Incrível
Incrível

Vamos relembrar a vida de James Caan, um ator que se casou 4 vezes e que deixou uma lição importante sobre a paternidade

James Caan, o eterno Sonny Corleone de O Poderoso Chefão, foi um ator brilhante que fez muito sucesso tanto no cinema quanto na televisão. James trabalhou durante 61 anos, foi indicado ao Oscar, a quatro Globos de Ouro e ao Emmy e em 1978 teve seu nome registrado na Calçada da Fama, em Hollywood.

Nós, do Incrível.club, ficamos muito tristes com o falecimento dessa lenda do cinema e por isso decidimos homenageá-lo contando um pouco sobre sua trajetória e sobre os ensinamentos que deixou aos fãs e à família.

Uma carreira que durou mais de seis décadas

Da mesma forma que muitos atores de sua geração, James Caan começou a carreira na televisão, mais precisamente em um episódio de Naked City, em 1961. Mais ou menos três anos depois, ele conquistou seu primeiro papel importante no filme A Dama Enjaulada, ao lado de outra lenda do cinema, Olivia de Havilland.

A partir desse momento o ator passou a aceitar apenas papéis no cinema, recusando ofertas na TV: “Eu quero ser um ator, não um milionário”. No entanto, em 1971 ele recebeu uma proposta — ele já a havia recusado quatro vezes — para interpretar o jogador de futebol americano Brian Piccolo no filme Glória e Derrota, feito para a televisão. Após ler o roteiro, James decidiu aceitar a oferta, o que parece ter sido a decisão certa, afinal de contas o filme acabou sendo um grande sucesso de crítica e ele foi indicado ao Emmy.

No ano seguinte, a grande oportunidade apareceu na vida do ator: ele conseguiu o papel de Sonny Corleone no grande sucesso O Poderoso Chefão, papel pelo qual seria lembrado por toda sua vida. Por sua brilhante atuação ele recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, o que abriu dez vez as portas para outros projetos em sua já sólida carreira.

Contudo, a carreira de James não foi brilhante do começo ao fim. Vários projetos em que participou acabaram falhando e receberam críticas ruins tanto por parte do público como de especialistas em cinema. No entanto, James nunca desistiu e sempre procurou retomar o sucesso por meio de outras brilhantes interpretações, o que podemos ver em filmes como Profissão: Ladrão, Meu Adorável FantasmaJardins de Pedra.

Ao longo de sua carreira, James trabalhou em mais de cem filmes e programas de televisão, mas apesar dos ótimos papéis e das muitas indicações, ele quase nunca saiu vencedor das premiações.

James se casou quatro vezes

Assim como a carreira, a vida amorosa de James teve muitos altos e baixos. Ele se casou pela primeira vez em 1961, quando tinha apenas 21 anos. Foi com a atriz Dee Jay Mathis, com quem teve uma filha chamada Tara. Dois anos após o nascimento da filha, o casal decidiu se divorciar.

Aproximadamente dez anos depois, ele decidiu dar uma segunda oportunidade ao amor e se casou com Sheila Marie Ryan. Muito embora o casamento tenha durado pouco tempo — eles se divorciaram um ano após o casamento -, a relação deu ao casal um filho: Scott Caan.

Mais ou menos 13 anos após se divorciar de Sheila, o ator se casou com Ingrid Hajek. O filho do casal, Alexander James Caan, nasceu em 1991, mas os dois decidiram se divorciar após 4 anos de relacionamento.

Kristin Callahan/Everett Collection/East News

Um ano depois, James se casou com Linda Stokes, com quem teve dois filhos, James Arthur Caan e Jacob Nicholas Caan. casamento com Linda foi o mais longo de todos e durou mais de 20 anos; no entanto, por conta de algumas diferenças, os dois acabaram se divorciando em 2017.

O ator disse que foi importante aprender com os erros dos pais na hora de lidar com os próprios filhos

CHRIS DELMAS/AFP/East News

Durante toda sua vida James lutou pelo afeto e pela aprovação de seu pai. Infelizmente, isso nunca aconteceu, e é por isso que ele jurou que jamais cometeria o mesmo erro com seus filhos. James acha importante que as novas gerações não carreguem aspectos negativos dos pais, e ele afirma que a masculinidade tóxica é algo que deve ficar no passado.

Em uma entrevista, o ator falou abertamente sobre a importância de ser um pai amoroso e sensível. “Eu nunca vi meu pai chorar. Meu filho me viu chorar. Como meu pai nunca me disse que me amava, sempre que podia dizia ao meu que o amava. O importante é eu cometer menos erros que meu pai, assim como espero que meus filhos cometam menos erros do que eu, e seus filhos menos erros que seus pais”.

James tinha um vínculo muito forte com seu filho Scott

Como você pôde ver, James enfrentou algumas dificuldades em sua vida: quatro divórcios, “esgotamento de Hollywood” e depressão após perder a irmã, que teve leucemia. Tudo isso influenciou a relação com Scott, seu filho; no entanto, eles sempre encontraram alternativas para fortalecer o vínculo entre pai e filho. Scott é solidário com o pai e não guarda nenhum ressentimento em relação a ele, principalmente porque James foi um pai presente. “Ele cometeu erros que afetaram a ele e a mim, mas sempre esteve ao meu lado”.

CHRIS DELMAS/AFP/East News

James amava atuar, mas sua família foi sempre sua prioridade

Mary Evans/Allstar/Graham Whitby Boot./East News

“Não importa o quão longe você consegue chegar nessa indústria, é inevitável que algumas coisas saiam do controle. As pessoas que apostam tudo em apenas uma oportunidade acabam se machucando muito. O melhor conselho que dou aos jovens atores tem relação com as minhas escolhas: a minha principal prioridade sempre foi a minha família e os meus amigos.”

O ator compartilhou um pouco de sua sabedoria

CHRIS DELMAS/AFP/East News
  • Há uma grande diferença entre querer trabalhar e precisar trabalhar, e eu tive de aprender isso da maneira mais difícil. Hoje, o dinheiro é muito importante para mim porque eu não tenho.
  • Você precisa tomar cuidado quando deixa alguém ganhar de você.
  • Você é o único que fecha os seus olhos na hora de dormir. Ninguém mais pode fazer isso por você.
  • Muitos homens em Hollywood dão tapinhas fortes demais nas suas costas.
  • Estar presente todos os dias não é suficiente. Muitas pessoas aparecem todos os dias, mas jamais deveriam estar lá.
  • As pessoas se perguntam por que diretores de primeira viagem podem fazer um filme brilhante e fracassar no segundo. É porque na primeira vez eles estão um pouco apavorados e ouvem todos os especialistas que estão ao seu lado.

O que você achou da vida e dos ensinamentos de James Caan? E qual é o seu filme preferido do ator? Não deixe de contar nos comentários.

Imagem de capa CHRIS DELMAS/AFP/East News, Denise Truscello / WireImage / Getty Images
Incrível/Gente/Vamos relembrar a vida de James Caan, um ator que se casou 4 vezes e que deixou uma lição importante sobre a paternidade
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos