Incrível

Um burrinho rejeitado por sua mãe agora é o pet de uma família

7124
938

Ao escolher um animal de estimação, não há regras fixas, pois depende do gosto de cada pessoa. Alguns optam por adotar um cachorrinho ou um gato, talvez até roedores. Outros vão além e preferem animais exóticos, como cobras e lagartos. Às vezes, não se trata de escolhas e gostos, mas do que a vida apresenta. Foi o que aconteceu com a família Topping quando decidiu adotar um burrinho recém-nascido.

Incrível.club adora as histórias de animais de estimação que uma família encontra. A desse burrinho, Tiny Tim, é especial, por isso queremos compartilhá-la com você.

A história de um burrinho

família Topping vive em Ontário, Canadá. Lá, eles têm uma bela fazenda com vários animais, incluindo cinco burros. Num sábado de manhã, ao entrar no estábulo, eles se depararam com uma cena curiosa.

Todos os animais que dormiam no local estavam em um canto. Enquanto no outro extremo havia uma pequena bolinha cinza e peluda, com orelhas grandes e olhos bem abertos olhando para todos os lados.

Quando se aproximaram, viram que o que pensavam ser um coelho era, na verdade, um burrinho adorável. Tiny tinha acabado de nascer. A família não havia percebido que Molly, a única fêmea da manada, estava prenha.

Quando quiseram levar o filhote até a mãe para ser amamentado, ela o rejeitou violentamente. Após várias tentativas para que o aceitasse, tiveram que desistir e tomar uma decisão para impedir que o pobre burrinho morresse.

Criado por pais humanos

Tiny pesava apenas cinco quilos quando nasceu. Cabia em uma caixa! O burrinho foi levado às pressas para que um veterinário o examinasse. Diante da firme recusa da mãe em alimentá-lo, não havia escolha a não ser fazê-lo por conta própria, primeiro com uma seringa e depois com uma mamadeira.

O burrinho indefeso precisava de muitos cuidados para sobreviver. Os primeiros quatro meses foram cansativos, mas valeram a pena. Para que ele não dormisse sozinho, seus pais humanos instalaram um pequeno curral no quarto. Dessa forma, poderiam alimentá-lo sempre que ele tivesse fome.

Quando Tiny ganhou peso e ficou difícil carregá-lo até o quarto, ele começou a dormir no térreo, ao lado dos dois cães da família. Todos aqueles cuidados amorosos fizeram dele um animal feliz e agradecido. De fato, ele se comporta como se fosse um animal de estimação mimado.

Tiny Tim, um animal de estimação original

Como foi criado dentro de casa, Tiny se comporta como seus amigos cachorrinhos. Ele é travesso e brincalhão, dorme em uma cama para cães e aprendeu a fazer suas necessidades do lado externo.

Se jogam uma bola, ele, muito feliz, a busca e a deposita aos pés de seus donos. Em um descuido, ele lambe os pratos antes que os coloquem na lava-louças, adora batalhas de travesseiro e dorme enrolado com sua vaca de pelúcia.

Agora, Tiny Tim já tem 17 meses e um peso adequado. Embora ainda seja muito pequeno (tem apenas 58 centímetros), sua personalidade é encantadora. Tanto que se tornou uma celebridade em sua cidade. Vê-lo crescer saudável e feliz é a recompensa da família, que não teve dúvidas em recebê-lo em casa como se fosse mais um filho e lhe dando o amor de que precisava.

Como você adotou seu animal de estimação? Conhece alguém que vive com um animal incomum? Estamos curiosos, então, por favor, conte para a gente!

7124
938