Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

3 motivos para não reutilizar as garrafas de plástico

Nada mais comum do que guardar as garrafas de plástico para encher com água outras vezes. Acontece que, desta forma, estamos fazendo mal ao nosso organismo. Confira abaixo algumas coisas que podem acontecer quando reutilizamos uma garrafa de plástico.

Que tipo de plástico libera substâncias químicas nocivas?

As garrafas de plástico podem liberar produtos químicos muito perigosos. Por isso, preste atenção nos símbolos no fundo das garrafas. Os triângulos com cifras indicam o tipo de plástico com o qual a garrafa foi feita.

  • As marcadas com 1 (PET) são seguras apenas na primeira vez. Na presença de oxigênio ou quando ficam expostas ao sol, o material libera substâncias tóxicas que passam para a água.
  • Evite as garrafas marcadas com 3 e 7 (PVC e PC), porque elas emanam substâncias tóxicas que podem passar aos alimentos e às bebidas. Em contato com o organismo durante muito tempo, podem provocar doenças sérias.

Se você for usar a garrafa mais de uma vez, use aquelas feitas de polietileno (marcadas com 2 e 4) ou de polipropileno (marcadas com um número 5 ou as letras PP). Elas são relativamente seguras para armazenar água fria sempre e quando forem desinfetadas.

Garrafas de plástico são o ambiente ideal para a proliferação de bactérias

Beber água de uma garrafa mais de uma vez pode ser muito perigoso. Isso é o que dizem alguns especialistas. O nível de bactérias nas garrafas costuma superar a quantidade considerada segura. Nós mesmos criamos condições para que as substâncias nocivas se multipliquem quando pegamos uma garrafa com as mãos sujas e colocamos dentro dela água em temperatura ambiente.

O ideal é lavar as garrafas com frequência e com água morna e sabão. Se possível, acrescente vinagre e elimine um maior número de bactérias.

Cuidado com a boca da garrafa

Até mesmo depois de lavar muito bem uma garrafa, é possível que ela continue eliminando substâncias tóxicas. Uma pesquisa mostrou que grande parte das bactérias vive na boca da garrafa, que é difícil de lavar. As tampas ficam cheias de micróbios que entram na boca e podem nos fazer muito mal. Nesse caso, o ideal é usar um canudo.