Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

O que é transição capilar e 13 dicas que podem te ajudar a passar por esse processo

7-85
490

Padrões de beleza podem nos levar por caminhos difíceis de voltar, mas ainda bem que boa parte das nossas decisões nesse sentido são reversíveis. Hoje em dia, está “na moda” nos amarmos como somos. Esse movimento de autoaceitação está levando cada vez mais mulheres a abandonar a química e assumir o cabelo natural.

Observando essa tendência, o Incrível.club reuniu informações essenciais para quem está começando a transição capilar ou cogita seguir nessa direção. Confira!

1. O que é transição capilar?

Transição capilar é abandonar o uso de químicas de relaxamento e alisamento que modificam a estrutura capilar, resgatar a beleza natural do cabelo e... muito mais! Antes de tudo, a transição é um processo de autoaceitação e mudança de mentalidade, ao desmarginalizar o cabelo crespo e o cacheado e mostrar o quão lindo eles são.

Como o nome diz, o cabelo em transição está em trânsito, mudando de um estado para o outro, com a sua textura natural na raiz e quimicamente tratada nas pontas. Ou seja: meio crespo ou cacheado, meio liso. Por isso mesmo, esse momento pode trazer muitos desafios.

2. O processo pode ser lento e exige paciência

A transição dura desde a última aplicação química até o corte do último pedaço de fio ainda sob efeito desses produtos. O tempo varia muito em cada caso, pois depende do método escolhido. Quem decide raspar a cabeça, por exemplo, faz uma transição curta. Enquanto quem prefere manter os fios longos, pode demorar anos para concluir o processo.

Em qualquer um dos casos, o essencial é ter paciência e tratar os fios, pois a transição envolve uma mudança da forma que a pessoa se vê no espelho e é um aprendizado em relação ao autocuidado.

3. A transição demanda cuidados

Tanto o cabelo natural quanto o quimicamente tratado precisam de atenção. Especialmente durante a transição, os cuidados são essenciais para melhorar o aspecto dos fios, o que vai te ajudar a passar por essa fase mais complicada.

Algumas dicas valiosas são: não lavar o cabelo diariamente para permitir que os óleos naturais hidratem os fios e evitar produtos que contenham sulfato e outros componentes que ressecam o cabelo.

4. Como funciona o cronograma capilar?

cronograma capilar é uma rotina de cuidados com o cabelo dividida em: hidratação (dá brilho e maciez), nutrição (repõe nutrientes) e reconstrução (repõe queratina e outras proteínas, devolvendo elasticidade e força aos fios). A ideia é fazer um calendário com lavagens a cada dois dias usando a máscara de tratamento adequada.

O cronograma geralmente começa com hidratação intercalada com os demais passos. Você pode ir testando de acordo com a necessidade do seu cabelo e ver como ele reage ou procurar um profissional para te guiar nesse processo.

5. Não é necessário cortar curto

Muitas mulheres não se veem de cabelo curto e preferem passar pela transição sem cortar muito os fios. Cortes periódicos são necessários, mas não é preciso tirar muito do comprimento. Nesse caso, a transição demora um pouco mais, mas também é possível e pode valer a pena.

6. Tirar o comprimento é uma opção: saiba o que é big chop

Para quem prefere se livrar do cabelo danificado pela química de uma vez por todas, o big chop é uma boa opção. Basicamente, ele consiste em cortar toda a parte alisada.

Como todo corte, existem diversas alternativas de acordo com suas preferências, seu tipo de cabelo e formato do rosto. Pesquise referências e peça ajuda ao seu cabeleireiro para decidir.

7. Faça penteados que disfarcem as diferentes texturas

As diferentes texturas na raiz e nas pontas podem ser um desafio, é verdade. Transforme isso em motivação para aprender novos penteados e ousar. Tranças, coques, rabos de cavalo, faixas, turbantes... há diversas possibilidades!

8. Texturize os fios

texturização dos fios é uma forma de construir e definir os cachos sem o uso de químicas, ideal para disfarçar a parte alisada e dar o gostinho de como será ter cachos bem definidos novamente.

Há diversas formas caseiras de texturizar o cabelo. Uma das mais comum para quem tem pontas alisadas é amassar os fios úmidos com creme até os cachos se formarem.

9. Aprenda a desembaraçar o cabelo

Cabelos crespos e cacheados têm peculiaridades na hora de desembaraçar. O primeiro ponto é: pentear seco, nem pensar! O uso de pente com dentes largos, a ajuda de um creme e a divisão do cabelo em mechas também fazem toda a diferença.

Um erro muito comum é pentear os cachos da raiz até as pontas, quando, na verdade, o sentido deve ser o inverso, das pontas para a raiz.

10. Tenha uma rotina de cuidados pós-transição

Depois de anos alisando os fios, agora é a hora de aprender a lidar com o seu cabelo natural. Cabelos crespos e cacheados normalmente são mais secos, pois o óleo da raiz demora para percorrer todo o fio devido à ondulação. Então, o foco é na hidratação.

Manter o cronograma capilar é essencial! Um bom ativador de cachos ideal para a ondulação do seu cabelo também não pode faltar para garantir uma finalização perfeita.

11. Evite secador, chapinha e babyliss

Por conta das altas temperaturas, secador, chapinha e babyliss podem danificar a queratina dos fios, causando perda de elasticidade e resistência do cabelo.

O uso diário não é recomendado, mas em intervalos espaçados, com os produtos corretos e em temperatura adequada, esses equipamentos ainda podem ser considerados como uma alternativa para mudar o visual.

12. Dá trabalho, mas pode valer muito a pena

A transição nem sempre é fácil, demanda autoaceitação e muito aprendizado. Lidar com diferentes texturas, cortar, esperar que cresça, aprender a cuidar do próprio cabelo e a se amar do jeitinho que é. São muitos os processos! Será que vale a pena?

13. Inspiração

Se ainda faltava um estímulo para dar os primeiros passos nessa empreitada, aqui vai a lindíssima Taís Araújo que passou pela transição capilar para te inspirar. E tem várias famosas arrasando com seus crespos e cacheados!

Você está pensando em fazer a transição capilar ou já passou por ela? Conte nos comentários.

Imagem de capa IDKMYBFFPILL / Reddit
7-85
490
Compartilhar este artigo