Incrível
Incrível

15+ Serviços do nosso cotidiano que ficaram mais práticos com os avanços tecnológicos

Os serviços oferecidos por empresas grandes e pequenas estão aí para facilitar a nossa vida, nos dando conforto e praticidade. E, como tudo no mundo, estão passando por constantes atualizações, principalmente com os avanços tecnológicos.

São tantas mudanças que muitas vezes esses serviços passam por completas modificações que ficam muito diferentes do que eram. Outras vezes, eles praticamente somem do mapa, como o serviço de revelação de fotos, por exemplo.

Pensando nisso, o Incrível.club traz uma lista de serviços que passaram por tantas modernizações que já não são mais os mesmos há um tempo. Aliás, no final do post separamos um bônus especial para você. Confira só!

1. Propagandas

Em outros tempos, nós ficávamos conhecendo os novos produtos e suas vantagens através de propagandas na TV, nas revistas e jornais ou nos outdoors na rua. Hoje em dia, muita gente toma conhecimento das marcas através dos influencers digitais em suas redes sociais. As marcas entenderam que a empatia pela pessoa que apresenta o produto é um fator decisivo na hora de o consumidor fazer a opção. O mesmo recurso é comumente usado nos “merchans” em programas de TV.

2. Transporte de passageiros

Um serviço que certamente mudou muito nos últimos anos foi o de transporte de passageiros. Se antes as únicas opções eram sacolejar num ônibus pela cidade toda ou se limitar aos táxis, hoje temos a opção de pedir um motorista por aplicativo. Esses serviços são personalizados, baratos e oferecem conforto e segurança. Muitas pessoas já não imaginam mais a possibilidade de sair para curtir as noites de final de semana sem um motorista para buscá-las tarde da noite.

3. “Disk” entregas

Você se lembra quando para pedir uma pizza precisávamos usar um telefone fixo para ligar e perguntar os sabores, esperar que a pessoa anotasse o pedido e depois esperar a entrega? Sim, o delivery já existe há muito tempo, mas antes era restrito a praticamente apenas alimentos e bem menos ágil. Hoje, com os aplicativos, temos opções de pedir basicamente tudo: de um lanche rápido a remédios ou compras de supermercado. E ainda temos todas as opções e os preços dos estabelecimentos da cidade para escolher.

4. Entregas de comidas

Falando em delivery, em 2020 foram testadas pela primeira vez as entregas de alimentos por drone, ao invés dos tradicionais motoboys. Por mais que as motocicletas sejam mais ágeis no trânsito, as entregas ainda podem ser demoradas. O teste realizado com os drones reduziu o tempo de 12 para apenas dois minutos, de acordo com uma determinada quilometragem percorrida. No entanto, o drone não entrega o pedido diretamente ao consumidor, mas sim o busca no restaurante e leva a uma base. De lá, um motoboy segue para terminar o serviço. “Uma mão lava a outra”, certo?

5. Videolocadoras e lojas de discos

Quem viveu nos anos 90 já deve ter passado horas em videolocadoras procurando filmes que ainda não haviam sido emprestados, calculando quantos deveria pegar para devolver só na segunda-feira e ouvindo as sugestões do proprietário. Ou procurando discos e CDs nas lojas e pedindo para os vendedores colocarem no som para ouvir uma amostra no fone de ouvido. Esses estabelecimentos estão em extinção, graças ao streaming, que nos dá todo o conteúdo em um lugar só.

6. Cafeterias

As cafeterias ainda resistem, ainda bem, nos dando um lugar tranquilo para tomar um bom café e comer um salgado num encontro romântico ou com os amigos. O que se modernizou foi a forma como consumimos, já que existem aplicativos para pagar pelo seu café, registrar as suas preferências e até conseguir vantagens com um programa de fidelidade. Mas, se você não quer se deslocar até uma cafeteria, há cafés de qualidade em cápsulas para usar nas cafeteiras no conforto do seu lar.

7. Barbearias

Para toda uma geração de homens, ir à barbearia era um ritual simples: sentar-se, ter seus cabelos e/ou barba aparados, falar sobre futebol e política com o sempre bem informado barbeiro, pagar e ir embora. Hoje, a experiência de ir a um barber shop envolve muitos outros prazeres. A decoração continua remetendo ao passado, mas os serviços podem incluir venda de bebidas diversas, música, diversidade de instrumentos e cortes e a possibilidade de agendar por aplicativos.

8. Bancos

Uma das torturas da vida adulta é enfrentar filas para pagar um boleto no banco, ou esperar horas para conversar com o gerente da sua conta e, às vezes, não ter o seu problema resolvido. Muitas pessoas hoje em dia já não têm mais essa dificuldade, graças às fintechs — palavra em inglês que reúne financeira e tecnologia. Tudo pode ser resolvido através do celular, com atendimentos humanizados, mais rápidos e modernos.

9. Reuniões e entrevistas

Reuniões de trabalho e entrevistas de emprego eram feitas presencialmente, olho no olho, com sala reservada, projetor e cafezinho. Atualmente, as reuniões por videoconferência já estão tão comuns que ninguém mais estranha. Entrevistas de emprego ou para jornais na TV ou a participação de comentaristas é feita à distância. Empresas que adotam esse sistema estão notando redução nos custos e aumento da produtividade dos seus colaboradores. Quem diria?

10. Consultas médicas

As videoconferências não estão sendo usadas somente no âmbito profissional. Atualmente, muitas pessoas já não tem mais o incômodo de sair de casa e ficar em uma sala de espera para ser atendido por um médico. As consultas médicas on-line já são uma realidade, e trouxeram mais agilidade no atendimento. Além disso, os consultórios conseguem atender pacientes que moram mais distantes. O presencial ficou restrito a exames médicos e consultas de maior complexidade.

11. Educação

Para provar que Os Jetsons estavam certos, as videoconferências estão mesmo em todo lugar. A EAD (Educação a Distância) já existe há bastante tempo, mas se moderniza cada vez mais com os avanços da tecnologia. Se antes nós estávamos limitados aos cursos da nossa cidade, hoje podemos fazer qualquer um on-line, até mesmo em outros países. Sem contar que, a distância, você tem flexibilidade de horário, conteúdos entregues de forma diversificada e, muitas vezes, por um preço menor.

12. Academia e ioga

E se você pensa que as possibilidades da videoconferência já se esgotaram, ainda existem várias. Muitas pessoas também estão preferindo não sair de casa nem mesmo para praticar atividades físicas. Há instrutores de ioga e meditação on-line, para você fazer na hora que quiser e onde puder. Existem, também, treinamentos de academia a distância, para alguns casos.

13. Jornalismo

A clássica cena dos jornalistas em redações lotadas, batendo na máquina de escrever, ou dos repórteres falando com câmeras e uma grande produção, tudo isso ficou para trás. Os jornais hoje em dia são transmídias, ou seja, existem no papel, na TV, na internet, nas redes sociais. E os jornalistas acompanharam essa mudança. Eles saem às ruas e precisam entregar a notícia tendo em mente os meios em que ela será divulgada. Muitas vezes, munidos de um celular para gravar e fotografar também.

14. Reservas de hotel

Se alguém teve a oportunidade de viajar antigamente e nunca mais fez isso, pode se surpreender com como as coisas mudaram. Muito da divulgação era feita no “boca a boca” e as reservas por intermédio de agências de turismo, ou ligando diretamente para o hotel. As pessoas faziam o pagamento diretamente na recepção, acredita? Hoje em dia, vários sites são especializados em apresentar as vantagens de cada hotel e reservar para você. Ou você pode reservar casas particulares e quartos via Airbnb.

15. Aluguel de carros

Além de reservar a hospedagem, muitas pessoas também precisavam procurar uma locadora de carros para se deslocar com facilidade. Era preciso ir até a locadora, ver quais veículos estavam disponíveis e pagar por dia de uso. Hoje em dia, há opções diferentes, como os carros compartilhados. De onde estiver, você procura o automóvel mais próximo e o reserva. Vai até ele, destrava as portas pelo aplicativo e paga por minuto. Poucas cidades contam com esse serviço, mas torcemos para ele crescer.

Bônus: troca de correspondências digital, mas com o tempo de entrega das cartas de antigamente

Antigamente, as pessoas conversavam a distância por cartas. Era preciso comprar um selo e esperar dias para a carta ir e receber a resposta — quanto mais longe, maior a demora. Hoje em dia, temos e-mails e aplicativos de conversa instantâneos, mas algumas pessoas sentem falta dessa espera.

Bom, com tecnologia, tudo é possível. Existem apps onde se pode trocar mensagens com pessoas do mundo todo. Como nas cartas de papel, as mensagens demoram para chegar ao destino, quanto mais longe, maior a demora. E você ainda pode colecionar selos dentro do aplicativo. Divertido, não é?

Agilidade e praticidade são as principais características dos serviços modernos, e trouxeram mesmo muitas mudanças. Do que você mais sente falta nos serviços de antes dos avanços tecnológicos?

Incrível/Invenções/15+ Serviços do nosso cotidiano que ficaram mais práticos com os avanços tecnológicos
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos