Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15+ Pessoas que, depois de alugar seus imóveis, morreram de preocupação com os inquilinos

A relação entre proprietários e inquilinos pode ser uma fonte infinita de piadas. Aqueles que procuram um cantinho temporário para morar são forçados a vasculhar “toneladas de anúncios” até encontrar algo decente que não custe uma fortuna. Os proprietários, por sua vez, precisam monitorar constantemente seus imóveis. Afinal, muitas vezes, basta eles ficarem um tempo longe para que algo, como um lustre ou até mesmo o piso, “desapareça”.

Nós, do Incrível.club, esperamos sinceramente que os locadores encontrem bons locatários e vice-versa. Porém, não conseguimos esquecer histórias que mostram como alguns inquilinos podem ser estranhos.

  • Uma amiga decidiu alugar seu apartamento. Um casal jovem que esperava um bebê veio visitar o imóvel. Tudo estava de acordo, minha amiga aceitava animais de estimação e crianças, mas o casal disse: “No anúncio está escrito que o apartamento tem tudo que é necessário para morar”. Minha amiga perguntou: “O que há de errado?” O casal respondeu: “Vamos ter um bebé, precisamos de um berço, de um fraldário, de um esterilizador para mamadeiras e de uma cadeira de alimentação de bebê. Podemos comprar nós mesmos, mas vamos mandar as notas para que você deduza esse valor do aluguel”.
    Minha amiga não é daquelas que têm dificuldades de dar uma boa resposta, mas ficou ali parada gaguejando. Ainda bem que a corretora falou: “Pois bem, gostaria de avisar que o conceito de ’tudo o que você precisa para viver’ ainda não contempla as necessidades individuais, sejam elas berços ou mesas de massagem.” © Anastomus / AdMe

  • Antes de eu nascer, meus pais alugavam um quarto do apartamento em que viviam para um estudante. Então, uma noite, o jovem decidiu colocar pregos por todo o quarto para (atenção!) pendurar seus sapatos. Ele foi embora depois de três semanas, mas, como meus pais descobriram mais tarde, deixou um pedaço de queijo em uma das gavetas da cômoda. © 40sleeps / Reddit

  • Aluguei meu apartamento para um casal. Cheguei em casa e, para relaxar, me sentei para tomar um chá. Meus inquilinos me ligaram.
    — Ei, como você apaga a luz da sala?
    — Hmm?!
    — Bem, não encontramos o interruptor. Pensamos que, talvez, ele seja acionado por palmas; a gente se senta aqui, bate palmas e ele desliga. Mas já faz cerca de 20 minutos que batemos palmas em diferentes partes da sala e nada acontece.
    A essa altura, me engasguei com o chá.
    — Há um interruptor na parede ao lado do armário.
    — Não tem nada lá, nós olhamos.
    — Entre o armário e a TV, bem no meio da parede.
    — Você acha que somos idiotas? Não há nada lá!
    — Não-o-o-o. Ele estava lá até a hora do almoço, e eu, realmente, não sei “aonde ele pode ter ido”.
    — Ele não está lá!
    — Tudo bem, vou lá apagar a luz para vocês. Mas se houver um interruptor entre o armário e a TV, vocês vão ter de me pagar 10 dólares.
    Silêncio por 10 segundos.
    — Oh, nós encontramos o interruptor. Desculpe. É que tinha uma cadeira na frente dele, não percebemos, tchau, até mais.
    Fiquei imaginando a cena: ele e ela, “Querido, apague a luz!” E ele dando voltas pelo apartamento batendo palmas... “uma salva de palmas”, por assim dizer. Acontece. © CrazySquirrel19 / Pikabu

  • Estou alugando meu apartamento. Uma vez, chegou um cara com cerca de 20 anos. O apartamento tem dois quartos, é muito aconchegante e tem de tudo para proporcionar uma vida tranquila. Entramos no corredor e ele perguntou: “Ei, não tem uma calçadeira para sapatos?” Eu disse não e ele respondeu: “Então esse apartamento não combina comigo”. E saiu. © Podslushano / Ideer

  • Tenho um apartamento de um quarto que costumo alugar por temporada ou para finais de semana. Por vários anos, tenho convivido com todo tipo de pessoa... algumas fáceis de lidar, outras nem tanto. Vou descrever algumas delas. Teve um rapaz de 25 anos que alugou por uma semana, supostamente para passar um feriado. Ele quebrou a janela e arrancou o armário da cozinha. Tentou fixar de volta, mas não conseguiu e acabou quebrando ele todo — embora tenha sido comprado dois meses antes de sua chegada. Também queimou a cortina. Teve também um casal que alugou por um mês. Arrancaram o cabide do banheiro e, ao tentar pendurar um novo, quebraram os ladrilhos e furaram um cano.
    Depois, duas meninas alugaram por duas semanas. Elas rasgaram a capa do edredom e o lençol da cama e quebraram a cabeceira. Não sei como conseguiram. Finalmente, teve uma moça de cerca de 30 anos que resolveu lavar um travesseiro de penas na máquina de lavar. Como resultado, o travesseiro rasgou, espalhou pena por toda a máquina e queimou a bomba. © al56.81 / Pikabu

  • A moça que alugava meu apartamento certa vez jogou uma fralda no vaso sanitário e, claro, ele entupiu. Então, ela me ligou e pediu que eu resolvesse o problema. Perguntei a ela como uma fralda foi parar lá, se ela nem tinha filhos! E a resposta me surpreendeu. Ela disse: “Olha, sou assim mesmo, adoro prejudicar as pessoas.” © Billbapoet / Reddit

  • Meu marido e eu colocamos nosso apartamento para alugar. Lembro-me especialmente de uma mãe com um filho adolescente. Quando ela viu minha filha de 5 anos, passou a convidá-la persistentemente para brincar com seu filho. Ele tem aproximadamente 15 anos, está falando sério?! E ela disse: “Enquanto a gente morar no seu apartamento, nossos filhos vão ser amigos. Então, quando se casarem, você vai dar um apartamento para eles”. Depois eu que sou a louca. © Anna Tiedt / AdMe

  • Os inquilinos do meu vizinho (um casal jovem e aparentemente decente) tiraram tudo do apartamento, até o piso. Nenhum dos vizinhos viu ou ouviu nada. Nem mesmo eu, que fico o tempo todo em casa com meu filho pequeno, percebi. Inquilinos evidentemente experientes. © Natalia Natalia / Facebook

  • Tive uma inquilina com filhos. Ela sempre cozinhava umas coisas esquisitas. Por isso, o apartamento começou a cheirar muito mal. Deus, ainda me lembro daquele cheiro. Mas o que mais me espantou foi que ela despejou amaciante de roupas diretamente no ar condicionado (através das aberturas) para “deixar a casa cheirando melhor”. Senhora, essa é uma ideia muito esdrúxula. © SnooBunnies8381 / Reddit

  • Um cliente que é proprietário de uma casa me contou a seguinte história: ele alugava o imóvel para dois trabalhadores e, por cerca de um ano, transcorreu tudo bem. Em dezembro, os inquilinos avisaram que iam se mudar e, como a casa ficava longe da cidade, o proprietário simplesmente pediu que entregassem as chaves para o síndico do condomínio. Ontem, o síndico ligou para ele e falou sobre uma dívida de energia elétrica de 2 mil rublos. O cara ficou chocado, afinal não tinha mais ninguém morando na casa. Acontece, que esses locatários não foram embora; continuaram morando, mas sem pagar. Meu cliente, o proprietário do imóvel, sem avisar, apareceu quando eles não estavam em casa e se apropriou de todas as ferramentas de trabalho desses inquilinos. E, então, a confusão começou: os locatários, quando voltaram à casa, chamaram a polícia e o acusaram de ter roubado suas ferramentas e mais 9 mil rublos em dinheiro. © Chagob / Pikabu

  • Uma amiga alugava seu apartamento. Um ano depois, quando os vizinhos começaram a reclamar, ela foi até lá para verificar o que estava ocorrendo. Acontece que havia colchões por todo o apartamento e 20 pessoas morando ali. Em toda parte, havia uma bagunça terrível. Mas o mais “legal” é que, no meio da cozinha, os locatários faziam uma fogueira para cozinhar. E, naturalmente, tudo estava extremamente coberto de fuligem. Como se tivesse ocorrido um incêndio. © Yelena Kuscu / Facebook

  • Meus pais colocaram para alugar um apartamento, que comportava, no máximo, duas pessoas. Então, de alguma forma os inquilinos conseguiram colocar 10 pessoas lá! Eles faziam um barulho selvagem todas as noites, ignorando todas as reclamações. Um deles constantemente roubava as roupas lavadas do vizinho que ficavam no varal. Uma semana depois, foram expulsos. © joe_nard_vee / Reddit

  • Ontem, uma conhecida da minha esposa veio nos visitar — ela mora em uma cidade vizinha. A mulher queria visitar seus inquilinos e cobrar alguns aluguéis atrasados. Os locatários não atenderam ao telefone o dia todo e ela resolveu entrar no apartamento... A porta do banheiro estava quebrada, todos os móveis estavam arrebentados e não havia mais eletrodomésticos. Os inquilinos se foram. Tudo poderia ficar bem, mas ela não tinha feito contrato de aluguel e (atenção!), por acordo, o aluguel deveria ser pago no final do mês em que o imóvel foi usado. Ou seja, se tratava de um pós-pagamento. Se eu contar que ainda existem proprietários tão ingênuos, ninguém vai acreditar. © axper4ik / Pikabu

  • Tenho um apartamento que ponho para alugar por temporada, então já posso escrever um bom filme de terror. O episódio mais terrível foi quando fizeram churrasco no fogão a gás. Tiraram a grelha, as tampas dos queimadores, acenderam o fogo ao máximo e fizeram a carne como se estivessem em uma fogueira. Você pode imaginar o que aconteceu com o fogão? © Aleksandra Miyamoto / Facebook

  • Meus pais alugaram seu apartamento para inquilinos indicados por amigos. Ao final da locação fiquei simplesmente pasma. Não restava mais nada na cozinha, nem mesmo a pia. Sobrou apenas um fogão a gás solitário, que ficou em um estado terrível. Os locatários retiraram tudo o que poderia ser retirado, incluindo os lustres. © Irina Svirski / Facebook

  • Cheguei ao apartamento e descobri que o inquilino pintou o corredor de azul-escuro e o chão de vermelho-brilhante. Bem, no dia primeiro de abril, pela manhã, ele me ligou avisando que o apartamento havia pegado fogo. Mas isso era apenas uma pegadinha de primeiro de abril. © Regina Turova / Facebook

  • Nos últimos cinco anos, tenho colocado para alugar um apartamento que recebi de herança. Confesso que perdi a fé e a confiança nas pessoas. Aqui está um dos motivos: uma vizinha amiga me ligou e perguntou se eu havia autorizado o inquilino a retirar objetos do meu apartamento. Eu disse que não. Pedi que anotasse a placa do carro e fui com meu marido ao apartamento. Felizmente, chegamos a tempo: os inquilinos não conseguiram roubar a máquina de lavar. Perguntei a eles por que fizeram aquilo. A resposta foi: “Bem, você é do tipo que pode comprar, tem até um apartamento extra para alugar”. Fizemos um boletim de ocorrência.
    Outro caso: era fim de tarde e a inquilina ligou, dizendo: “Deposite para mim apenas 900 reais, já comprei o papel de parede”. Respondi que ela não poderia fazer reparos sem minha aprovação e que deveria devolver o papel de parede. Então, ela retrucou: já comprei tudo e a senhora só precisa me reembolsar. Olhei para os papéis de parede: eles definitivamente não poderiam ser chamados de bonitos. Então, insisti para que ela os devolvesse. © Podslushano / Ideer

  • Aluguei um quarto para uma família. O marido era um cara bem difícil de lidar e, no final, pedi que eles devolvessem o imóvel. Então, a esposa e o filho encontraram um novo lar e disseram que estavam deixando o marido comigo! Tipo, “pode fazer com ele o que quiser”. Fiquei pasma: ele não iria sair de lá tão facilmente! Tive de contatar meus parentes para que pudessem ajudar no despejo. © Ianna Staroselskaia / Facebook

E você já teve alguma história de aluguel inesquecível, seja como proprietário ou como inquilino? Como foi?

Imagem de capa Billbapoet / Reddit
Compartilhar este artigo