Incrível
Incrível

15 Provas de que uma peça de teatro às vezes pode ser mais divertida que o circo

Ir ao teatro é uma experiência incrível. E você tem muitas emoções garantidas, não só pela performance em si e pela atuação dos atores, mas também por toda a atmosfera criada. E, claro, pode acontecer de tudo: uma pessoa decidir conversar no celular ou comer algo no corredor, velhinhos e crianças barulhentas — mas tudo isso apenas contribui para o encanto da apresentação.

Nós, do Incrível.club, encontramos 16 relatos de espectadores que provam por experiência própria que você precisa estar pronto para qualquer coisa ao ir a um evento cultural. Confira!

  • Estava no teatro. Do nada, a apresentação foi interrompida por uma senhora de salto alto. Ela subiu no palco e gritou para os atores ficarem quietos. Precisava atender uma chamada importante sobre seu gato, e no teatro o sinal era horrível, exceto no palco. Todos ficaram sentados em estado de choque. Então, um estudante foi e atirou uma maçã nela. Ele recebeu uma salva de palmas. E assim acabou o espetáculo, os artistas fizeram a reverência e saíram. © Overheard / VK
  • Fui com toda minha família assistir à Moulin Rouge em Paris. Tinha mulheres bonitas em todos os lugares — e eu, uma jovem de 15 anos, satisfeita com um sorriso “de orelha a orelha”. Um enorme tanque de água surgiu no palco com garotas e cobras nadando. Todo mundo ficou maravilhado até que uma cobra saiu do tanque e rastejou em direção à plateia. Morri de rir daquelas pessoas ricas que pulavam nas cadeiras e gritavam enquanto a cobra rastejava pelo chão. Dois homens correram dos bastidores e a pegaram para colocar de volta no tanque de água, mas foi uma visão e tanto... © ichael11396 / Reddit
  • Tinha uma mãe com dois filhos adolescentes. Após o primeiro ato, durante o intervalo, ela se levantou e foi para algum lugar. No início do segundo ato, ela tirou um shawarma e começou a distribuir para os filhos. O teatro era pequeno. O cheiro de alho era simplesmente horrível. E, infelizmente, não dava para reclamar para não atrapalhar os atores. © Kelzaman / Pikabu
  • Era a noite de estreia de Cinderela. As meias-irmãs de Cinderela estavam sendo interpretadas por dois homens. E assim, durante a cena em que estão brigando pela oportunidade de experimentar o sapatinho de cristal, uma das irmãs pisou no vestido da outra, deixando a outra de shorts segurando o sapatinho de cristal no meio do palco. © stagehog81 / Reddit
  • Hoje, fui em um encontro no teatro. Fiquei muito preocupada, pois não saía com ninguém há muito tempo. Mas todos os meus medos foram dissipados quando fomos acordados no final da apresentação, dizendo que estávamos roncando em harmonia de um jeito engraçado. Parece que nos encontramos. © caramelnom6 / Twitter
  • Fizeram uma peça de Legalmente Loira. Em uma das cenas, o carteiro chegou até a casa de uma das personagens e, assim que ele entrou, sua bolsa ficou presa na porta, derrubando todo o cenário. Ele empurrou tudo para cima e, no personagem, disse: “Acho que você precisa consertar esta porta” e continuou como se nada tivesse acontecido. © khxrmit / Reddit
  • Uma vez, no teatro, o funcionário do chapeleiro se recusou a guardar o casaco de pele de uma amiga que estava sem o ganchinho na parte de dentro para pendurar. Na semana seguinte, ela foi assistir a uma ópera e, por azar, acabou usando o mesmo casaco. Ao tentar entregá-lo ao funcionário da chapelaria da casa de ópera, percebeu tudo e imediatamente se desculpou explicando o problema. O senhorzinho foi simpático, disse que ela não tinha do que se desculpar e aceitou a peça. Mais tarde, em casa, minha amiga descobriu que tinham costurado um ganchinho para pendurar no casaco dela de uma maneira bastante cuidadosa e profissional. Ela decidiu agradecer ao senhorzinho e foi até a ópera. Ao encontrá-lo, ofereceu dinheiro como agradecimento, mas o senhor recusou a recompensa, dizendo: “Senhora, você é nossa cliente. Eu posso até costurar botões caso eles estejam caindo!” © AlikSemenov / Pikabu
