Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15 fatos que poderão mudar sua opinião sobre as estátuas mundialmente famosas

6-31
14k

É possível encontrar um significado oculto e alguns detalhes interessantes em todas as obras de arte. Às vezes, no entanto, a origem de uma pintura, livro ou de uma música não é menos interessante do que a própria intenção de seu criador. Muitos se interessam e são especialistas em pintura, música e cinema, enquanto as esculturas às vezes não recebem muita atenção. Apesar disso, estátuas famosas podem ter histórias tão impressionantes quanto um drama premiado com o Oscar ou um romance consagrado.

Nós, do Incrível.club, decidimos fazer justiça e compartilhar fatos surpreendentes e desconhecidos de algumas das esculturas mais famosas do mundo.

1. Já chamaram uma ambulância para o “Jesus sem-teto”

A obra foi originalmente instalada em Toronto. Mas agora existem cerca de cem cópias em todo o mundo, muitas delas consagradas.

Devido ao fato de as igrejas localizadas próximas às esculturas geralmente ajudarem os necessitados, e as estátuas serem bastante realistas, às vezes são confundidas com pessoas que realmente estão dormindo. Por exemplo, durante as fortes geadas que atingiram Hamilton, no Canadá, algumas pessoas caridosas ligaram várias vezes para serviços de emergência para ajudar o infeliz ser humano que já estava nas ruas havia tanto tempo.

2. O busto de Nefertiti nunca teve o olho esquerdo

Acredita-se que uma das obras mais famosas da arte egípcia antiga embeleze bastante a esposa do faraó, porque seu rosto é muito simétrico. Exceto pelos olhos: um deles simplesmente não estava representado. O arqueólogo que encontrou a estátua afirma que o olho nunca esteve presente, porque não havia vestígios de entalhe ou cola na cavidade ocular.

A razão exata pela qual o escultor deixou um defeito tão perceptível é desconhecida. Os cientistas têm várias versões, mas nenhuma delas é comumente aceita.

  • O olho deveria ter sido acrescentado após a morte de Nefertiti, porque a escultura com dois olhos representava uma pessoa feliz. A obra deveria ser mostrada aos outros após a morte da pessoa representada para que ela "revivesse".

  • O busto foi uma ferramenta de ensino e demonstrava como preparar esculturas antes de representar os olhos.

  • Nefertiti perdeu a popularidade antes que o trabalho fosse concluído, e o mestre não terminou o busto.

  • A rainha tinha uma doença ocular.

3. “Gänseliesel” é considerada a menina mais beijada do mundo

"Gänseliesel" é o símbolo dos estudantes da Universidade de Göttingen, na Alemanha, onde era costume beijar a escultura após o início das aulas. Como a tradição era extremamente barulhenta e interferia nos hábitos das casas vizinhas, foi oficialmente proibido beijar a estátua. Os alunos, porém, ignoravam as instruções das autoridades o tempo todo.

4. “O Touro de Wall Street” foi levado pela polícia

Em dezembro de 1989, o escultor Arturo Di Modica levou sua criação para o edifício da Bolsa de Nova York e a deixou para os moradores da cidade como presente de Natal. Tais eventos eram novos na época, a arte de rua ainda não tinha seu espaço atual. Portanto, muitas pessoas se interessaram pelo touro e começaram a ir ao local especialmente para ver a estátua. Mas como Arturo a colocou sem permissão oficial, a polícia a confiscou.

O touro foi devolvido somente depois que o público começou a reclamar. No entanto, foi reinstalado a dois quarteirões do local original.

A propósito, quando a escultura “Garota Sem Medo” apareceu em frente ao seu touro, Di Modica não ficou muito feliz por ela ter sido instalada sem o consentimento dele. Mais tarde, a estátua da menina foi removida.

5. O design do Microsoft Xbox 360 foi inspirado na série de esculturas “Bird in Space”

O criador de “Bird in Space”, Constantin Brâncuși, disse que a série de esculturas simboliza uma fuga do mundo da vida cotidiana. E convenhamos que esta é uma aparência muito adequada para um console de jogos.

6. A maquete da estátua de “Pedro O Grande”, que se localiza em Moscou, foi testada em um túnel de vento

A cópia reduzida do monumento foi feita por funcionários do Instituto de Mecânica da Universidade Estatal de Moscou, especificamente para verificar a performance aerodinâmica do monumento. Após o teste, foram feitas alterações no layout, o que melhorou significativamente a aerodinâmica da estrutura da obra.

7. A “Lupa Capitolina” não foi feita na antiguidade

A estátua da loba que nutriu os fundadores de Roma é um dos símbolos mais famosos da antiguidade. Acreditava-se que ela tinha aparecido o mais tardar no século I d.C., embora seja sabido que as figuras de Rômulo e Remo foram fundidas no século XV. Porém, após pesquisas recentes, foi declarado oficialmente que a Loba foi criada entre os anos de 1021 e 1153.

8. A obra "Astronauta Caído" não foi criada em memória dos astronautas mortos

A única obra de arte colocada na lua atualmente representa todos os astronautas mortos. Os nomes daqueles que morreram no momento da instalação do monumento estão listados em uma placa próxima a ela. Mas o autor da escultura não ficou muito feliz quando descobriu o nome que foi dado e o significado que relacionaram a ela. Em uma entrevista, ele disse que a figura deveria ficar de pé e simbolizar toda a humanidade.

9. O “Cavaleiro de Bronze” é tão pesado que teve que ser transportado no inverno

Para levar um monólito pesando 1.500 toneladas para São Petersburgo, na Rússia, foi necessário esperar que a estrada estivesse coberta com gelo de 1,5 m de profundidade. Caso contrário, a estrada seria destruída com o peso exorbitante do monólito. Até mesmo acadêmicos estiveram envolvidos na construção das máquinas para calcular o melhor método de transporte.

Para superar o último trecho da rota, foi construída uma ponte-cais especial, cujos restos ainda são visíveis na maré baixa, perto da "Baía de Neve", em São Petersburgo.

10. Um pedestal na praça principal da Grã-Bretanha espera por uma estátua especial

Uma das principais atrações de Londres é a Trafalgar Square. Lá existem 4 pedestais, que, segundo o arquiteto, são destinados a monumentos dos famosos britânicos. Em três pedestais estão agora instaladas as figuras do rei George IV e dos generais Henry Havelock e Charles Napier.

As esculturas do quarto suporte mudam regularmente. Ver a sua criação terminada é o sonho do artista contemporâneo. Segundo uma opinião não oficial, o pedestal é destinado a uma estátua em memória de Elizabeth II. Nelson Mandela, Marshal Park e Margaret Thatcher também são citados como candidatos em potencial.

11. A pose da escultura “Mãe Pátria” pode ter sido inspirada pela estátua “Nice de Samotrácia”

A estátua de Nice foi erguida em homenagem à vitória em uma batalha, em um penhasco acima do mar, para que pudesse ser vista de longe. Esse fato e a semelhança de poses expressivas deram aos historiadores de arte uma grande razão para acreditar que os autores, ao criar o monumento para instalação em Mamaev Kurgan, foram inspirados, entre outros, por Nice.

12. Michelangelo foi forçado a assinar sua obra “Pietá”

Este foi o único caso em que o famoso escultor indicou sua autoria. Acredita-se que ele tenha feito isso depois de ouvir observadores discutindo sobre quem teria criado a estátua.

13. O “Gênio Do Mal” teve que ser refeito porque era muito atraente

Na Catedral de Liège, na Bélgica, está uma das imagens artísticas mais famosas representando o diabo — “O Gênio Do Mal”. O acorrentado Lúcifer encarna a consciência de seus pecados e remorso. A estátua não é em vão considerada uma obra de arte de destaque, na verdade é uma cópia deliberadamente distorcida de outra escultura.

O primeiro “Gênio do Mal” era audacioso e tão atraente que distraía as mulheres que iam para a Catedral com o intuito de orar. Como resultado, depois de muito debate, a figura foi substituída por uma mais aceitável. À nova estátua foram adicionadas correntes e uma maçã mordida aos seus pés como símbolos de punição e pecado, e sua postura foi alterada para que expressasse remorso.

14. Vestir o “Manneken Pis” se transformou em um grande ritual

O símbolo mais famoso de Bruxelas, também na Bélgica, recebe regularmente novas roupas. Desde 1954, a Associação dos amigos do “Manneken Pis” seleciona cuidadosamente as roupas ao examinar centenas de opções enviadas a cada ano. A agenda de mudança de figurino fica sobre as grades perto da estátua, e cada substituição de roupa tem uma cerimônia colorida, realizada ao o som de uma orquestra.

As roupas do “Manneken Pis” são mantidas em um museu especial, e a exposição mais antiga da coleção data do século XVII.

15. No Rio de Janeiro, a pedra que compõe a estátua do Cristo Redentor é armazenada em estoque

Isto é feito apenas por necessidade: raios atingem a estátua várias vezes por ano. Poucas pessoas, até mesmo no Brasil, sabem que estoques da pedra são guardados com intuito de restaurar a escultura. Certa vez, durante uma tempestade, a figura perdeu as pontas do dedo do meio e dos polegares.

Estamos curiosos, qual dessas esculturas você gostaria de ver ao vivo e por quê?

6-31
14k