Incrível
Incrível

14 Provas de que andar de transporte público pode ser uma aventura e tanto

Quase todo mundo já usou ônibus e metrô pelo menos uma vez na vida, até porque é bem econômico e conveniente. Mas o transporte público tem suas próprias peculiaridades: você nunca sabe o que pode acontecer e quem pode encontrar ao longo do caminho. Por exemplo, esbarrar com uma artista que atuou no seu filme favorito, ou com um desconhecido que lhe apresentará a literatura clássica de forma tão artística que os atores profissionais ficariam enciumados.

Nós, do Incrível.club, sabemos bem que as viagens de ônibus e metrô podem ser uma aventura, por isso não podíamos deixar de compartilhar com você estes relatos tão próximos do nosso dia a dia. Confira!

  • A pessoa mais despreocupada que já conheci em minha vida foi uma que estava sentada na minha frente no ônibus. A mulher ao lado dela exclamou: “Garota, tem uma barata no seu cabelo!” E ela simples balançou a cabeça e seguiu como se nada tivesse acontecido. © Overheard / Ideer
  • Uma garota no trem tinha um rabo preso à calça: aparentemente, ela se considera um furry (Furry é uma subcultura em que as pessoas se interessam por animais antropomórficos, podendo se vestir com fantasias e adotar alguns dos hábitos dos animais. — Nota Incrível.club). Um senhorzinho simpático achou que ela estava com um cachecol preso na calça e tentou alertá-la. A garota começou a falar sobre como furries são importantes e que ele estava sendo cruel com ela. Após 10 minutos ela saiu do vagão, mas a essa altura estava todo mundo rindo porque ela começou a latir. © IrnBruDependant / Reddit
  • Estava indo ver Jornada nas Estrelas: Primeiro Contato e, claro, estava usando o uniforme completo da Frota Estelar. E quem encontrei no ônibus? Whoopi Goldberg! Conheci a Guinan usando o uniforme completo (Guinan é o nome da personagem interpretada pela Whoopi Goldberg na franquia Jornada nas Estrelas. — Nota Incrível.club). Ela conversou um pouco, mas não quis me dar um autógrafo. Tudo bem. © Alexandre Strube / Quora
  • Era início de junho e minha amiga e eu estávamos pegando o ônibus da universidade para casa. Estava reclamando que meu dia tinha sido terrível — quebrei meu celular, caí nas escadas, perdi meu anel — e em seguida disse: “O dia não poderia ficar pior!” E então um homem vira para mim, sorri e diz: “Boa noite, Julia. Amanhã é sua prova, se prepare e não esqueça de colocar o despertador! O dia ficou ainda pior, desculpe por lembrá-la”. Era o meu professor. © Câmara № 6 / VK
  • Minha filha tem 3 anos. Peguei-a na escola, entramos no ônibus, mas não tinha assentos vazios. Após uma parada, um assento ficou disponível e nos sentamos. Após mais uma parada entrou uma senhora de uns 80 anos, não tinha assentos livres e os caras nem pensaram em ceder. Então, minha filha disse: “Mamãe, somos jovens, conseguimos ficar de pé”. Ela se levantou e eu a segui. Ela foi e puxou a velhinha para o nosso lugar. Um homem ficou envergonhado e decidiu ceder o lugar para nós. Minha filha com orgulho disse: “É tarde demais para isso”. © Câmara № 6 / VK
  • Estava lendo um livro no trem, em voz alta — mas muito suavemente, quase um sussurro, para que ninguém ouvisse ou se incomodasse. De repente, a mulher sentada na minha frente pediu para que eu lesse mais alto para ouvir também. Eu leio de uma forma extremamente expressiva e com as características de todos os personagens (mudando minha voz para cada um, mantendo o ritmo e a entonação), até mesmo quando estou sozinho. Depois de meia hora, todo o vagão estava me ouvindo — e foi assim pelo resto da viagem. © Câmara № 6 / VK
  • Já era tarde da noite e eu estava em pé no ônibus, presa no trânsito. Tédio! Notei um homem me olhando diretamente nos meus olhos. Como não tinha nada para fazer, comecei a olhar para ele também. Seus olhos brilharam, e ele continuou me olhando. Também não desisti. Ficamos lá, olhando um para o outro ferozmente. Continuou assim até que cheguei na minha parada. Quando saí do ônibus, ouvi alguém falando alegremente: “Você é boa. Espero que possamos jogar novamente algum dia!” © Câmara № 6 / VK
  • Uma menina entrou correndo no trem, pegou a bolsa de maquiagem e começou a se maquiar rapidamente. Todo mundo ficou olhando para ela. Base, sombra, batom. No final, ela passou um pouco de creme nas mãos e olhou ao redor do vagão. O cara que estava de frente para ela perguntou: “Você vai fazer a pedicure também?” © Overheard / Ideer
  • Estava indo de trem a uma viagem de negócios. Peguei a beliche de cima. Um cara começou a puxar assunto e eu disse que ia ler um livro, não gosto de ficar conversando com pessoas estranhas. O cara simplesmente começou a subir no meu beliche. Fiquei indignada e falei em voz alta que ficasse quieto no seu lugar, e também contei ao inspetor do vagão. O cara passou o resto do caminho no estilo “não fui eu, não estou aqui”. © Alyona Alyona / Facebook
  • Nós estávamos ajudando minha sogra a se alocar no vagão do trem com suas coisas. Uma mulher jovem e bonita já estava sentada no compartimento quando chegamos. Cumprimentamos, e então ela começou, sem pausa, não conseguimos sequer abrir a boca: “Quem está indo viajar? Para onde? Que assento? Coloque suas coisas aqui! Casaco aqui! E sente-se aqui por enquanto!”. Meu marido e minha sogra (que aliás, tinha cerca de 85 anos na época) olharam um para o outro e começaram a rir. Ela parou de falar e ficou olhando para nós como se fôssemos tolos. E então — um momento de felicidade aconteceu — uma mulher entrou no compartimento, e acabou que a outra que não parava de falar tinha confundido o lugar. Ela bufou, juntou as coisas e saiu com raiva. © Elena Pokhvalina / Facebook
  • Uma vez, meu marido ficou preso em um banheiro de trem. Ele bateu na porta, mas ninguém pôde ajudá-lo. Tive que ligar para a companhia de trem, mas eles pensaram que era tudo uma brincadeira. E só quando minha sogra ligou para lá e explicou a situação, eles acreditaram. Ele foi solto no último momento. © PennyPickle / Reddit
  • Peguei um ônibus lotado logo de manhã cedo. Me sentei ao lado do motorista. Alguém gritou: “Podemos ir mais rápido? Estou atrasado para o trabalho!”. O motorista colocou um óculos escuro, pôs a música Highway to Hell de AC/DC e acelerou abruptamente. Quando chegou na sua parada, o cara que estava atrasado deu um dinheiro para o motorista e disse: “Amanhã também vou estar atrasado, traga mais músicas legais”. © Câmara № 6 / VK
  • Meu amigo e eu estávamos no metrô depois de um dia longo e cansativo, e uma mulher entrou no vagão e se sentou atrás de nós. Ela tinha um corvo em seu ombro. Um corvo de verdade. Ele ficava indo de um ombro para o outro, até que se sentou em sua cabeça enquanto ela o alimentava com pedacinhos de sabe-se lá o quê que tirava do bolso. © Franklin Veaux / Quora
  • Não foi no trem, mas na estação. Eu estava lá e vi de longe um velhinho passeando com um cachorrinho. Pelo menos eu pensei que era um cachorro, porque estava com coleira. Quando vi mais de perto, notei que o homem tinha amarrado uma coleira em uma batata, colocado-a em um chinelo e apenas estava andando com tudo aquilo pela estação. O mais estranho é que só eu estava olhando para ele. © Trevor Wood / Quora

Já aconteceu alguma situação inusitada com você no transporte público? Conte para a gente na seção de comentários.

Imagem de capa Overheard / Ideer
Incrível/Gente/14 Provas de que andar de transporte público pode ser uma aventura e tanto
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos