Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

14 Relatos de pais orgulhosos de seus filhos bem-educados

Nós acreditamos que sempre há um motivo para elogiar as crianças, mesmo as mais desobedientes e travessas, e os pais que dão apoio aos seus filhos com frequência criam indivíduos confiantes.

Nós da equipe do Incrível.club gostamos de histórias de pais e mães que têm orgulho do comportamento de seus pequenos e compartilham nas redes sociais os frutos do seu esforço e da sua dedicação. Hoje, compartilhamos os mais inspiradores com você. Confira!

1.

Minha sogra disse ao meu filho de 4 anos que a voz dele parecia feminina. Eu já estava pronta para defendê-lo, mas a minha filha de 6 anos deu um pulo e disse: “Desculpe, vó, mas a voz do meu irmão é normal! Ele tem apenas 4 anos, e o que você acabou de dizer é maldade!” Essa é minha menina! © Unknown / Reddit

2.

Minha filha tinha 5 anos quando o pai dela (no caso, meu marido) estava trabalhando fora por um contrato de um ano. Um dia, caí, machuquei o joelho e passei por uma cirurgia. Logo depois, deveria ocorrer uma reunião de pais e professores na sala de aula que fica no segundo andar da escola da minha filha. Então, ela pediu à sua professora que não me enviasse o convite para a reunião, já que o caminho até lá seria doloroso para mim.

Ela também propôs uma alternativa, que era escrever um relatório sobre o que foi conversado na reunião no formato de uma carta. Ou seja, a pequena analisou a situação e encontrou uma solução, em vez de reclamar do problema. Ela é bem madura para sua idade! © Visalakshi / Quora

3.

“A Cidade dos Cogumelos.
Era uma vez um cogumelo chamado Timóteo. Chegou o outono, a época mais assustadora do ano. A árvore era a casa dos cogumelos, e os buracos no tronco, suas janelas. As pessoas colhiam os cogumelos e os colocavam nas cestas. As folhas ficavam amarelas e caíam. Os coelhos e esquilos trocavam de pelo. Os cogumelos tinham televisores. Nos noticiários passavam informações sobre cogumelos levados pelas pessoas. O número de cogumelos vivos diminuía a cada dia, eles preferiam ficar em casa. Já o Timóteo brincava, comia e fazia várias outras coisas. Sua casa era bem escondida, e ele sobreviveu até o inverno.”

Quando o meu filho estudava no segundo ano da escola, um dos deveres de casa era escrever uma redação sobre a floresta no outono em, no máximo, cinco frases. Na foto acima está sua obra-prima que ele me mostrou para eu conferir. Em um primeiro momento, queria riscar a metade do texto e deixar apenas a parte que descrevia a floresta e os cogumelos... Mas, ao mesmo tempo, fiquei impressionada com sua primeira tentativa de escrever um conto pequeno. Sua professora e seus colegas também ficaram encantados com a história, e ele ganhou nota 10. Contamos sobre o nosso pequeno gênio para todos. Depois de duas semanas, surgiu o capítulo O Primeiro Inverno de Timóteo. Em seguida, a história dos Três Porquinhos se transformou em uma emocionante Viagem ao Reino Vizinho, e uma redação sobre a Lua deu origem ao conto A Grande Aventura. A turma dele esperava ansiosamente por cada história.

Então decidi adicionar um pouco de cores às fábulas e reuni-las em um livro. Para isso, encontrei um ilustrador de livros infantis que deu forma ao protagonista Timóteo e, por último, escrevi e liguei para editoras, em busca de alguém que respondesse às minhas perguntas bobas e atendesse o meu pequeno pedido. A obra-prima foi registrada e obteve um ISBN (“Número Internacional Padrão do Livro”)! Distribuímos quase todos os livros da edição para os nossos amigos, familiares e professores. Tivemos uma experiência interessante e paramos de comer shimejis. © Nikki2035 / Pikabu

4.

Minha esposa e eu estamos tentando criar um filho inteligente, gentil e forte. Há um ano, minha esposa contratou uma professora de inglês para ele, e eu o matriculei nas aulas de taekwondo: eles têm treinado diferentes tipos de base, golpes e têm feito movimentação de sombra (luta sem contato). Um dia, meu filho voltou da escola (estudava no primeiro ano) e disse:

— O Pedro fica me empurrando e me batendo o tempo todo.

— Então, revide. Você já sabe como!

— Não posso, tenho um bom coração.

Mas um tempo depois, ele não aguentou e deu uma baita mordida no Pedro. É claro que não era isso que ele tinha aprendido nas aulas de taekwondo, mas aconteceu. A mãe do Pedro reclamou do comportamento do nosso filho em uma reunião com a professora dos meninos. Vale mencionar que, quando tínhamos reclamado de que o Pedro batia no nosso filho, ela acabou dizendo que estava tudo bem e eles resolveriam seus problemas entre si. Bem, parece que deu certo: o Pedro parou com suas provocações. © Radrigosen / Pikabu

5.

Ontem, recebi uma ligação dizendo que o meu filho de 13 anos, um garoto educado e gentil, havia violado uma das regras escolares. Por causa disso, ele não teria mais permissão de fazer o acampamento escolar, que tanto esperava. Depois de uma longa conversa, nosso garoto se deu conta de que havia feito uma coisa errada que poderia ter ofendido outros alunos. Não era um ato malicioso, e ele não tinha ideia de que estava quebrando o regulamento escolar.

Hoje de manhã, ele foi para a escola com um grande sorriso no rosto e duas sinceras cartas de desculpas. Enquanto os outros estiverem acampando, ele vai passar uma semana estudando na escola. O garoto aceitou sua punição como justa e a trata com compreensão e atitude positiva. Todos erramos de vez em quando. Meu filho percebeu seu erro, aceitou as consequências e continuou vivendo positivamente. Tenho muito orgulho dele! © J L Van Dijk / Quora

6.

Certa vez, enquanto o meu filho de 2 anos estava sentado na cadeira de alimentação, minha esposa e eu, instrutores de combate medieval, estávamos imitando uma luta. De repente, ele gritou: “Ei! Não bata na mamãe. Está bem, papai?” Minha esposa e eu demos risada, mas depois percebi que o pequeno estava falando sério. Ele tentou se levantar e repetiu ameaçadoramente: “Está bem, papai?” Tive de concordar (e manter a seriedade) para acalmá-lo.

Ele mal podia caminhar, mas teve coragem de enfrentar um adulto de 1,90 m de altura e de uns 100 kg para proteger sua mãe. Eu não poderia estar mais orgulhoso! © Steve Taylor / Quora

7.

Tenho duas filhas e um filho. O nosso filho nasceu um ano depois da nossa filha mais velha e não recebia atenção suficiente, porque a minha esposa e eu trabalhávamos muito e voltávamos exaustos para casa. Ele estudava bem, tirava boas notas tanto na escola como na universidade, se formou na faculdade de Direito e virou sócio de um escritório de advocacia.

Ele sempre foi apaixonado por História. Começando sua carreira em Londres, nosso garoto se candidatou para ser um guia voluntário no Museu Britânico. A maioria dos visitantes nem imagina que ele é um advogado de sucesso, e alguns até tentam lhe dar uma gorjeta. Estou muito orgulhoso de suas excursões pelo museu! Provavelmente, tenho mais orgulho disso do que de seu sucesso no escritório de advocacia. © Rukhsana Rasheed / Quora

8.

Há dois anos, combinei com meu filho que, se ele tirasse uma nota maior que 8 em três matérias, eu iria comprar para ele um iPhone do último modelo. Ele cumpriu sua parte do acordo e, no dia seguinte, eu lhe trouxe um celular. Porém, ele pediu para devolvê-lo e comprar dois smartphones por 1.800 reais cada um. Ele ficou com um aparelho e deu o outro para sua amiga que conhece desde o quinto ano de escola.

Acontece que a garota é criada pela avó, elas têm dificuldades financeiras, e faz um ano que a menina anda com um celular quebrado, cuja tela não funciona bem. A turma deles pretende ir acampar por alguns dias, e o meu filho se ofereceu para ajudar a cobrir as despesas de sua amiga, por isso pediu o dinheiro que sobrou da compra dos aparelhos. Ele argumentou que queria agradar a pessoa que sempre lhe deu uma mão e deixar uma boa lembrança de si mesmo, porque planeja se mudar para estudar em outra cidade. Esse gesto derreteu o meu coração. © aleksey3x / Pikabu

9.

Meu filho apresentava sérios problemas de fala e estudava em uma escola inclusiva, o que permitia que ele fizesse testes com a ajuda de livros didáticos e tivesse uma educação menos rígida. Em uma reunião de pais e professores, a professora dele me mostrou boas notas que ele tinha tirado nos exames padrão, não “tirou proveito” de suas vantagens, uma vez que o objetivo dele era ser avaliado como o resto da turma. Que orgulho! © Mechelle Bennett / Quora

10.

Minha filha de 2 anos participou de uma caça aos ovos de Páscoa no zoológico. Eram apenas cascas de ovo plásticas vazias, mas muitas crianças estavam prontas para brigar por elas. Já a minha filha ficou coletando e dando ovos para os outros. © award07 / Reddit

11.

Meu filho queria ganhar dinheiro para comprar uma bicicleta. Minha esposa e eu poderíamos ter comprado, mas decidimos aproveitar a oportunidade e fazer com que ele entendesse o significado de trabalho, dinheiro e responsabilidade. Então dissemos que ele teria de trabalhar para juntar o dinheiro. O garoto pegou seus brinquedos antigos e os levou para uma venda de garagem que ocorria no nosso bairro. Ele também começou a vender cachorros-quentes e limonada com a nossa ajuda e juntou 370 reais. Esse valor era suficiente para comprar uma bicicleta.

Mas, no dia seguinte, ele viu uma máquina de sorvete e ficou com vontade de comprá-la em vez de uma bicicleta, para começar seu próprio negócio e juntar mais dinheiro. Minha esposa e eu discutimos sobre isso e concordamos que pagaríamos o valor restante se ele se comprometesse a vender sorvete na rua todo sábado durante as férias. Em seguida, recebemos uma resposta afirmativa. Sendo assim, compramos a máquina e, no sábado seguinte, ele começou a trabalhar com um saco de gelo e três sabores de sorvete.

Assim continuamos por dois meses, até que o bairro inteiro ficou sabendo sobre o negócio do nosso filho. Todos os vizinhos queriam apoiá-lo. Certa vez, até recebemos uma visita de bombeiros que gostaram muito de tomar aqueles sorvetes em um dia quente. O negócio do nosso filho se expandiu, e ele passou a vender sorvete não só na frente de casa, mas também em vários eventos. Além disso, o número de sabores foi ampliado para 21! © FiveOverFive / Imgur

12.

Essa é a primeira tentativa do meu filho de 11 anos de criar um objeto de ferro, sob a minha supervisão. Ele fez 90% do trabalho sozinho, e eu fiz apenas alguns ajustes no formato. Senti orgulho do meu pequeno. © aiydee / Reddit

13.

Meu filho tinha 4 anos quando compramos para ele um kit médico infantil. Ele gostava muito de nos “tratar”. Andava todo confiante, testava o reflexo de nossos joelhos, media a nossa temperatura, suspirava profundamente e prescrevia “receitas”. Mas um dia, minha esposa e eu brigamos feio. Não me lembro o motivo, mas era algo muito sério. Nosso “médico” olhou para nós e disse:

— Eu sei porque vocês estão brigando. Seus corações estão doendo, por isso vou tratá-los agora.

Ele pegou seu estetoscópio e começou a nos ouvir. Minha esposa e eu ficamos sem palavras e nos esquecemos completamento da nossa discussão. O “médico” auscultou os nossos corações e afirmou:

— Bem, está tudo claro. Papai, você precisa beijar a mamãe. Mamãe, você precisa abraçar o papai.

Fizemos tudo isso e sorrimos. De repente, nos sentimos envergonhados diante do nosso filho. Como ele chegou a essa conclusão aos 4 anos de idade!? © Radrigosen / Pikabu

14.

Um dia, minha filha e seu marido saíram para uma corrida e viram cães famintos sentados atrás do portão de uma casa. Dava para ver que ela estava vazia. Durante uma semana, eles passavam por esse lugar para deixar água e ração para os cachorros acorrentados. Uma manhã, voltaram e encontraram o cachorro de um amigo deles (que havia desaparecido), acorrentado no quintal, e um carro com dois homens. Os estranhos foram para o quintal, encheram as tigelas de água, pegaram alguns cachorros e foram embora.

Minha filha e meu genro chamaram a polícia, descreveram o carro e os desconhecidos. Descobriu-se que os cães eram roubados, mantidos naquele quintal e usados como iscas para brigas de cães. Os homens foram presos. Tenho orgulho da minha filha e do marido dela! © Louise Getts / Quora

Conte-nos o que foi que seu filho ou sua filha já fez ou falou que deixou você muito orgulhoso.

Imagem de capa unknown/ Reddit