16 Consumidores e vendedores que já estão cansados das travessuras uns dos outros

Existe um famoso ditado segundo o qual o cliente tem sempre razão. Mas quem trabalha com comércio pode facilmente provar o contrário, apenas contando algumas histórias da própria experiência. Afinal, alguns clientes, ao irem às compras, se esquecem completamente de levar com eles a cortesia e o respeito pelas outras pessoas. Mas vamos combinar: às vezes, os próprios vendedores estão longe de ser anjos.

Nós, do Incrível.club, não poderíamos ignorar as histórias a seguir, que deixam claro que, quanto mais perto do caixa você chega, mais a atmosfera pode esquentar. Mas fique tranquilo: no final, preparamos um bônus que devolverá sua fé na humanidade.

  • Fui ao supermercado para fazer compras e levei cinco pacotes de açúcar em uma promoção por 2 reais cada. Na hora de pagar, constatei que apenas três dos pacotes estavam com esse preço. Perguntei “Mas e a promoção?” e chamaram o gerente, que disse que o preço era válido para a compra de no máximo cinco pacotes. Eu disse: “Mas comprei exatamente cinco.” Então, ele respondeu que “no máximo cinco” significava quatro. Entenderam? Pois nenhum argumento meu funcionou. Então, chamei a atenção dele para o fato de que apenas três pacotes estavam registrados na nota fiscal com o preço de 2 reais. Por que, então, não foram quatro daqueles cinco que eu peguei? Aí o gerente soltou: “Bem, a máquina registradora não sabe quantos pacotes você deseja comprar. Não vou discutir com você. Posso devolver a compra inteira e você vai levar quatro pacotes de açúcar pelo preço promocional”. Fechamos nisso. © Oldkinder / Pikabu
  • Tenho uma loja de cosméticos. Uma vez veio uma mulher, perguntando sobre tudo quanto era produto. Contei, mostrei, dei amostras. Ela saiu sem comprar nada. Um mês depois, ela de novo. Fez várias perguntas, ficou olhando produtos durante uma hora e, no final, “Obrigada, tchau.” Ontem ela voltou. Eu perguntei educadamente se ela tinha, mesmo, a intenção de levar alguma coisa. Ela, sem um pingo de vergonha, declarou: “Não, obrigada, encomendo tudo pela internet!” Fiquei pasma de tanto atrevimento. Coloco minha alma no meu trabalho, me esforço, não cobro demais, mas não entendo como existe esse tipo de gente. © Podslushano / VK
  • Estava no hipermercado. A caixa passando minhas compras. Em certo momento, apareceu uma garotinha, pegou uma barra de chocolate que já havia sido escaneada e sumiu dentro do mercado. Me dei conta do que havia acontecido apenas no último momento:
    — Cancela o chocolate, por favor.
    — Não é sua neta?
    — Não é, não tenho ideia de quem seja.
    — Já passei toda a mercadoria, mas o chocolate foi levado.
    — E daí? Alguém roubou a barra de chocolate, mas sou eu que devo pagar?
    — Você tem de pagar. Por acaso tenho obrigação de saber se ela é sua filha?
    Percebi que a conversa havia “travado” naquele ponto e disse para ela cancelar tudo, não queria levar mais nada. Apareceu um segurança e foi logo chamar o gerente. Mas resolvi não esperar e apenas fui embora. © AndShug / Pikabu
  • Vivia no Interior e fui à cidade grande pela primeira vez. Então resolvi ir a um hipermercado. Disse à vendedora: “Por favor, me dê um sorvete.” Ela me olhou com um olhar de deboche e respondeu: “Pegue você mesmo.” Eu tinha apenas 10 anos. © Sigkillkillkill / Twitter
  • Trabalho como caixa. Apareceu uma mulher com criança, um menino de uns 3 anos. Ele arrancou um pacote de marshmallow do suporte e pediu que ela comprasse. Ela disse “não.” A criança começou a gritar e a se bater no chão com aquele marshmallow. Bem, achei que o menino fosse apanhar. E a mulher se virou para mim e gritou: “Vocês penduram esses doces nesses lugares de fácil acesso de propósito?!” Não, gente, nós construímos um supermercado aqui de propósito! © Podslushano / VK
  • Trabalhava em um pet shop. Um cliente veio e quis usar um cupom de outra loja. E ficou extremamente chateado quando eu informei que aquele cupom não era da nossa loja, dizendo: “Mas eu já usei o mesmo aqui antes!” Reduzimos o preço se estiver mais baixo na loja do concorrente, mas não podemos aceitar o cupom dele. © Alexis Collins / Quora
  • Um cara veio até mim e perguntou: “Qual é a diferença entre suco de cranberry e suco de cranberry orgânico?” Eu tinha 15 anos, não sabia a resposta, então após uma pausa respondi: “Cerca de 8 dólares”. O cara riu tanto que nem se importou com a resposta de verdade. © Damnmanthatsmyjam / Reddit
  • Trabalhei em uma joalheria. Uma cliente voltou à loja logo depois de ter comprado algo. Descobrimos que ela havia comprado brincos, mas o vendedor não havia colocado os fechos (também conhecidos como tarraxas) na caixa. A cliente trouxe a caixa, a nota fiscal e até a sacola da nossa loja e exigiu reembolso total imediatamente. Verifiquei a hora e a data na nota e fui ver as câmeras. Achei a gravação do processo de venda. O vendedor embalou os brincos e, sim, colocou os fechos junto com a etiqueta na caixinha. Mostrei o vídeo para a cliente, ela olhou, silenciosamente pegou sua bolsa e foi embora. A verdade é que ela mesma perdeu os fechos e poderia ter comprado separadamente ou procurar por um joalheiro. Mas não, ela queria uma devolução. E não estava nem um pouco preocupada com o fato de que o vendedor teria de pagar pelas tarraxas do próprio bolso. © Full.stop / Pikabu
  • Certa vez, um pai colocou sua filha de 2 anos na esteira do caixa. Ficou segurando a mão dela enquanto a esteira ia levando a garotinha para mais perto do scanner. “Com licença... Por favor, tire sua filha daqui por razões de segurança. Além disso, as pessoas colocam seus produtos aqui, e ela está de calçados” O pai ficou extremamente furioso por eu não ter deixado sua princesa aproveitar a vida ao máximo. Beleza. © Irene Pugh / Quora
  • Eu tinha 17 anos e trabalhava como caixa em uma grande rede de supermercados. Naquela época, distribuíamos uma espécie de adesivo verde promocional em cada compra. A quarta-feira era o dia do Adesivos Verdes em Dobro, ou seja, o cliente recebia o dobro de adesivos correspondendo a cada operação. Posteriormente, eles poderiam ser trocados por mercadorias. Certa manhã, um homem muito agitado veio ao meu caixa. Tudo o que ele tinha no cesto de compras era uma pizza congelada. Verifiquei o valor, peguei o dinheiro e dei a ele seus adesivos. Ele os contou e disse ameaçadoramente: “Onde estão os outros adesivos verdes? Me dê agora!” Eu educadamente informei que o Dia de Adesivos Verdes em Dobro era quarta-feira, não terça. Ele pegou a pizza e jogou em mim, então me olhou diretamente nos olhos e disse: “Devolva meu dinheiro agora!” Nem preciso dizer que obedeci... © Larry McNeely / Quora
  • Trabalho em um supermercado. Outro dia faltou luz. Quando voltou, vi um cara que estava sentado no chão devorando avidamente um pacote de batata chips. Disse a ele que teria de pagar por aquilo. Ele me olhou com horror nos olhos e respondeu: “Achei que fosse o fim do mundo. O apocalipse!” Vejam as prioridades das pessoas: se o mundo for acabar daqui a pouco, meu último desejo é me esbaldar de batata chips. © Palata № 6 / VK
  • Ontem, no supermercado, uma mulher fez escândalo por causa de 25 centavos. A fila toda começou a ficar indignada e uma pessoa se ofereceu para pagar a conta toda, desde que a moça não atrasasse a fila. Então, ela começou a ir embora e murmurou um insulto. A caixa não aguentou e jogou 25 centavos trocados nas costas dela. Aí, a mulher soltou um “Eu não preciso da sua esmola!” e jogou de volta na caixa. E elas ficaram naquele “pingue-pongue” de moedas por mais três minutos, até que todos começaram a rir, inclusive elas mesmas. Só então elas se desculparam, riram e se despediram. © Palata № 6 / VK
  • Meu marido tem uma personalidade muito difícil. Ele está sempre insatisfeito com todo mundo, critica tudo. Uma vez, nos aproximamos de um balcão com maçãs. Ele começou a examinar cada maçã e então deu aos vendedores seu veredito: “Não podem vender isso. Não há uma única maçã com vermes! Se um verme não come, então a maçã é ruim.” As vendedoras, duas idosas alegres, soltaram em resposta: “Vamos pegar quantas maçãs podres você quiser, cara! Há um saco separado com elas. De quantos quilos você precisa?” Meu marido ficou constrangido. Por algum motivo, não quis as maçãs podres da sacola separada e fomos embora. © CatGanch / Pikabu
  • Trabalhava em uma loja de luxo. Uma vez, entrou uma mulher com um cachorro, embora cães não fossem permitidos. Expliquei isso, mas ela insistiu e disse que conhecia alguém da diretoria. Uma situação absurda, mas não sou pago para discutir. O cachorro imediatamente urinou no chão. A mulher olhou para mim com um olhar que dizia tipo: “O que está esperando?” Como se eu tivesse de correr para pegar um pano e começar a limpar o chão. Isso não, senhora. Joguei para ela um rolo de papel-toalha e voltei a dobrar as mercadorias. © Сhrisbattle / Reddit

“O dinheiro já é suficientemente sujo, então não vamos acrescentar suor. Não aceitamos dinheiro de sutiãs. Obrigada!”

  • No meu primeiro dia no supermercado, uma cliente gritou furiosamente comigo por eu ter colocado uvas e mirtilos na mesma sacola. © 1991mgs / Reddit
  • Trabalho como caixa. Estava escaneando os produtos de um casal: brócolis, camarão, salmão, pão sírio. A garota comentou em voz alta: “Vamos terminar a lasanha. Amanhã, vou fazer o risoto e depois faremos salmão grelhado na brasa” e foi olhar alguma coisa. O homem recolheu as sacolas e bem baixinho, de forma melancólica, disse: “Ela poderia pelo menos uma vez por ano fazer arroz e feijão” Tive tanta pena dele... © Podslushano / VK

Bônus: situações que recuperam a fé nas pessoas

  • Depois do trabalho, passei em um mercadinho rapidamente, peguei alguns produtos, fui ao caixa e percebi que não poderia pagar por tudo, porque o celular estava descarregado — o pagamento era por aproximação. Estava sem cartão e sem dinheiro também. Me desculpei e pedi que a vendedora não retirasse tudo, prometi voltar logo e pagar. Mas, de repente, a garota que estava atrás de mim estendeu o seu cartão dizendo que pagaria e eu simplesmente transferiria o dinheiro quando chegasse em casa. Fiquei completamente chocada! Instantaneamente corri para casa, carreguei o celular e imediatamente transferi todo o valor para ela, até um pouco mais. © Palata № 6 / VK
  • Estava na fila do supermercado. Apenas um caixa estava aberto. As pessoas, é claro, estavam indignadas, especialmente porque todos estavam com muitas compras. Então, um senhor idoso com bengala foi àquele caixa e estendeu um pacote de carne defumada com as palavras: “Minha esposa e eu estivemos aqui ontem, comprando comida. E, aparentemente, pegamos a coisa errada. Verificamos a nota fiscal: este pacote não é nosso, não pagamos por isso!” Que lição! © Palata № 6 / VK

Você já passou por alguma situação polêmica em supermercados, lojas e outros estabelecimentos comerciais? Como resolveu? Comente!

Imagem de capa Podslushano / VK
Compartilhar este artigo