fazer mestrado, já que com sua vasta experiência em enfermagem, poderá enriquecer ainda mais os estudos dentro de uma mesma instituição.

Amanda, por sua vez, pôde exercer a profissão de professora antes de começar o mestrado, conseguido com o apoio não só da mãe, mas também do marido e da filha. Tanto Amanda quanto Marcia comemoram a grande conquista. Elas estão prontas para continuar colhendo muitos outros frutos, dividindo todos os momentos com seus familiares: “É um momento de muito orgulho, não apenas por sermos mãe e filha, mas também porque posso compartilhar isto com a minha neta”, conta Marcia.

O que você acha de ideia de se formar junto ao seu pai ou à sua mãe? Quais as suas lembranças mais doces dos tempos de estudante? Deixe seu comentário!

Compartilhar este artigo