Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

7 Regras ultrapassadas de etiqueta que continuamos seguindo até hoje

A antiga composição literária egípcia “Instruções de Kagemni” é considerada uma das primeiras obras dedicadas à etiqueta. Ela foi escrita 2.000 anos a.C. na forma de recomendações das gerações mais velhas para as mais novas sobre como se comportar adequadamente na sociedade. No entanto, as regras de etiqueta são dinâmicas e estão em constante mudança; assim o que era norma há 10 anos pode já ser um comportamento ultrapassado e fora de moda hoje em dia.

Incrível.club decidiu conhecer a fundo as regras de etiqueta modernas, para assim entender quais delas são, de fato, válidas, e quais deveriam permanecer no passado. Acompanhe!

Não apertar as mãos de uma mulher

Não muito tempo atrás, as regras de etiqueta profissional proibiam um homem de ser o primeiro a estender a mão para cumprimentar uma mulher. No entanto, as regras modernas indicam que qualquer uma das partes pode estender a mão primeiro, independente do sexo. Fora isso, hoje em dia a mulher deve se levantar sempre que alguém lhe é apresentado, enquanto que há alguns anos a regra permitia que ela permanecesse sentada.

Manter rigorosamente o tom formal em correspondências profissionais

Algumas décadas atrás, as regras de correspondência profissional obrigavam as pessoas a começar os textos com frases como por exemplo “Prezado (nome do destinatário)”. No entanto, hoje em dia a correspondência pode ter um tom um pouco menos oficial. Por exemplo, um estudo demonstrou que os e-mails que começavam com a palavra “Olá” eram respondidos muito mais rápido do que aqueles que começavam com a saudação mais formal. Contudo, uma coisa permanece imutável: erros gramaticais e de estilo são inaceitáveis.

O homem deve andar à esquerda da mulher

Essa é, provavelmente, uma das normas mais antigas de etiqueta que chegou aos nossos dias, existindo desde a época dos cavaleiros medievais. O fato é que esses cavaleiros de antigamente eram obrigados a andar à esquerda das mulheres para assim não correr o risco de feri-las com suas espadas, que ficavam presas no lado esquerdo da armadura. E como os homens modernos já não carregam mais esse armamento, não há mais necessidade da regra para ditar o lugar que cada um deve ocupar.

Uma mulher não deve segurar a porta para um homem

Essa regra, que funcionou durante muito tempo, dizia que caso um homem e uma mulher chegassem a uma porta ao mesmo tempo, o cavalheiro deveria abri-la e deixar que a dama passasse primeiro. Hoje em dia, cabe à primeira pessoa que chegar à porta abri-la e atravessá-la, independente do sexo. Além disso, tanto homens quanto mulheres podem segurar a porta para a pessoa que vem atrás, como um sinal de cortesia.

Não apoiar os cotovelos sobre a mesa

Essa norma, em geral, não é bem compreendida. Poucas pessoas sabem que a regra de não apoiar os cotovelos sobre a mesa, que todos nós aprendemos desde criança, se refere, na verdade, apenas às pessoas que estão comendo. Ou seja, se você já terminou de comer e apenas está sentado e conversando, tem o total direito de apoiar seus cotovelos na mesa. No entanto, ainda existe um porém — você deve se certificar de que não vai atrapalhar ninguém e que não vai invadir o espaço pessoal de outra pessoa.

O homem deve retirar seu chapéu (ou boné) ao entrar em um ambiente fechado

Se antigamente essa regra era muito rígida e os homens deveriam tirar seus chapéus — bonés ou gorros — de qualquer forma, hoje em dia ela ficou um pouco mais branda. Por exemplo, você pode permanecer de chapéu, touca ou até de boné em um elevador, em eventos esportivos, em prédios públicos (como, por exemplo, nos correios) e no transporte público. A propósito, existem situações em que até as mulheres devem retirar seus adereços da cabeça, mesmo que sejam bastante elegantes, pois podem atrapalhar a visão de outras pessoas em cinemas ou estádios, por exemplo. E, claro, o mesmo vale para escritórios.

Tomar bebida alcoólica após fazer um brinde

Você não é obrigado a tomar uma bebida alcoólica depois de alguém anunciar um brinde. Já é suficiente que levante sua taça ou copo, independente do conteúdo, e participe. Fora isso, caso você não tenha nada nas mãos, pode simplesmente fazer um gesto como se estivesse segurando e levantando a taça. Essa regra funciona até para quando o brinde é feito em sua homenagem.

Na sua opinião, que regras de etiqueta deveriam ser esquecidas e ficar no passado? Conte para a gente na seção de comentários.

Imagem de capa Depositphotos
Ilustrador Sergey Raskovalov exclusivo para Incrível.club