Incrível
Incrível

17 Histórias de pessoas que já não aguentam os parentes esquisitos

Existem pessoas que têm um pensamento tão ligeiro para atitudes gananciosas que não têm medo de dizer palavras mesquinhas. Essa situação pode até mesmo envolver familiares, seja uma sogra que aparece com um presente esquisito ou uma tia que guarda o pão na gaveta e o esquece lá por séculos. Nós sabemos o quanto pode ser desafiador lidar com parentes como estes e desejamos que o humor possa estar presente nas relações. Confira!

  • Eu compro roupas de marca para meus parentes, e recebo presentes como esmalte e sabonete. Um dia, uma pessoa da família me pediu para guardar umas joias, dizendo que era um presente. Usei um anel e postei uma foto. A parente viu e, na mesma hora, me pediu de volta as joias. Segundo ela, sou apenas uma agregada e não faço parte da família. © Ana Paula Matsuda/Facebook
  • Quando solteira, eu pagava o aluguel de uma casa para os meus pais. Nunca recebi o dinheiro de volta e continuei pagando, até me casar e mudar de cidade. Passou um bom tempo, minha mãe veio me visitar e me acusou. Disse que eles foram despejados da casa por falta de pagamento e que a culpa era minha, por não ter mais pago o aluguel. © Maria Aparecida Prestes/Facebook
  • Meus ex-sogros já me deram presentes estranhos. Em um Natal, meu sogro, extremamente pontual de forma até desagradável, me deu um enorme relógio de parede. Ele disse que o presente era porque ele supunha que eu não tivesse um. E, ainda por cima, ganhei de minha sogra um avental de renda rosa. Detalhe é que não cozinho e detesto roupas e acessórios dessa cor. Não uso. © Meghann Kaiser/ Quora
  • É uma tradição onde moro comer a camada superior do bolo de casamento depois de um ano de casados. Então, quando voltamos da lua de mel, fomos à casa dos meus sogros para pegar a maioria dos presentes de casamento e o bolo para ser descongelado. Minha sogra simplesmente comeu o bolo inteirinho e não sobrou nada! Ela nunca se desculpou por isso. © CarltheWellEndowed/Reddit
  • Minha sogra nunca me deu nenhum presente bom, o que eu ganhava era pano de chão ou de prato. Uma vez ela fez uma viagem e trouxe presentes para minha filha e meu marido. E para mim, disse que não comprou nada, pois o dinheiro estava curto. © Regiane Zeferino/Facebook
  • Passei alguns dias na casa da minha tia, que tinha cinco quartos. Ela nos deixou ficar no melhor deles, que era arejado e com uma boa cama. Dois dias depois minha prima chegou e ela nos mudou de lugar. Fiquei sabendo que ela fez isso, porque a prima ajudava pagando a conta de luz. Acontece que eu também ajudei nas compras de supermercado. Comprei carne, pão e verduras. © Marcilene Fornero/Facebook
  • Tenho um tio que teve uma atitude estranha ao presentear. Todo final de ano, fazemos amigo secreto. No último ano, usamos um site para nos ajudar. Com essa ferramenta conseguimos até colocar o que gostaríamos de ganhar. Ele tirou a própria irmã e então, só de pirraça, em vez de dar o que ela pediu, deu uma camiseta gigante, sem estampa alguma. Era inteira vermelha. Um horror! Foi constrangedor.
  • Meu ex-marido e eu decidimos construir uma casa juntos. Depois que assinamos o contrato, a madrasta dele decidiu que também precisava de uma casa nova. Ela queria mostrar para todos que a casa dela era maior e melhor que a nossa. Fez questão de contar para toda a família que eles construíram uma casa, mas não disse a ninguém que nós também estávamos construindo. © Catherine Carter/Quora
  • Minha mãe passou uma parte da infância com uma tia do pai dela. Essa senhora tinha um hábito estranho de esconder alimentos. Em uma gaveta ela guardava trancados o pão e outros alimentos, como frutas. O tempo passava e ela esquecia as coisas guardadas ali. Do nada ela se lembrava e retirava os alimentos da gaveta para serem consumidos.
  • Eu não tive sogra, mas em compensação tive uma tia que não podia ser pior! Vivia falando que roupa eu devia usar, como devia comer e me portar. No meu aniversário, me deu uma blusa usada de crochê e ainda disse que nunca devia ter visto uma roupa com tal qualidade. Concordei com ela, mas estava ironizando. © Maria Aparecida Prestes/Facebook
  • Fiz dois chás de bebês, um para colegas de trabalho e amigos, que foi organizado pela minha melhor amiga e outro somente para a família, já que o espaço não comportaria todos. Minha sogra apareceu justamente no que não foi convidada e foi desagradável com as pessoas. Ela criticou as decorações feitas por minha amiga, a comida e os presentes, e disse que os itens eram baratos e bregas. © Alexis Danielle/Quora
  • Minha sogra insiste em ter uma cópia da minha certidão de casamento e do meu marido. Ela também quer uma cópia das certidões de nascimento de nossos filhos, pois fala que seria um backup caso os originais se percam. Me questiono se isso é uma forma de nos controlar. © Myneighboursuxxx456/Reddit
  • Minha irmã mais velha se casou, mas vivia na casa dos meus pais com frequência. Eu sempre morei com eles. Em todas as visitas dela, ganhava dinheiro ou algo caro para a casa dela. Alguns anos depois, minha mãe ficou doente e meu pai faleceu. Ela disse que não ajudará a cuidar da minha mãe, pois meus pais nunca fizeram nada para ela. © Amanda Brito/Facebook
  • Vi vários vídeos de costura e resolvi me dedicar a isso, afinal tenho uma máquina de costuras desde os 12 anos. Fiz uma camisa e postei o resultado da minha criação. Uma prima viu o vídeo e como ela está esperando bebê queria que eu fizesse o guarda-roupas inteiro da criança. Com certeza desejava que costurasse de graça, mas mal sei como fazer, afinal só fiz uma camisa. © hhhhhhd5/Reddit
  • Fui convidada para um aniversário de uma prima. Foi um evento especial, uma festa grande e chique de 50 anos. A família estava toda presente. Acontece que a cunhada dessa minha prima foi a única a aparecer no evento de chinelo, mas o pior mesmo foi a atitude dela, pois não fez questão nenhuma de levar um presente para a aniversariante. Fiquei muito sem graça ao presenciar isso.
  • Minha sogra me “adorava”, pedia para comprar coisas no meu cartão e nunca pagava quando chegava a fatura. Certa vez, pediu uma quantia emprestada para quitar uma conta que não tinha como pagar. Emprestei, mas quando fui cobrar, passei a ser “a pior pessoa” e nunca mais vi o dinheiro. © Adrianna Britto Fonseca / Facebook
  • Ajudei uma parente próxima que passava por um momento financeiro delicado. Consegui cesta básica por 6 meses para ela e levei roupas também. Um belo dia, escutei ela falando que a cesta era horrível e que as roupas eram usadas, que eu poderia ter a decência de dar comida de marca e roupa nova para ela. Não falei nada e nunca mais ajudei. Agora, quando ela reclama, eu só falo que não posso fazer nada. © Carolyne Augusto / Facebook

Você tem algum familiar assim que já te assustou com uma atitude mesquinha? Compartilhe sua história com a gente na seção comentários!

Observação: Este artigo foi atualizado em Outubro de 2022 para corrigir o material de origem e/ou imprecisões factuais.
Incrível/Gente/17 Histórias de pessoas que já não aguentam os parentes esquisitos
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos