Incrível
Incrível

11 Coisas que são mais seguras do que pensávamos (os tubarões são anjinhos comparados às vacas)

Não há como negar que o nosso mundo pode ser perigoso. No entanto, algumas coisas talvez não sejam tão horríveis quanto estamos acostumados a pensar. Por exemplo, os tubarões, apesar da reputação de predadores sanguinários, não são tão diferentes das aparentemente inofensivas vacas. E comer um hambúrguer pode ser muito mais arriscado do que escalar uma montanha.

Incrível.club estudou muitos dados estatísticos e hoje mostrará algumas coisas que são muito menos perigosas do que imaginamos. Nosso objetivo é dissipar os medos e incentivar todos a tentar alcançar novas conquistas.

1. Tubarão ou vaca?

Apesar da má reputação dos tubarões, principalmente após o lançamento do filme Tubarão, eles não são criaturas sedentas por sangue. As vacas são muito mais perigosas que os tubarões.probabilidade ser atacado por uma delas é 20 vezes maior do que um confronto com um tubarão.

2. Montaha russa ou golfe?

Os pesquisadores consideram que o amor por montanhas-russas e outras atrações extremamente radicais depende da bioquímica do cérebro. Pessoas com um alto nível de dopamina no sangue procuram esse tipo de atividade para “satisfazer” seus desejos. No entanto, tais entretenimentos são considerados perigosos (e com razão).

Por outro lado, de acordo com as estatísticas, jogar golfe é muito mais perigoso do que andar em uma montanha-russa com looping, por exemplo. Apesar de sua reputação como um esporte tranquilo e que não causa acidentes, muitas vezes há casos no golfe de torsões musculares graves e o surgimento de hérnias de disco. É claro que isso não é muito divulgado, ao contrário dos acidentes “midiáticos” ligados às atrações mecânicas como brinquedos de parques de diversões e montanhas-russas.

3. Paraquedas ou carro?

De acordo com as estatísticas, uma viagem de carro é muito mais perigosa do que um salto de pára-quedas. Segundo os dados da Associação de Paraquedismo dos Estados Unidos (USPA), apenas 1 em 100 mil saltos tem uma consequência desagradável. Em outras palavras, uma pessoa precisaria saltar aproximadamente 17 vezes por ano para que as estatísticas se aproximassem do risco de uma lesão automotiva.

4. Crocodilo ou banheira?

De acordo com as estatísticas, tomar banho de banheira é mais perigoso do que nadar em uma lagoa com crocodilos. E isso, infelizmente, é culpa da imprudência das pessoas: elas tomam banhos de água quente sob a influência de álcool com frequência e acabam se afogando. Em comparação com as lagoas de crocodilo, o número de tentativas frustradas de tomar banho é muito maior.

5. Relâmpagos ou cair da cama?

Quem poderia adivinhar que cair da cama é muito perigoso? No decorrer de um período de 10 anos
(de 2004 a 2014), mais pessoas foram afetadas por caírem de suas próprias camas do que por serem atingidas por um relâmpago. Os raios afetam anualmente milhares de pessoas — só no Brasil são cerca de 130 mortes anuais. No entanto, as quedas da cama são ainda mais perigosas. Principalmente para os idosos.

6. Elevador ou escada?

O medo dos elevadores pode se tornar uma verdadeira fobia, por ser um local fechado e cheio de mecanismos. As escadas são mais seguras e saudáveis. Ou não? De acordo com as estatísticas, subir ou descer pelas escadas é aproximadamente 60 vezes mais perigoso do que uma inocente viagem de elevador.

7. Escalar montanhas ou a obesidade?

Este ponto provavelmente irá ajudá-lo a escolher um estilo de vida mais saudável. Isso porque, de acordo com as estatísticas, o alpinismo é muito mais seguro do que o excesso de peso (e todas as doenças que ele acarreta para o organismo do ser humano). Ao respeitar as medidas de segurança para escalar montanhas, esse esporte se torna algo mais seguro e saudável do que comer fast-food e levar um estilo de vida sedentário.

8. Avião ou extensão elétrica?

Hoje, existe um outro medo que é praticamente inerente a todos nós: voos de avião. Os psiquiatras deram-lhe o nome de aerofobia. No entanto, se verificarmos as estatísticas e acreditarmos nelas, o transporte aéreo é muito mais seguro do que as conexões elétricas, que utilizamos todos os dias.

9. Leão ou hipopótamo?

Parece que o rei dos animais tem um adversário à altura, que pode fazer com que ele perca o posto de animal mais feroz. De acordo com as estatísticas, os leões não são tão perigosos quanto os adoráveis e gorduchos hipopótamos. Apesar de seu peso impressionante, esses animais podem atingir uma velocidade de até 30 kilômetros por hora, possuem um temperamento feroz e destroem com suas presas todos os obstáculos que estiverem pelo caminho.

10. Snowboard ou mobília?

snowboard é considerado (e com razão) um dos esportes mais traumáticos. Primeiro porque muitas pessoas deixam de cumprir as normas de segurança e rejeitam o uso do equipamento necessário. No entanto, mesmo um passatempo tão radical está longe de ser tão perigoso quanto... seu mobiliário. Os móveis são capazes de machucar diariamente muito mais as pessoas.

11. Meteoro ou bueiro?

De acordo com as estatísticas, a probabilidade de uma pessoa ser atingida por um meteoro é de 1 em 10 milhões. Por isso, afirmamos que na Terra existem coisas muito mais perigosas do que os corpos celestes. Por exemplo: um bueiro aberto.

Bem, conseguimos dissipar alguns de seus medos? Esperamos que sim! Que outras curiosidades você tem? Conte para nós, deixe seus comentários!

Ilustradora Natalia Tylosova exclusivo para Incrível.club
Incrível/Gente/11 Coisas que são mais seguras do que pensávamos (os tubarões são anjinhos comparados às vacas)
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos