Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

6 Fotos de amazonas reais que botavam os inimigos pra correr

----
11k

Histórias protagonizadas por amazonas (ou super heroínas inspiradas nelas) não param de agitar a mente dos diretores de cinema de Hollywood - as amazonas, segundo a mitologia grega, eram guerreiras. Mas, graças aos diretores de Hollywood, jovens de todo o mundo podem sonhar com Xena, Mulher-Gato, Red Sonja e até com a Viúva Negra, apesar do nome assustador. Agora a super-heroína do momento é a Mulher Maravilha. A atriz que a interpretou na nova versão para os cinemas é Gal Gadot, realmente encantadora. Mas será que ela reflete as amazonas de verdade?

O Incrível.club reuniu fotos de mulheres cuja fama de coragem e força não foram registradas em gibis, e sim nos anais da história.

1. Na nossa imaginação, as heroínas são assim

A super-heroína de Gal Gadot, guerreira de Diana, é uma personagem de antigas lendas. Ela apareceu pela primeira vez nas páginas de comics no ano de 1941. Desde então, é assim que qualquer fã de cinemas e desenhos animados de super-heróis imagina uma amazona.

2. Esta é uma amazona de verdade

Na realidade, esta esta a aparência das reais amazonas. Não é a toa que todos os heróis gregos, de Hércules a Teseu, deviam obrigatoriamente lutar ao lado de uma poderosa amazona para demonstrar sua valentia.

3. Temidas até pelo seu próprio povo

As guerreiras viviam no reino de Daomé, África Ocidental, ao sul do Saara. Elas faziam parte da guarda pessoal do rei e eram nomeadas pelas esposas deste. E nem mesmo os governantes se atreviam a tocar numa dessas mulheres, de tanto medo que sentiam. Elas eram realmente intimidantes.

4. Um terço do exército de Daomé era composto por amazonas

Elas não eram personagens míticos, e sim pessoas reais que tinham demonstrado força nos combates contra as tropas coloniais da França, no fim do século 19. Segundo os cálculos de especialistas, havia 6 mil mulheres nas tropas de Daomé. O que equivalia a um terço de todo o exército do país.

5. Elas sabiam tanto manejar uma espada quanto cuidar de um bebê

Assim como as amazonas míticas, as guerreiras de Daomé formavam um exército bem treinado, pronto para lutar, marchar e realizar operações de combate. Muitas se juntavam voluntariamente, trocando a rotina de dona de casa pela de uma guerreira.

6. Era melhor não cruzar o caminho de uma mulher com uma lança

A mais famosa amazona do Daomé era Seh-Dong-Hong-Beh. Ela foi uma líder militar conhecida por não ter piedade de seus inimigos. Em uma ocasião, liderando um destacamento que possuía apenas arcos e lanças, ela tomou a fortaleza de Abeokuta, cujos defensores estavam armados com canhões e mosquetes.

Neste retrato, feito quando Seh-Dong-Hong-Beh era viva, ela aparece segurando a cabeça de um inimigo derrotado.

7. As mulheres guerreiras não eram pouco comuns

Recentemente, uma amostra de DNA foi extraído do esqueleto de um nobre guerreiro viking, desenterrado em 1880 na região de Birka, Suécia. Era uma mulher. E você, como imaginava as amazonas da vida real? Deixe seu comentário.

----
11k