Incrível

10 Coisas fascinantes que descobri em minha viagem para Roma

2--4
654

Olá! Meu nome é Carolina, adoro viajar, conhecer novas pessoas e aproveitar da minha estadia em cada novo local. Já compartilhei as experiências da minha viagem para Amsterdã, um lugar lindo para o qual eu gostaria de voltar. No entanto, hoje vou falar sobre Roma, uma cidade em que nunca pensei estar e que me impressionou com seus monumentos, que até então eu só tinha visto em livros de história contemporânea e universal. Quer saber do que eu mais gostei da cidade? Eu conto tudo neste post.

Convido toda a comunidade do Incrível.club a descobrir o que aprendi nos 5 dias que passei na capital da Itália.

1. Facilidade de transporte

Meu plano para chegar a Roma começou em Madrid, onde comprei passagens aéreas baratas, com algumas restrições de peso em bagagens, assentos e comida. Como era uma viagem de 2 horas, imaginei que não precisaria investir tanto dinheiro nisso. Uma vez fora do aeroporto de Roma-Fiumicino, encontrei várias alternativas para chegar à estação Termini (um dos quatro terminais de ônibus da cidade), de onde pude embarcar até o albergue onde me hospedei. O bilhete de ônibus custa aproximadamente 6 euros e tinha serviço Wi-Fi. O mais incrível é que, quando começamos a percorrer o caminho, comecei a ver obras tão impressionantes quanto o Coliseu.

2. Quis provar toda a gastronomia italiana

É impossível resistir à grande variedade gastronômica do lugar, e embora muitos dos pratos possam ser encontrados em qualquer cidade, o sabor de uma pizza ou uma lasanha na Itália é completamente diferente. Ninguém, mesmo estando de dieta, pode resistir às delícias italianas, e, nesses 5 dias, meu cardápio foi composto de pizza, macarrão, lasanha e pizza de novo. Eu não me arrependo e também não fiquei mal por isso. No entanto, devo dizer que o meu favorito foi o calzone, uma espécie de pizza fechada com queijo, carne e molho.

3. Igrejas e fontes em toda a cidade

Algumas das coisas que vi repetidamente na cidade foram as fontes e igrejas. Em Roma existem 280 fontes (50 delas reconhecidas como monumentos) e pelo menos 900 igrejas. As fontes, por exemplo, são usadas pelos turistas para encher suas garrafas com água potável. Além disso, outros supersticiosos aproveitam a oportunidade para jogar uma moeda e fazer um pedido, como o desejo de algo que lhe “ajude” a retornar ao lugar — pelo menos foi o que fiz na Fontana di Trevi.

4. Há muitos artistas nas ruas, que alegram o dia

As ruas de Roma estão repletas de artistas. Pessoalmente, fiquei surpresa com esse cartunista de origem chinesa, que pegou meu nome em espanhol e começou a projetar figuras e símbolos chineses em um pedaço de uma caixa de papelão. O preço do seu trabalho artesanal era de 1 euro. A experiência foi mais que maravilhosa.

5. Percorrer museus cheios de História

Algo que aprecio fazer durante minhas viagens é ir a museus. Não todos, mas aqueles com obras de um artista que me interessa. Por exemplo, quando estive em Amsterdã, tive o privilégio de visitar o museu Vincent van Gogh e, em Roma, pude visitar o de Leonardo Da Vinci, um dos homens mais importantes da Renascença — filósofo, pintor, arquiteto e muito mais. Sem dúvida, você precisa ir a esse lugar para conhecer todas as invenções e a maioria das obras de arte desse gênio.

6. Cores e variedade

Outra das imagens maravilhosas da viagem, que tirei em “Il Capriccio”: barracas de frutas que podem ser encontradas por toda a cidade. No entanto, eles vendem mais do que isso: também têm água, bebidas, doces e até mesmo o jornal do dia.

7. Doces deliciosos

Este é um cannoli, ou um tubinho recheado com creme de ricota. Seu sabor único e irresistível é aprofundado com um delicioso café italiano. Esta sobremesa é originária da Sicília, e é normal encontrá-la nas padarias da cidade. Eu, que sou fã de doces, devo dizer que é o melhor que já provei. Ele é tão importante para a cultura italiana que apareceu em O Poderoso Chefão Família Soprano.

8. Contemplar uma vista aérea maravilhosa da cidade

Além do Coliseu, o “monumento nacional a Victor Emmanuel II” é uma grande pedida se você é apaixonado por arquitetura e história. É um lugar impressionante devido ao seu tamanho e sua estrutura de mármore. Além disso, no local há um terraço panorâmico, de onde pode se ver quase toda a cidade.

9. Você não pode ir embora sem provar os sorvetes

Sorvete é outra sobremesa que eu não podia deixar de experimentar na Itália. Em Roma, vi diferentes gelaterias (sorveterias): algumas se dedicavam exclusivamente à venda de sorvetes, e outras também funcionavam como cafeterias, proporcionando uma maior variedade. Nas vezes em que comprei sorvete, tive a opção de pedir 1, 2 e até 3 sabores, a um preço muito bom.

10. Os gatos estão por toda parte

Os felinos são parte do patrimônio biocultural de Roma, e eu pude vê-los em toda parte. Se você é um amante desses animais de estimação, recomendo que vá ao santuário de gatos ou ao Largo
Di Torre Argentina, uma das ruínas romanas no centro da cidade. O santuário faz um ótimo trabalho, pois além de cuidar de animais feridos e abandonados, recebe doações e permite adoções presenciais ou à distância.

E você? Tem alguma historia de uma viagem? Conte para a gente nos comentários!

Imagem de capa gattidiroma.net
2--4
654