  • Meus pais tiveram seu primeiro encontro em um show da Broadway em que o próprio John Malkovich participava. Naquela época, minha mãe era funcionária de uma grande empresa e trabalhava muito duro. No dia do musical, ela estava cansada, mas não cancelou o encontro porque os ingressos já tinham sido comprados. Os assentos eram na segunda fileira, e minha mãe acabou adormecendo. Ela acordou com o próprio John Malkovich olhando para ela do palco e fazendo uma longa pausa após suas falas. A família toda tira sarro dela, e ela tem certeza de que Malkovich a odeia. © Lindseyindia / Reddit
  • Na noite de estreia, dois dos personagens principais estavam conversando em cena quando um deles usou o nome real do outro, não o nome do personagem. Talvez ninguém tenha notado, mas o ator, ao sair do palco, xingou: “Droga!” E o microfone estava ligado. O teatro inteiro chorou de rir. © pixieprotector / Reddit
  • Resolvi levar a namorada do meu filho comigo ao balé. Ela nunca tinha visto apresentações de balé antes e estava bem animada. O show ainda não tinha começado. Estávamos sentados há 15 minutos, esperando. E então ela desabafou: “A banda não é muito boa, você não acha?” Ri alto: os músicos da orquestra estavam afinando os instrumentos. © June Smith / Quora
  • A turma toda foi ao teatro para ver a peça Junior and Karlson. Fiquei fascinada pelo ator que interpretava Junior. Acho que foi o meu primeiro amor. Estava ansiosa para ir novamente ao teatro para vê-lo. O amor acabou quando descobri o nome do meu amado príncipe. Uma garota chamada Elena. © Overheard / VK
  • Um conhecido levou o filho chamado Ilya, de 5 anos, no teatro infantil. Era uma peça do conto de fadas A Pequena Flor Escarlate, era final de semana e o teatro estava cheio. Os atores estavam indo bem e toda a atenção do público estava voltada para o que acontecia no palco. Chegou um momento em que uma das personagens achou o monstro morto, deitado, e disse: “Onde está você, meu querido amigo?” Todas as crianças observavam, mal respiravam, o silêncio pairava no teatro. Então, Ilya com a voz compassiva disse: “Lá está ele deitado, já está morto! Ele esperou muito tempo por você!” Os atores só conseguiram continuar a peça após alguns minutos, e o monstro, deitado de costas, morreu de rir por um bom tempo. © Argrnto / Pikabu
  • Fui ao teatro com uma amiga. Geralmente, vamos com roupas casuais. É difícil e desconfortável usar vestido, ainda mais que sempre vamos de metrô. Dentro do teatro, uma senhora com vestido chique, cabelo arrumado e salto alto falou para nós ouvirmos: “Lá vem a outra assistir Shakespeare de jeans”. E saiu. Ela estava sentada na nossa frente e criticou a produção o tempo todo. Usava, porém, o seu vestido com o lado do decote para trás. Ir ao teatro não é nenhum indicativo de inteligência. © Ponutoro / Pikabu
  • Fui ao teatro hoje à noite. Enquanto estava sentada, o zíper do meu vestido quebrou. Passei o intervalo todo assim, com tudo à mostra. Nem uma única alma me avisou. Esses “intelectuais”... Eles apenas desfrutaram da minha vergonha. © Overheard / VK
  • Entreguei meu casaco na chapelaria do teatro. A senhorinha que era a atendente sorriu para mim e me elogiou. Mais tarde, após a peça, um telefone começou a tocar no bolso do meu casaco. Com uma voz inocente, a senhora disse que tinha esquecido o celular no meu bolso e pediu para buscá-lo. Ela apertou minha mão com tanta força e ficou me olhando. Achei tudo estranho. Então, a mulher recuou, pediu desculpas e me disse chorando que eu era muito parecido com o neto dela. Ela o tinha perdido e sentia muita falta dele, e só queria tomar um chá comigo para ajudá-la a lidar com a perda. Fiquei envergonhado e fomos a um café próximo, onde ela me contou tudo sobre o neto. Concordamos em nos ver todo final de semana. © Câmera № 6 / VK

Com que frequência você vai ao teatro? Já presenciou alguma situação engraçada? Conte para a gente na seção de comentários.

Imagem de capa Overheard / VK
Incrível/Gente/15 Provas de que uma peça de teatro às vezes pode ser mais divertida que o circo
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos