Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 Histórias divertidas de turistas no exterior que nos fizeram viajar com eles

Viajar para outros países é o sonho de muitas pessoas. Para isso, é importante pesquisar um pouco sobre os possíveis destinos, renovar o passaporte, tirar o visto (se necessário) e levar pelo menos um dicionário ou um guia com as expressões mais importantes, caso não domine o idioma. Mas apesar de tudo isso, às vezes, as coisas não saem como o previsto, o que pode causar dois tipos de situação: ou um grande desastre ou experiências superdivertidas. E é exatamente isso que 20 leitores do Incrível decidiram nos contar.

Nós, do Incrível.club, nos divertimos muito com as histórias que os nossos leitores compartilharam sobre suas experiências em outros países. Confira agora mesmo!

  • Estava caminhando na França em uma rua cheia de vendedores de souvenir. Havia um senhor que vendia uns trens muito bonitos. Parei e disse: “Nossa, que lindos, pena que não têm preço”. O senhor me disse várias coisas e eu apenas respondi “Obrigada”, porque não entendi nada. Depois, descobri que ele estava me dizendo um monte de coisas feias porque eu não comprei nada. © Alejandra Martinez / Facebook

  • Estávamos no aeroporto JFK, em Nova York, e minha esposa colocou a mala na balança. Quando viu que marcava 46, quase teve um ataque do coração e gritou: “Vê como passamos do limite de peso?!” O rapaz no balcão e eu, morrendo de rir, dissemos que não eram quilos, eram libras. Ou seja, uns 20 kg. Fiquei rindo um bom tempo. © Iñigo Castillo / Facebook

  • No aeroporto de Las Vegas, fiz disparar o sistema de segurança do aeroporto. Fui cercada por agentes que queriam me revistar. Eu estava grávida e por isso estava usando uma faixa para a lombar com uma parte de metal. © Lupita Mendoza / Facebook

  • Me pediram que retirasse coisas da minha mala no aeroporto porque tinha excesso de peso. Quando abri para ver o que iria tirar, um cachorro veio, colocou as patas no meio da mala aberta e começou a cheirar tudo. E eu lá, toda vermelha, arrependida de ter colocado tamales na bagagem. 😅😅 © Pamela Villafane / Facebook

  • Nos perdemos em uma estação de metrô de Tóquio onde não havia placas em inglês. Um rapaz japonês se aproximou para nos ajudar e em inglês indicou como comprar a passagem. Resumindo, minha amiga e eu ficamos tão emocionadas que agradecemos em inglês e em japonês; ele deu muita risada e foi embora, hahaha! Que cara mais simpático. © Natty Martinez / Facebook

  • Uma vez, em um hotel em Las Vegas, um grupo de japoneses se aproximou de mim e do meu marido e pediu para tirar fotos nossas. De repente, muitos turistas apareceram e começaram a fazer o mesmo. Não entendemos nada, acho que nos confundiram com alguém famoso. Uma loucura que meu marido e eu nunca conseguimos entender. 🤣🤣 © R Lo Flo / Facebook

  • Na Itália, me perguntaram de que tribo asteca eu era, hahahaha. A pessoa em questão podia jurar que ainda andamos pelas ruas com penas e tangas. 😓😓😓 © Ruth Uberetagoyena / Facebook

  • Queríamos comprar uma passagem de metrô na China, mas a máquina não aceitou a única nota de cem yuans que tínhamos. Fomos pedir informação para tentar trocar a nota, mas a moça que nos atendeu não falava nada de inglês e não entendia o que estávamos dizendo. O desespero era tão grande que meu namorado disse: “I need to trocaishion my dinheireishon”. Ficamos lá durante quase uma hora até que outra pessoa nos mostrou que na mesma máquina podíamos trocar a nota sem problemas. © Sandy Gabriela / Facebook

  • Cinco horas de voo de Londres até Cairo. Nos levaram ao hotel e nessa noite subimos no monte Sinai para ver o amanhecer no meio do deserto. Estava falando em espanhol com a minha mãe quando um casal de colombianos se aproximou. Quando virei, era meu professor de inglês e sua esposa em lua de mel. 😂😂 © Angélica Reyes Pinillos / Facebook

  • Somos catalães e fomos viver uns anos no Uruguai. Meu filho e eu falávamos catalão em casa, e no Uruguai isso se transformou em uma forma de falar em códigos para que as pessoas não nos entendessem. Quando a nossa temporada de cinco anos acabou, voltamos para a Catalunha e eu precisei enfrentar algumas situações complicadas, já que meu filho não entendia que não estávamos mais no Uruguai. Ele continuava falando comigo em catalão (e sempre dizia alguma besteira) achando que ninguém ia nos entender. Eu olhava para ele com cara de “o que você está fazendo?” e ele dizia: “Mãe, e se você me ensinasse alemão para termos outro idioma secreto?” © Karim Freire / Facebook

  • Estava com uma amiga em um voo para os Estados Unidos e do nosso lado se sentou uma moça com um bebê. O bebê nos olhava sorrindo e nós sorríamos de volta. Quando a mãe viu que estávamos brincando, nos passou o bebê e começou a jogar no celular. © Sayra Sánchez / Facebook

  • Durante uma viagem para Nova York, estava caminhando com meu marido quando uma moça falou para mim: “Que queixo bonito”. Eu entendi que ela estava me perguntando se eu queria comer queijo, disse que sim e estiquei a minha mão. Meu marido me explicou o que ela tinha dito e que ninguém oferece queijo nas ruas de Nova York. Por sorte, ela não estava comendo nada, porque com certeza eu teria pego um pouco da comida dela. Dá para perceber que eu estava com fome nesse momento. © Laura Sanabria / Facebook

  • Ir até a Disneylândia para procurar o castelo da Cinderela e descobrir que ele fica na Disney World, a apenas 36 horas de distância. © Aladinna Rosa Rosita / Facebook
  • Quando completei 70 anos, fui para a Itália sozinha para comemorar. Meu aniversário é no dia de São João, e eu estava em Florença. Havia uma grande quantidade de pessoas na praça por conta da festa. Comecei a conversar com quem estava ao meu lado e contei que era meu aniversário. Uma senhora puxou a minha orelha e disse que ela comemorava os aniversários assim. Gostei muito e disse: “Faça isso mais uma vez, para eu tirar uma foto”. E ela fez. Foi lindo. © Isabel Mesén / Facebook

  • Estava sozinha em um pequeno restaurante chinês em Barcelona. Havia poucos clientes. De repente, a dona (uma mulher chinesa que não falava bem espanhol) se aproximou e disse: “Preciso ir ao banheiro, se algum cliente entrar, diga para se sentar e me esperar que eu já volto”, hahahaha. Fiquei surpresa e pensando que quase consegui um trabalho de garçonete durante as minhas férias. © Ivette Portillo Pineda / Facebook

  • Estava no metrô em Vancouver curvando meus cílios com uma colher. De repente, percebi que todo mundo estava me olhando com uma cara estranha. 😸😸😜 © Esli Jiel / Facebook

Qual foi a viagem mais inesquecível que você já fez? E qual foi a mais divertida? Conte nos comentários.

Compartilhar este artigo