Incrível
Incrível

Coisas que deveríamos parar de fazer para ganhar mais

O mundo está repleto de preguiçosos que querem ganhar dinheiro sem trabalhar e tolos que estão dispostos a trabalhar sem ficarem ricos, disse certa vez Bernard Shaw. Se você trabalha muito e seu salário deixa a desejar, algo precisa mudar. Vejamos quais podem ser essas mudanças.

A equipe do Incrível.club estudou as biografias de empreendedores de sucesso, reuniu conselhos de coachings profissionais e procurou pesquisas científicas sobre este tema para trazer a você 12 razões que lhe impedem de ganhar um salário melhor.

1. Subestimar seu profissionalismo

No livro "Secrets of Six-Figure Women" ("Segredos de mulheres que ganham quantias de seis dígitos", em tradução livre), Barbara Stanny afirma que as mulheres que ganham pouco têm muito em comum. Elas concordam com um salário baixo e a todo momento se subestimam profissionalmente, acreditando que seus conhecimentos e habilidades não são suficientes para ocupar tal cargo. Muitas temem assumir a responsabilidade e explicam seu sucesso como uma simples coincidência ou até mesmo sorte.

  • Faz bem usar como exemplo pessoas que tendem a supervalorizar suas habilidades profissionais. Essa estratégia às vezes leva ao sucesso.

2. Trabalhar de graça

Amy Morin, autora do livro "13 Things Mentally Strong People Don't Do" ("13 coisas que pessoas mentalmente fortes não fazem", em tradução livre) acredita que trabalhar de graça não demonstra profissionalismo, já que a pessoa aplica seu tempo, conhecimento e habilidades e o lucro vai apenas para a empresa. Qualquer trabalho deve ser remunerado e uma oferta desse tipo só pode ser aceita em casos excepcionais.

  • Pergunte a si mesmo: a experiência adquirida neste trabalho excede o esforço aplicado a ela? Se for assim, faz sentido trabalhar por um tempo para adquirir conhecimento e experiência. Mas sob nenhuma circunstância prolongue essa fase.

3. Ter medo de pedir um aumento

Muitas pessoas temem falar com o chefe para pedir um aumento no salário, seja porque não querem ser julgadas ou porque têm medo de perder o que já têm. No entanto, tal conversa se faz necessária se, por exemplo, a pessoa estiver exercendo mais funções do que quando foi contratada ou funções além de seu cargo, e seu salário continua sendo o mesmo desde o início.

  • De acordo com as observações, o melhor momento para pedir um aumento é em uma sexta-feira, na primeira parte do dia. Além disso, as segundas-feiras não são dias adequados para este tipo de conversa, muito menos o horário de almoço ou na manhã antes de seu chefe tomar o café. Mas, claro, todos os cenários devem ser observados de forma individual e dependem dos hábitos do seu superior.

4. Esquecer que tempo também é dinheiro

O pesquisador na área de informática Peter Cochrane acredita que no mundo existem apenas dois tipos de pessoas: aqueles que perdem tempo economizando um pouco de dinheiro e aqueles que gastam dinheiro para economizar um pouco do tempo. E as mais eficientes são as pessoas do segundo tipo.

  • Imagine que devemos pegar algumas mercadorias que estão do outro lado da cidade. Suponhamos que demore cerca de duas horas do seu tempo e 5 reais para percorrer o caminho. Também é possível ficar em casa e pedir que entreguem, pagando 25 reais. A primeira opção parece mais barata mas, na realidade, se uma hora de seu trabalho custa 50 reais, é mais conveniente passar esse tempo trabalhando.

5. Trabalhar até tarde

O presentismo é a situação em que o funcionário passa mais tempo no trabalho do que o necessário. As razões podem ser muitas: a incapacidade de planejar seu tempo, o desejo de mostrar que é um trabalhador super-responsável ou a garantia de que seja insubstituível. Em qualquer um dos casos, esse comportamento não fará com que a pessoa ganhe mais.

  • "No Facebook, eles costumam trabalhar até tarde. Se eu tivesse ficado para trabalhar no mesmo horário de todos, eu estaria esgotada. Eu teria me considerado uma mãe ruim e, no fim, acabaria desistindo". Mas encontrei outra maneira de lidar com isso: chegar cedo no trabalho, faço tudo o que preciso, saio às 17h30, chego em casa e trabalho de lá: foi essa minha solução". Esse é o depoimento de Sheryl Sandberg, a única mulher que trabalha no gerenciamento do Facebook.

6. Olhar para a frente, em vez de olhar para os lados

A maioria das pessoas trabalha em um escritório esperando conseguir uma cargo mais alto. Seu foco é apenas "subir", sem desviar o caminho. Por um lado, isso é bom. Mas, de acordo com Jason Demers, fundador e diretor da AudienceBloom, essa maneira de pensar limita seu desenvolvimento e tira a oportunidade de ganhar mais.

  • Você teria muito mais êxito se olhasse em volta e demonstrasse interesse por áreas que não estão diretamente relacionados ao seu trabalho principal. Primeiro, isso ajudará a obter uma renda adicional. Em segundo lugar, pessoas com diferentes talentos crescem muito mais rápido, pois ficam mais interessantes aos olhos dos dirigentes da empresa.

7. Não se fazer uma pergunta muito importante

O que acha do seu trabalho? Se tivesse muito dinheiro, estaria fazendo isso? Se a resposta for "não", pense: o que faria se não precisasse trabalhar e como essa nova ocupação poderia ajudar a ganhar dinheiro?

  • Por que isso é tão importante? Se você ama seu trabalho, estará realizando-o com mais alegria e inspiração. Dessa forma, sua eficiência será maior. Além disso, um chefe, ao ver sua dedicação e entusiasmo sinceros, ficará interessado em seu crescimento. Um trabalho que odeia dificilmente te deixará rico.

8. Acreditar que o dinheiro é o único propósito

Claro que o dinheiro é uma boa motivação. Mas, para ser uma pessoa realizada e bem sucedida, ele não deve ser a única prioridade. Se um empregador escolhe entre um funcionário que procura ganhar muito dinheiro e alguém que quer contribuir para a ascensão da empresa, é claro que ele escolherá o segundo. Dinheiro não é o objetivo, é a ferramenta, e ganhar dinheiro por dinheiro é o menos sensato que se pode fazer.

  • Procure focar em evoluir em seu trabalho ou área. Seu sincero interesse pelo que faz não passará despercebido e suas oportunidades de crescimento de empregos e aumentos salariais aumentarão de forma significativa. Dessa forma, poderá gastar seu dinheiro extra em um hobby: dessa maneira, vai se sentir ainda mais alegre e se tornará mais eficiente.

9. Viver em um rotina entediante e se conformar com pouco

Muitas vezes ouvimos a frase: "Eu tenho o suficiente para viver". Aqui está um problema: esse posicionamento perante a vida é o motivo frequente da aparição do pensamento inerte. Ou seja, a pessoa prefere seguir por um caminho já conhecido e que se sente seguro, com medo de arriscar, de sair de sua zona de conforto e mudar um pouco a rota para encontrar novas possibilidades, coisas mais interessantes.

  • Nada para, o mundo está sempre em movimento. Nesse momento, as coisas podem ser suficientes, mas amanhã talvez queira tomar um café com um croissant, olhando para a Torre Eiffel ou ter um filho. Perceber este detalhe é uma grande motivação para trabalhar no aumento dos lucros: tente fazer todos os dias um pouco mais do que ontem.

10. Mergulhar no trabalho, para se esconder de problemas na vida pessoal

Às vezes, buscamos a salvação dos problemas pessoais no trabalho. A curto prazo, essa solução pode ser útil. Porém, a longo prazo, será mais difícil ganhar muito dinheiro. É difícil trabalhar quando sua cabeça está cheia de preocupação e ansiedade. Pesquisas confirmam que pessoas felizes ganham mais do que as tristes.

  • Usar o trabalho para esconder-se de problemas não é a melhor estratégia. É muito mais eficiente resolver primeiro as preocupações e conflitos pessoais, depois retornar com um novo ânimo para trabalhar: calmo, de bem com a vida e eficiente.

11. Não se cuidar

Especialistas da Universidade de Exeter e da Harvard Medical School concluíram que pessoas altas e magras ganham mais do que as mais baixas e acima do peso. Os pesquisadores acreditam que isso se deve ao fato de que o primeiro grupo têm as habilidades sociais mais desenvolvidas, maior inteligência emocional e são mais autoconfiantes.

  • Os resultados dessa pesquisa são uma grande motivação para se matricular em uma academia, cuidar de sua alimentação e dedicar mais tempo à sua saúde. E se a natureza não te recompensou com uma estatura alta, use saltos, para dar mais ânimo.

12. Fazer apenas o que é esperado

Richard Branson, fundador do Grupo Virgin, diz que é muito importante não apenas fazer algo, mas sim exceder as expectativas do cliente e fazer algo inesperado. Essa estratégia aplica-se não apenas aos negócios, mas também a outros aspectos da vida, porque as emoções mais fortes são desencadeadas por algo que não esperávamos.

  • Para mostrar que tem interesse na evolução e crescimento de seu trabalho, tente fazer um pouco mais do que o esperado. Demonstre iniciativa se perceber que sua ideia pode tornar o processo de trabalho um pouco mais eficiente. É o mesmo caso da cereja no bolo: um detalhe mínimo, mas que dá todo o charme.

Bônus: Como posso ganhar mais dinheiro?

O especialista financeiro e autor do livro "You Can Retire Early!" ("Você pode se aposentar mais cedo!", em tradução livre) Deacon Hayes oferece mais de 80 maneiras de ganhar mais em 2018.

Entre suas dicas estão: transformar seu hobby em fonte de renda, tentar trabalhar como freelancer, fazer aulas online e aprender uma nova habilidade, criar um blog ou um canal no YouTube, propor sua ideia na plataforma Kickstarter e muito mais.

Claro que, em algumas situações, essas dicas podem não funcionar. Por exemplo, quando seu chefe se recusa a reconhecer seus méritos. Mas, neste caso, será que vale a pena lutar por sua posição segura ou é melhor arriscar e procurar algo novo?

Incrível/Dicas/Coisas que deveríamos parar de fazer para ganhar mais
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos