Incrível
Incrível

10 Produtos para bebês que pais de primeira viagem podem pensar em comprar, mas não precisam

Preparar o enxoval do neném pode ser uma das experiências mais empolgantes para papais e mamães de primeira viagem. Pensar com afeto nos detalhes de cada item que fará parte do dia a dia do seu pequeno é, certamente, um momento bastante aguardado por quem espera pela chegada de um filho. Mas, se você está vivendo essa fase da vida, saiba que não precisa comprar tudo o que as lojas vendem por aí.

Hoje, o Incrível.club vai mostrar que alguns itens comuns em enxovais de bebês podem ser descartados da sua lista. Dê só uma olha nestas dicas de como substituí-los por soluções mais baratas e sustentáveis!

1. Lenços umedecidos

Nos dias de hoje, temos a responsabilidade de colaborar com a preservação da natureza. O consumo não consciente acaba contribuindo para a poluição e a degradação do nosso planeta, portanto, é importante ficarmos atentos a tudo o que compramos. Os lenços umedecidos, por exemplo, são inimigos do meio ambiente.

Usados na higienização dos bebês, esses produtos são descartáveis e compostos por microplásticos que não se biodegradam. É recomendável substituí-los por pedaços de pano macios, umedecidos com uma solução caseira que você mesmo pode preparar. Dessa forma, eles podem ser lavados e reutilizados.

Solução para umedecer os paninhos reutilizáveis:

  • 4 xícaras de água, fervida e resfriada;
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 2 colheres de sopa de sabonete líquido natural;
  • 1 colher de sopa de extrato de aloe vera puro.

Misture tudo e coloque em um frasco borrifador com tampa de spray para aplicar o líquido no tecido.

2. Esterilizador de mamadeiras

Cuidado com o bebê nunca é demais. Quando se trata de mamadeiras, por exemplo, especialistas recomendam que elas sejam esterilizadas antes do primeiro uso. Mas os papais e as mamães não precisam comprar um equipamento exclusivamente para fazer isso.

Alguns modelos de esterilizadores podem chegar a custar cerca de 300 reais e, além de ocuparem espaço na sua casa, são facilmente substituíveis por métodos alternativos. Você pode, simplesmente, ferver as garrafas em uma panela com água.

3. Banheira

Banheiras para bebês são fofas. Mas, acredite, esse é mais um item que pode ser descartado da sua lista de compras. Imagine, em primeiro lugar, se você teria um local adequado para guardar a banheira na sua casa. Sim, elas ocupam bastante espaço e, provavelmente, vão acabar virando uma dor de cabeça na hora da arrumação.

Os papais e as mamães podem optar por dar banho em seus pequenos em pias ou banheiras convencionais. Além disso, crianças crescem rápido e, em pouco tempo, já não vão mais ter tamanho para banheirinhas de plástico.

4. Sapatos

Outros produtos que podem ser adoráveis, porém extremamente desnecessários, são os sapatinhos para bebês. É, de fato, uma graça ver aqueles calçados em tamanho miniatura, mas é preciso ter em mente que a compra desses itens pode ser em vão. Isso porque os nenéns só começam a andar, geralmente, a partir do primeiro ano de idade.

Além disso, os sapatinhos costumam cair com frequência e podem acabar se perdendo por aí sem você perceber. Uma boa opção para substituí-los são as meias, que protegem e dão o conforto necessário para os pezinhos do seu pequeno.

5. Babadores

Crianças pequenas costumam fazer aquela lambança na hora de comer. Por isso, babadores podem parecer itens indispensáveis no cuidado com os filhos. E, realmente, são importantes. Mas não estamos falando daqueles modelos que costumamos encontrar por aí. Os babadores comuns são pouco práticos e parecem ser mais bonitinhos do que, de fato, funcionais.

Se você utilizar uma toalha de algodão ou pano de cozinha comum, vai notar que, por serem maiores, eles cobrem as pernas do bebê, protegendo-as dos restos de comida que escapam. Além disso, acabam sendo opções muito melhores para limpar o rosto e as mãos do pequeno depois da refeição.

6. Colônias

Quando alguém fala em “cheirinho de neném”, você provavelmente pensa em um aroma delicado e agradável, certo? Isso acontece porque crianças pequenas cheiram naturalmente bem e, de acordo com a ciência, essa fragrância é capaz de gerar sensações de plena satisfação no cérebro humano.

Então, por que comprar colônias para os pequenos? Os perfumes podem acabar inibindo o cheirinho natural e encantador que os bebês já têm. Por isso, talvez seja válido para os papais e as mamães de primeira viagem repensarem a compra desse item.

7. Trocador de fralda feito de espuma

Sabe aqueles trocadores de fralda feitos de espuma que encontramos em muitos enxovais por aí? Eles também são prejudiciais ao meio ambiente. Além de não ser um item reciclável, a espuma libera gases tóxicos.

Por isso, recomendamos que você pense em substituir esse tipo de produto por uma toalha comum, dobrada em uma mesinha ou outra superfície plana. Sempre que ficar suja, ela pode ser lavada e reutilizada.

8. Fraldas descartáveis

Você não precisa, necessariamente, banir por completo o uso de fraldas descartáveis. Elas podem ser muito úteis em situações específicas, como em viagens ou momentos de emergência. Mas não é aconselhável adotá-las para uso recorrente no dia a dia em casa. Além da questão ambiental, as fraldas descartáveis acumulam mau cheiro e, segundo um estudo realizado na França, podem conter elementos químicos prejudicais à pele do bebê.

A utilização de fraldas de pano, laváveis e reutilizáveis, é um tema controverso que costuma fazer muita gente torcer o nariz em um primeiro momento. Mas, acredite, elas não são inconvenientes como você pode pensar. Tente experimentá-las durante um tempo. A natureza e a pele do seu neném agradecem!

9. Brinquedos

Bebês ainda não sabem o que são brinquedos. É muito improvável que, durante os primeiros meses de vida, eles demonstrem interesse por objetos específicos. Recém-nascidos se entretêm facilmente com pessoas ou itens comuns do nosso cotidiano.

Os pequenos se distraem com recipientes de plástico, talheres ou qualquer coisa que possam explorar. Pelo menos por um tempo, você pode economizar com brinquedos. É importante apenas ficar atento a objetos com partes pequenas, para evitar acidentes que acabem colocando o neném em perigo.

10. Roupa de cama para berço

Conjuntinhos combinados e roupas de cama para berços são uma graça. Mas a Academia Americana de Pediatria não recomenda o uso desses itens. Bichos de pelúcia, travesseiros, colchas, cobertores e outros elementos desnecessários no berço podem aumentar o risco de acidentes e sufocamentos.

Em vez de comprar um jogo de cama completo, cogite utilizar apenas lençóis simples de elástico que se ajustam ao tamanho do colchãozinho. Além de preservar a segurança do seu bebê, a economia pode fazer diferença.

Que outras dicas você daria para ajudar as mamães e os papais novatos a economizar? Deixe o seu comentário!

Incrível/Dicas/10 Produtos para bebês que pais de primeira viagem podem pensar em comprar, mas não precisam
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos