Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15 Profissões em alta no Brasil para 2020, segundo o LinkedIn (veja se a sua é uma delas)

Na era digital em que vivemos, o mercado de trabalho sofre constantes mudanças provocadas pela demanda da sociedade. Pensando nisso, o LinkedIn, maior rede social profissional do mundo, divulga a cada ano, um levantamento que destaca as profissões de maior crescimento em nível global. Neste ano, pela primeira vez, o LinkedIn fez uma lista segmentada por país e divulgou um levantamento com as 15 profissões emergentes (em alta) no Brasil para 2020. Entre as profissões em ascensão, destacam-se as relacionadas à Tecnologia da Informação que ocupam 9 das 15 posições do ranking.

Incrível.club, baseado nos dados do LinkedIn, decidiu compartilhar as 15 profissões em alta para 2020 e, também, revelar as funções associadas e as habilidades requeridas para atuar nesses ofícios. Confira!

1. Gestor de mídias sociais

O gestor de mídias sociais é responsável por planejar e monitorar a produção de conteúdo de uma empresa em redes sociais como Facebook e Instagram. Esse profissional prioriza manter e conquistar novos clientes e, ainda, zelar pela imagem da empresa. Para atuar nessa função, é desejável que a pessoa tenha conhecimentos sólidos em marketing digital e mídias sociais e domine ferramentas como Adobe PhotoshopIllustrator.

2. Engenheiro de cibersegurança

Com os ataques cibernéticos aumentando em um ritmo alarmante, é cada vez mais crescente a preocupação das empresas em protegerem seus sistemas, programas, redes e equipamentos de invasões que poderiam resultar, por exemplo, no roubo de dados online ou danos aos seus computadores. Diante disso, o engenheiro de cibersegurança é contratado pela empresa para criar e monitorar sistemas de segurança capazes de prevenir e diminuir a vulnerabilidade da empresa aos ataques cibernéticos. Os conhecimentos primordiais para atuar como engenheiro de cibersegurança são: Docker Products; Ansible; DevOps; Amazon Web Services, AWS; e Kubernetes.

3. Representante de vendas

As empresas sempre procuram por um bom vendedor e, com o mercado de tecnologia da informação crescendo acima da média global no Brasil, aumenta-se a demanda por profissionais que entendam de vender tecnologia. Um dos segmentos que mais buscam por isso é o de venda de softwares de computador.

Mais do que vender, é esperado que o especialista conheça estratégias de marketing e mapeie as necessidades do cliente antes de abordá-lo.

4. Especialista em sucesso do cliente

Um bom relacionamento com o consumidor é a chave do sucesso para as empresas, já que clientes satisfeitos geram novas vendas. Pensando nisso, muitas empresas investem em profissionais especializados em atender os clientes no pós-venda. Empresas ligadas à tecnologia, como as do ramo de software, Internet, tecnologia da informação e serviços, são as que mais procuram por esses profissionais. Para atuar nessa função, as empresas exigem conhecimentos específicos, sendo eles o Inbound marketing, Helping Clients Succeed, relações com o cliente, marketing digital e experiência do cliente.

5. Cientista de dados

Com os grandes volumes de dados gerados diariamente por uma empresa, seja em função de cadastros de clientes, compras e vendas realizadas, entre outros, torna-se cada vez mais difícil organizar um banco de dados que permita extrair informações relevantes para as tomadas de decisões. Nesse cenário, o cientista de dados é capaz de analisar os dados e estruturá-los, de modo a otimizar as operações da empresa. É recomendado que nessa área, o profissional possua uma boa capacidade de raciocínio lógico e habilidade com números, além de dominar os seguintes conhecimentos: Machine Learning, ciência de dados, linguagem Python e linguagem R.

6. Engenheiro de dados

Os engenheiros de dados trabalham em conjunto com os cientistas de dados, já mencionados anteriormente. Ele é responsável por construir a infraestrutura e os sistemas para a organização dos dados de uma empresa, colaborando assim, com o trabalho do cientista de dados, que irá interpretar os dados e convertê-los em informações úteis. Também atua na coleta, manipulação e transformação de dados. O profissional nessa função precisa dominar o uso de ferramentas do servidor web livre Apache e a linguagem de programação Python.

7. Especialista em Inteligência Artificial

Bastante explorada no mundo do cinema, a inteligência artificial está cada vez mais próxima do nosso dia a dia. No Brasil, em novembro de 2019, foi anunciada a criação de 8 laboratórios de inteligência artificial, sendo 4 deles dedicados a conectar objetos do cotidiano à Internet. Assim, confirma-se o potencial dessa tecnologia em modernizar o funcionamento das empresas e a crescente demanda por profissionais nesse segmento. Atualmente, a função de especialista em inteligência artificial ocupa o sétimo lugar no ranking de profissões emergentes em 2020. Esses especialistas são capazes de programar máquinas que “aprendem” com experiências e executam tarefas “imitando” à inteligência humana. Entre as habilidades mais requeridas para os profissionais desse ramo, está o uso de Machine learning, Deep learning e linguagem de programação Python.

8. Programador de JavaScript

Por meio da linguagem JavaScript, é possível construir páginas de web interativas, desenvolver aplicativos para smartphones e até jogos eletrônicos. Diante disso, é impossível imaginar a Internet sem a existência dessa tecnologia. O programador de JavaScript que dominar React.js, Node.js, AngularJS, Git, e MongoDB, seguramente se destacará entre os profissionais que as empresas tanto procuram.

9. Investidor Day Trader

O mercado financeiro é um dos setores mais promissores para se trabalhar em 2020. Inserida nesse segmento, está a Bolsa de Valores que organiza o mercado na compra e na venda de ações. A Day Trade é uma das modalidades de negociações da Bolsa de Valores. Essa modalidade é considerada de curtíssimo prazo, uma vez que é possível comprar uma ação e vendê-la no mesmo dia. Por ser uma operação dinâmica, com variações rápidas, requer investidores experientes e ágeis para tomada de decisões. Desse modo, ao avaliar um candidato para uma vaga de investidor Day Trader, a empresa espera que o profissional tenha amplo conhecimento sobre a Bolsa de Valores, Technical Analysis, investimentos e mercado de capitais.

10. Motorista

De acordo com o Uber, um dos aplicativos de transporte particular que existem no mercado, o Brasil é o segundo país que mais utiliza o serviço, perdendo apenas para os Estados Unidos. Sendo assim, não é de se surpreender que motorista apareça entre as 10 profissões que mais crescem em demanda aqui no País. Além do setor de transporte privado de passageiros, as entregas em domicílio e de logística também colaboram para a profissão estar em alta. Para se destacar nessa função, não basta apenas ser um bom motorista, já que hoje o mercado está ainda mais competitivo e exigente. Sendo assim, é importante conhecer técnicas de negociação e de atendimento ao cliente e ferramentas básicas de tecnologia, como o Pacote Office (especialmente Microsoft Word e Microsoft Excel).

11. Consultor de investimentos

Muitos administradores de empresas desejam investir o dinheiro poupado em aplicações financeiras rentáveis, mas por falta de conhecimento ou tempo de gerenciar as finanças, contratam um consultor de investimentos. Esse profissional sugere investimentos mais recomendados para o perfil de seus clientes, ajudando assim na tomada de decisão. Esse consutor faz um diagnóstico personalizado e, portanto, precisa conhecer bem os seus clientes, além de entender sobre investimentos. Essa função exige ainda conhecimentos sólidos em mercado de capitais, mercado financeiro, renda fixa e análise financeira.

12. Assistente de mídias sociais

Baseado nas estratégias definidas pelo gestor, profissão que ocupa o primeiro lugar dessa lista, o assistente de mídias sociais terá, entre suas principais atividades, que interagir com o público-alvo, pesquisar conteúdos interessantes e divulgá-los nas diferentes mídias sociais da empresa, como em blog, Facebook,Twitter e Instagram. Para executar essa função, é primordial conhecimento em Adobe Photoshop, redes sociais, marketing digital e publicidade.

13. Desenvolvedor de plataforma Salesforce

Em toda parte do mundo, cada vez mais os clientes estão conectados e exigentes, fazendo com que as empresas percebam que não basta apenas um bom atendimento no momento da venda, mas sim que é necessário estreitar os laços e antecipar-se às necessidades e aos desejos dos clientes. Com o grande volume de consumidores, as empresas têm investido em softwares capazes de centralizar em um único banco de dados as interações com seus clientes.

Um dos softwares mais utilizados no mundo para isso é o Customer Relationship Management (em português, Gestão de Relacionamento com o Cliente) da plataforma Salesforce. Os programadores especializados nessa plataforma criam e implementam aplicativos personalizados de acordo com o fluxo de trabalho e objetivos da empresa. Os conhecimentos requeridos para atuar nessa função são: entender sobre desenvolvimento, recursos e administração de Salesforce.com, linguagem de programação Apex e Visualforce.

14. Recrutador especialista em Tecnologia da Informação

Com a crescente demanda por profissionais da área de Tecnologia da Informação, também são necessários recrutadores especializados em detectar os profissionais mais talentosos nesse segmento. Assim, os recrutadores deverão dominar técnicas de recrutamento, especialmente em Tecnologia da Informação, sendo capazes de aplicar testes específicos para cada tipo de vaga, além de entrevistas para avaliarem o conhecimento técnico de cada candidato.

15. Coach de metodologia Agile

A metodologia Agile foi criada para o gerenciamento de projetos, no sentido de aprimorar e tornar mais eficaz e rápido o desenvolvimento de um produto ou serviço. Inicialmente, foi utilizada no desenvolvimento de softwares, mas com o tempo, outros setores foram percebendo o potencial da metodologia Agile em diversas áreas da empresa. A Agile fornece diferentes métodos, como o Scrum e o Kanban, para os processos se tornarem mais flexíveis e colaborativos em uma empresa, com foco na interação entre as pessoas. No método Kanban, por exemplo, é proposto a utilização de cartões ou papéis adesivos (colados em um quadro) que representam as ações e tarefas que foram ou que ainda serão desenvolvidas pela empresa.

coach especializado nesse segmento, será o responsável por implementar a metodologia Agile nas empresas e dar o suporte para que a equipe tenha conhecimento, ferramentas e treinamento adequados para aproveitar todo o potencial da Agile. As empresas que procuram por esse profissional requerem que ele possua conhecimento em Kanban, metodologia Agile, Scrum, gestão de projetos em Agile e agilidade para os negócios.

Exerce ou gostaria de exercer alguma dessas profissões mencionadas no post? Qual outra profissão acredita que estará em alta para os próximos anos? Conte para nós.